Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Determine o seu Público Alvo

alvo a acertarUm dos conceitos mais simples do Marketing é a definição do Target, o público alvo. O público alvo é o conjunto de pessoas que pretendemos chegar com a nossa mensagem. Existem diversas definições para este conceito, resumidamente é quem pretendemos que compre os nossos produtos ou serviços.

Mas antes podemos recuar um pouco no tempo, e perceber porque surgiu o marketing. Após a revolução industrial, a oferta superou pela primeira vez a procura, assim foi necessário conceber estratégias para escoar os produtos. O nascimento do Marketing resume-se a isto. Philip Kotler é o pai do Marketing. Hoje o marketing pouco ou nada tem ver com as primeiras abordagens aos mercados. O marketing como ferramenta de apoio à gestão e às vendas evoluí muito nos últimos anos, sendo uma área até bastante recente, ainda mais do que a Gestão. Quem quer ter negócios com sucesso tem de estudar ou aplicar conceitos do Marketing, sendo a fundamentação deste artigo.

Definição de público alvo:

O público-alvo é o conjunto de pessoas que possuem as mesmas características ou interesses, para caracterizar os diferentes públicos podemos utilizar vários padrões, como pequeno exemplo: idade, sexo, nível económico, estrato social, interesses, entre outras.

Para definirmos um público-alvo devemos tem em conta vários critérios ou variáveis:

  • Critérios demográficos, exemplo: sexo, idade, nacionalidade
  • Critérios geográficos, exemplo: Residência Litoral/interior, zona urbana/rural, localização
  • Critérios sócio demográficos, exemplo: Educação, classe social, profissão, rendimento.
  • Critérios Comportamentais, exemplo: gostos pessoais, sensibilidade ao preço, sensibilidade à qualidade.
  • Critérios psicográficos, exemplo: a personalidade, estilo de vida, valores morais.

Segmentar é cruzar as várias variáveis: Juntar pessoas com características semelhantes

O conceito parece e é simples, contudo nem sempre é utilizado de forma a potenciar os nossos empreendimentos. A ideia de ter um público alvo generalista, ser tudo para todos, é um enorme erro estratégico. E já não é de hoje, cada vez mais é mais fácil chegar aos públicos alvos se formos especialistas em algo. Já ser abrangente requer enormes investimentos.

Ser especialista será provavelmente a única forma de estar nos mercados. Se bem que o conceito da especialização possa dar origem a mais alguns erros, se o for demasiado especializado, pode não conseguir-se o número mínimo suficiente de pessoas. Importa por isso ser especialista numa área suficientemente abrangente. Uma ideia é ser especialista em mais do que uma área.

Já abordei o tema da especialização, noutras áreas e as opiniões até podem ser contraditórias.

A ideia base deste artigo

O que gostava de sublinhar neste artigo prende-se com as várias abordagens que podemos ter. Não existem caminhos certos ou errados, existem diferentes formas de fazer as coisas e de atingir os mesmos resultados.

  1. Podemos procurar o público alvo que tem interesse no nosso produto.
  2. Podemos criar um produto com vista à realização de um interesse de um público alvo.
  3. Podemos alterar um produto ou serviço de forma a agradar a um público alvo.

Na minha opinião é muito mais fácil criar algo com um objectivo em mente, escolher o público e ver o que se lhe pode vender, do que o contrário. Isto está tudo mais do que estudado. A psicologia é cada vez uma área de interesse no marketing e nos negócios.

Fazer estudos

Hoje, fazem-se estudos vários de forma perceber o que os consumidores pretendem, é a forma que acarreta menos riscos. Pelo outro lado, lançar um produto sem saber o que pensam os consumidores ou se têm interesse na aquisição pode ser um erro tremendo. Certo? Nem sempre, a Apple não faz estes estudos, limitasse a criar coisas fantásticas e surpreender consumidores e concorrentes, exemplo iPad.

Não interessa em que ramo ou actividade nos situamos, temos de definir um público alvo de forma a poder levar até eles o que estes anseiam. Não interessa se é um produto, um serviço ou um blog. Seja antes ou depois, temos de ter em mente para quem trabalhamos, ou dito de outra forma para as pessoas que serão nossos clientes.

Para terminar deixo um gráfico com dados demográficos da página do investidor.pt no Facebook

publico alvo investidor

Dominar este conceito permite conceber estratégias direcionadas e potencialmente eficazes, de forma a podermos atingir os nossos objectivos. Especialmente na forma como comunicamos com o nosso público.

Comentários

Os comentários deste artigo estão fechados.