Exportação de imobiliário

conjunto de casasO imobiliário é um ativo apetecível para muitos tipos de pessoas. Já que é muitas vezes considerado com um investimento seguro. As oportunidades imobiliárias são atrativas para quem dispõe de capital para investir. A questão fundamental será apenas encontrar quem esteja disposto a investir no imobiliário português. A oferta de casas para venda é cada vez maior, contudo o mercado está longe de conseguir absorver  ou escoar toda a oferta. Com base neste aspecto importa procurar alternativas para o sector imobiliário, especialmente as empresas de mediação de imóveis.

As dificuldades no escoamento de produtos imobiliários deriva essencialmente da conjuntura económica desfavorável, bem como das restrições ao crédito. Estes dificuldades podem ser resolvidas através de uma abordagem diferente ao mercado. Exportar imobiliário pode ser uma solução para atravessar as dificuldades do mercado interno. Pode até ser simples utilizar um novo conceito, contudo também requer o seu investimento.

Como vamos exportar o imobiliário?

Os imóveis são bem estáticos que não é possível deslocalizar, assim a abordagem será vender os produtos imobiliários a estrangeiros. Procurar investidores estrangeiros ou simplesmente vender imóveis a não portugueses. Portugal é um país que consegue atrair novos habitantes pelas suas características climatéricas, sociais ou estruturas de suporte. Clima ameno e sem conflitos sociais são alguns dos factores que influênciam a decisão de mudar de residência ou de localização. Um nicho que pode ser potenciado é constituído por pessoas que pretendem gozar a reforma num país desenvolvido. Nunca podemos esquecer que Portugal possui infraestruturas que proporcionam uma qualidade de vida muito favorável. Não são só os campos de golfe!

Onde encontrar estes potenciais compradores

Tipicamente, as pessoas do norte da Europa apreciam as qualidades ou características de Portugal, tanto que já existem comunidades implantadas, por esse país fora, com especial incidência no Algarve. Assim cada país do norte da Europa é uma oportunidade para realizar negócios. O público alvo destas transacções possui características que facilitam as vendas, pois possuem normalmente uma boa capacidade financeira, um património considerável ou reformados. Estas pessoas podem ser o público alvo desejado para vender sustentadamente imóveis.

Para ser um pouco mais criativo podemos alargar os horizontes e porque não procurar na Ásia interessados em investir ou residir neste paraíso à beira mar plantado.

Países em crescimento

Países que se encontrem numa situação económica satisfatória podem encontrar-se pessoas com capacidades financeiras que lhes permita possuir uma habitação num outro país. Por exemplo Angola. Existirá muitos Angolanos que têm capacidade financeira para adquirir um casa em Portugal, tal como também existe uma sentimento favorável em relação ao nosso país. É só tirar partido destes factores.

No brasil é uma outra potencia com que se pode efectuar negócios imobiliários. A ideia é aposta deve se situar na Classe Alta brasileira.

Como se exporta imobiliário

A mediação imóveis assenta muitas vezes no factor estratégico da proximidade, assim a abertura de um escritório de venda numa cidade do norte da Europa ou num país promissor parece ser uma estratégia acertada. Com a devida separação de comissões, angariação e venda. Pode ser 50/50.

A ideia será fazer a angariação de imóveis em Portugal e promover as vendas num outro local. Com 2 escritórios apenas é possível entrar neste negócio. Obviamente se se desenvolver parcerias entre empresas do mesmo sector também se pode conseguir bons resultados. Sendo até provavelmente a melhor ideia.

Encontrar parceiros de negócios num outro país pode ser o caminho com menor investimento e onde os resultados até podem ser mais satisfatórios.

A criatividade, focalização e empenho podem ser as chaves para manter um negócio ou até quem sabe expandir o negócio de forma a assegurar o volume de negócios. A estratégia de actuar em nichos de mercado menos explorados também podem ser um caminho a explorar para contornar períodos onde a procura interna é menor.

Etiquetas:
Artigos relacionados: