Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Vender uma casa através de rifas, sortear a casa

prédiosEm situações de dificuldade financeira e urgência na venda de determinados bens pode surgir a ideia de vender através de sorteio, como o mercado imobiliário está “um pouco” estagnado, não é fácil vender uma casa. A venda de casas em tempos de menor procura é muitas vezes difícil e por isso os preços tendem a cair. Mesmo vender casas a saldo pode não ser fácil!

O sorteio de casas pode ser técnica que pode ser legalmente vista como irregular, a verdade é que por vezes é realizada sem dar o devido conhecimento às autoridades competentes. Contudo se é para salvar uma falência pessoal até do ponto de vista moral pode ser vista com uma boa ideia para resolver a situação.

Como se vende uma casa através de rifas

Todos os processos de venda começam pela determinação do valor/preço para o bem, assim nada melhor do que saber quanto vale o imóvel ou bem que queremos vender, convêm ser um valor justo, porque quem irá ficar com o imóvel será provavelmente alguém dos circulo de amigos ou dos amigos.

Depois de apurado esse valor, divide-se o valor pelo número de rifas, que iremos mandar fazer e o preço após definido o preço unitário de cada rifa/vale de participação no sorteio.

Para uma casa com um valor de 100.000€ podem com bilhetes/rifas no valor de 50€ serão necessários vender 2000. A tarefa não é fácil, por isso há que criar um incentivo para que os seus amigos possam ter algum incentivo à venda. Assim criar um benefício/prémio para quem vender a rifa sorteado é altamente aconselhado, pode ser uma viagem, um telemóvel ou um televisor, um prémio no valor de de 500€ penso ser ajustado.

Claro que tudo deve ser definido à partida e as pessoas devem saber desse incentivo, até para que ninguém saia lesado.

Método de escolha do premiado

Para o método ser isento, o melhor será utilizar uma forma que não deixe qualquer dúvidas sobre o mesmo. Pode ser feito através da habitação que está em sorteio na presença de todos os participantes.

Assim depois de vendidas todas as rifas, agenda-se a reunião de sorteio do novo proprietário, com os comprovativos de todos os participantes num saco escuro, uma criança pode retirar o um papel. Está a casa entregue. O dinheiro da habitação foi totalmente realizado através da venda das rifas, sendo que após o sorteio apenas terá de escriturar o bem a favor do vencedor.

Em vez de vender a casa a uma pessoa, vendem-se rifas a várias pessoas com possibilidade de ganhar uma casa.

Nos artigos relacionados, pode encontrar outras ideias para vender uma casa ou imóvel.

Comentários

  1. Pedro Silva diz:

    Sinceramente nunca me tinha lembrado dessa Nuno. Obrigado pela ideia e criatividade.

    • Rui Carvalho diz:

      Boa tarde existem aqui varias questões legais, eu ando a pensar neste processo à mais de 6 anos, para puder fazer isso tem de estar autorizado pelo governo civil da área onde se situa o bem, é preciso fazer um deposito do valor do bem para salvaguardar situações menos claras isto é chegar ao fim e não se realizar o sorteio (como esta depositado o valor do bem todos estão salvaguardados).

  2. Rui diz:

    Genial

  3. Nuno diz:

    Boas Pedro
    Desta vez a ideia não é minha, pois vi na televisão uma reportagem sobre o sorteio de casas há uns anos! O que escrevi foi com base nessa reportagem/ideia.
    Ainda bem que gostaste.

  4. Maria diz:

    A ideia é genial. Será que um particular pode vender a sua casa dessa forma ou é apenas aplicável a entidades organizadas? É legal?
    Que implicações em termos fiscais?

  5. Nuno diz:

    Olá Maria

    Sortear uma casa não é legalmente permitido a pessoas singulares, estando reservado a pessoas colectivas (empresas). Tal como desconfiava antes de escrever este artigo.
    Depois de aprofundar o assunto não sei se não será uma boa ideia de negócio criar uma empresas para rifar/sortear casas 😉
    Bons negócios

    • Joao Pina diz:

      Houve um senhor que vendeu assim um café em espanha “Tu negocio por 50 €”… Acho que poderias falar com autoridades competentes como o governo civil que normalmente é quem controla outro tipo de “loterias”…Pelo que se vê por ai nos concursos televisivos estes são controlados por essas entidades tendo em vista um decreto lei xpto.

      Não sei até que ponto é possivel, mas tentar não custa…

      Cumps a todos e continuaçao do projecto

  6. Pedro Moura diz:

    Cuidado com as rifas , em duas mil por exemplo a probabilidade de sair nas primeiras 200 é elevadíssima , acabando logo com o processo , neste caso o dono ficava apenas com 10 000 € , é muito arriscado, para um valor desses nunca 10 x mais o valor do bem caso contrário nunca se atinge o valor alvo.

