Warning: mysqli_query(): (HY000/1030): Got error 28 from storage engine in /home/casimiro/public_html/investidor.pt/wp-includes/wp-db.php on line 1924
 A formação dá muito dinheiro
Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

A formação dá muito dinheiro

Todos nós gostamos de aprender e com base nisso desenvolvem-se os negócios relacionados com a formação. O negócio da formação é bem antigo. Nos últimos anos tornou-se muita mais fácil a qualquer um dar formação ou transmitir conhecimentos. A Era da Internet revoluciona muitos negócios.

A formação é uma área onde é possível ganhar muito dinheiro. Muitas são as embalagens da formação, podemos encontrar cursos ou workshops, tal como podem ser utilizados vários canais para passar a formação.

Todos gostamos de aprender. E nunca saberemos tudo!

No passado tínhamos a formação através de fascículos, através de cursos por correspondência ou disponibilizados por correio, ora estas formas deram lugar à formação online. Muito mais rentável e até mais eficaz.

Existem muitas formas de aprender, as escolas, universidades ou centros de formação são as hipóteses preferidas. Mas existem muitas outras formas de adquirir conhecimentos. Existem conhecimentos em disciplinas ou temáticas recentes, onde as escolas e universidades não dispõe de oferta lectiva (por exemplo áreas relacionadas com a internet)

Se antigamente ( e ainda hoje) podíamos aprender através de livros, hoje podemos aprender através de ebooks ou blogs. Os livros são um meio do passado, do presente e do futuro.

Formas de vender formação:

  • Formação presencial
  • Por correspondência
  • Através de meios digitais

A formação através do canal internet é uma mina de ouro, pois o custo é super reduzido e os ganhos podem ser astronómicos. Mas claro é preciso ter algum conhecimento para monetizar. Mas desengane-se quem pense que é só nos temas ligados à internet e ao marketing digital. Se bem que é o que mais se encontra. Praticamente todos os temas podem ser explorados através da internet. Por exemplo e para alargar horizontes:

  • Investir em produtos financeiros
  • Estratégias para negócios imobiliários
  • Curso de cake design
  • Cursos de costura
  • Gestão de empresas
  • Cursos de Excel
  • Coaching , música, matemática, escrita criativa, design, moda… Enfim a lista é extensa.

Mas o tema da moda nos últimos anos é sobre assuntos relacionados com a internet

A formação em ferramentas web, optimização, conversões e afins é um dos temas do futuro. É fácil fazer planos de formação nestas áreas, pois assentam nos princípios básicos, nem vale a pena falar de coisas muito avançadas! Formação em conceitos básicos é mais do que suficiente, e todos ficam contentes.

Mas há sempre quem faça perguntas só por perguntar: nos investimentos é fazerem perguntas sobre forex sem nunca terem investido na bolsa, na internet é fazerem perguntas sobre remarketing sem anunciarem em Adwords. Tem que se estar preparado!

Online ou presencial

Quem pretenda obter ou disponibilizar actualmente conhecimento através de produtos/serviços terá 2 caminhos: online ou presencial.

Pessoalmente é-me agradável a ideia de formação presencial. Possuí diversas vantagens, e talvez a mais importante seja poder tirar dúvidas com os formadores.

A formação online pode ser muitas vezes obtida de forma gratuita. Basta seguir os blogs certos ou fazer uma pesquisa sobre o tema que pretendemos aprofundar. O Google e o Youtube são espetaculares neste capítulo.

Proporcionar formação online paga também é possível. O Linkedin apostou nisso e têm inúmeras opções, podem ver aqui. Existem cursos online por $2000. Não é preciso vender muitos para fazer uma fortuna.

Existem vários agregadores de cursos online, onde é possível comercializar cursos online. Udemy ou Lynda

O investidor.pt têm também uma lista de cursos online  (a página ainda não está totalmente construída)

Montar o próprio workshop

Para montar um workshop sobre qualquer tema não é difícil nem requer capacidades sobre humanas!

  1. Tema para o workshop
  2. Guião das matérias
  3. Formato do workshop (explicativo ou construtivo)
  4. Materiais necessários
  5. Sala de reunião

A divulgação de workshops pode ser realizada da mesma forma que os eventos. Um workshop é um evento! O artigo que pode ajudar é este: promover um negócio através de eventos.

As contas são fáceis de fazer, 10 inscritos num workshop que tenha um preço de 60€, subtraindo o custo do espaço da reunião  (até 100€, se não for conseguido gratuitamente). Temos um SMN num dia de trabalho 😉

Diria que qualquer pessoa pode lançar-se neste área, pois todos temos conhecimentos que podem ser rentabilizados. Neste exemplo vou ao extremo. Não percebo muito de agricultura, mas nada me impedia de fazer um workshop sobre o tema. Apresentado o que sei, com base no meu projecto agrícola. Esses conhecimentos serão partilhados aqui no blog 🙂

Uma ideia interessante e já utilizada é rentabilizar um coworking com formações ou aluguer de sala para as formações.

Tipos de conhecimento

O conhecimento pode ser obtido de forma teórica ou oriunda da pratica. Todas as formas são válidas, mas se juntarmos as 2 é óptimo. Se a teoria é preciso estudar, a pratica é fazer experiências e aprender com os resultados.

O Nuno como formador?

Curiosamente a área da formação (ensinar os outros) foi uma das áreas que iniciei há 20 anos. No meu primeiro emprego fui o primeiro formador de novos operadores no meu turno. Logo após um ano de empresa. Foi uma experiência muito boa, a satisfação de ensinar os outros, explicar e ajudar a compreender as coisas. É gratificante ser formador!

Ser formador pode trazer prestígio pessoal e reconhecimento

Mas os tempos mudam e hoje sinceramente não penso entrar na área da formação, muito menos online. Mas no passado até pensei em oferecer serviços de formação a empresas. A ideia de ajudar empresas a serem melhores é para mim agradável.

Gostava de ajudar empresas a crescer no ambiente web. No inicio de 2015 até dei uma formação de 6 horas. No entanto aquela história das pessoas querem aprender o que não necessitam, não me motiva, só pelo dinheiro. Realizei a formação porque me convenceram.

Querem saber quando cobrei?

50€ + iva por hora.  Só não dei mais formação, pois não estava minimamente interessado enveredar por esta área. Acabei por recomendar 2 pessoas para os temas que pretendiam. Trocar tempo por dinheiro não é um dos meus objectivos. Mas é um negócio super lucrativo.

Tenho mais satisfação em fazer workshops para as turmas dos meus filhos gratuitamente, do que a receber. Fiz um workshop sobre criatividade de 1 hora para cada turma quando estavam na 4ª classe. 🙂

Ser formador ou organizador

Uma ideia é criar as próprias formações, mas também se podem contratar pessoas com conhecimentos para criar formações abrangentes e completas sobre determinados tópicos.

De qualquer das maneiras é  necessário ter atenção quando vamos pagar por formação. Saber quem são os formadores é fundamental.

Em muitos cursos não dão visibilidade aos formadores. O formador é muitas vezes a chave para o sucesso de uma formação.  Saber o que vamos aprender e com quem. Se pagamos têm que nos esclarecer as dúvidas.

A formação está um pouco por todo o lado, se antigamente era necessário ter formação especifica CCP (Certificado de Competências Pedagógicas). Hoje é possível vender formação através de workshops e outras embalagens onde os formadores não necessitam de ser credenciados. 🙂

  1. Vincent diz:

    É verdade, Nuno. concordo perfeitamente com o seu artigo. Mas uma pergunta que tenho é : será que o número de cursos online (workshops) que vai subindo, vai acabar por “ruinar” esse negócio, devido á demasiada concorrência ?

  2. Nuno diz:

    Olá Vicent

    Obrigado pelo comentário e pela pergunta. Não escrevi isso no artigo!

    Acho que não, por 3 razões:
    A internet ainda está a crescer e evoluir
    A formação online massiva ainda está para ganhar o seu espaço.
    O factor diferenciado do formador.

    No limite, pode ser como nos livros, já comprei vários sobre o mesmo tema.

    Votos de sucesso