  7. Nuno diz:

    Olá Pedro Moura, obrigado pelo comentário

    Não sei se me expliquei bem, mas a ideia é sortear a casa apenas é só após vender todas as rifas! Pretende-se obter o mesmo dinheiro que se conseguiria vender o imóvel .
    Votos de sucesso

  8. Luis diz:

    Bom dia Nuno,

    Que garantias legais se pode dar as pessoas que compram essas rifas, temos que dar credibilidade porque uma rifa de 50€ é um valor consideravel. Se tal não acontecer, quem pode dizer que a pessoa após vender metade das rifas e realizar 50.000€ decide resolver os seus probelmas e já não realizar o sorteio.

  9. Nuno diz:

    Olá Luís, obrigado pelo seu comentário
    O artigo é só uma ideia, não estou a fomentar este tipo de actividade, apenas divulguei a ideia.

    Em relação ao ponto que refere, se as rifas forem vendidas através do circulo de amigos e amigos dos amigos, não deve haver problemas de maior, pois são pessoas que se conhecem. Não é vender a qualquer pessoa que passa na rua!
    A rifa deverá ter imprimido a que se destina e os dados do imóvel que está para sorteio. Assim seria necessário queixar-se de burla, que as autoridades mais tarde ou mais cedo tratariam de punir o aproveitador, a imagem perante os amigos seria também afectada, caso não deixassem mesmo de o ser.
    Votos de sucesso

  10. Diogo diz:

    Excelente noticia, em Espanha e na Aústria já existe umas situações assim! Em tempos de crise a criatividade vence!!

  11. Nuno diz:

    Olá Diogo, obrigado pelo comentário
    Uma expresão que me veio agora à cabeça: “a tropa manda desenrascar”
    Votos de sucesso

  12. Maria Costa diz:

    Bom dia Nuno,
    Tenho estado a pensar nessa solução, mas tenho falta de informação para que o possa fazer concretamente. Sendo o Nuno um investidor, não gostaria de me ajudar nesta situação?

    • Nuno Casimiro diz:

      Olá Maria Costa

      Neste momento estou cheio de trabalho, infelizmente não vou poder ajudar.
      Votos de sucesso

  13. simone diz:

    Alguém conseguiu?

  14. oslaida conesa diz:

    ola, nuno, quero rifar minha casa em Cuba, o goberno permitio a venta de casa. Nao tenho idea de como fazer a rifa. obrigada

  15. Carina Pereira diz:

    Boa noite Nuno,
    Li a sua ideia e todos os comentários seguintes…
    Lembrei-me de pesquisar de como vender uma casa através de rifas, visto que estou numa situação complicada;, com o negócio só tenho vindo a acumular dividas, vou abrir insolvência…, o marido ficou desempregado, enfim… pior não poderia ficar… começo a ficar desesperada, até porque tenho um filhote pequeno e não tenho a quem recorrer… Desculpe o desabafo…
    Será que o Nuno ou alguém me poderia ajudar e informar de como se processa este tipo negócio??? (venda de rifas e sortear a casa).
    Agradeço toda a informação que me possa dar.

    Cumprimentos

    • Nuno Casimiro diz:

      Olá Carina

      Infelizmente não sei como ajudar. Deixei a ideia

      Votos de sucesso

  16. Nelson diz:

    Olá Nuno!

    A ideia de criar uma empresa para sortear casas é interessante! Que legislação leste para chegar à conclusão que uma empresa poderá fazê-lo e particulares não?

    Obrigado

  17. Maria diz:

    Há um filme, onde isso é feito. Acho que o nome é Festa para um Funeral. Ele faz uma festa e cobra os ingressos, o convidado deve contar uma história sobre o futuro defunto. Quem for sorteado ficará com as terras dele quando ele morrer!
    No Brasil é proibido a particulares fazer sorteios e concursos, seria um tipo de captacao de poupanca. Mas e se for cobrado o ingresso para a festa (onde eventualmente estará embutido o preco da rifa) e o sorteio for gratuito? Nao sei, mas o que nos deixa indignados é ver as redes de TV fazerem concursos/sorteios e ganharem dinheiro a rodo. É preciso conhecer a legislacao.

  18. MARCOS diz:

    Marcos,leia com atençao.Muito obrigado

  19. filipe diz:

    tbm gostaria de rifar a minha casa mas gostava de ter mais informação sobre esse processo e como fazer as coisas direitas

  20. pires rosa diz:

    ola senhor NUNO sou dona de uma vivenda que gostava de vender por uma rifa estou no estrageiro solicitava a sua ajuda obrigado

  21. toze diz:

    Ola senhor Nuno tenho algo para vender, mas gostaria de saber se não há nenhum site em que se possa vender as rifas mas através da internet?

    • Nuno Casimiro diz:

      Olá Toze

      Não faço ideia. Sendo a ideia boa, a legalidade de rifas não é simples

      Votos de sucesso

  22. jose manuel diz:

    bom dia queria falar a senhor nuno casimiro eu jose manuel dos santos marme obrigado

  23. henrique diz:

    É uma excelente ideia e agora com a internet pode ser vendido em todo o mundo
    anunciar em redes sociais etc….
    até podia ser vendido a 2 Euros cada rifa, claro tudo legalizado ou por uma imobiliaria com a autorização do governo cilvil.