Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Superar dificuldades por vezes não é fácil

seguir em frenteAs dificuldades podem ser substituídas por desafios. Superar desafios soa muito melhor do que superar dificuldades. Em boa verdade todos nós temos os nossos altos e baixos, não é possível estar sempre em alta nem sempre em baixo. O engraçado de tudo isto é que por vezes são necessárias pequenas coisas para mudar o estado de espírito de cada um. Uma simples multa pode deitar-nos abaixo, tal como rever um amigo nos pode trazer um novo ânimo.

Já aqui publiquei diversos artigos que podem ser considerados motivacionais, com coisas que me ajudam a estar mais motivado e a transpor os momentos menos bons de forma rápida.

Recentemente publiquei um artigo sobre a minha juventude, esse artigo, teve uma segunda intenção, que provavelmente ninguém se apercebeu, esse artigo não pretendia estimular somente quem me lê, não. O artigo pretendia dar-me força a mim, e relembrar-me da garra e da força que tenho dentro de mim.

Acorda-la às vezes é preciso tratamento de choque 🙂

Aproveitar os sucessos ou experiências passadas para nos motivarmos para o futuro parece-me um boa forma de superar os obstáculos. Motivo-me muitas vezes adoptando este tipo de pensamento.

Por vezes é necessário medicação

Quando não se está bem, pode ser necessário consultar um especialista na matéria, um psicólogo. Agora que estou melhor, mas penso que poderia ter sido mais fácil se tivesse tido ajuda médica.

Eu estou cá desconfiado que atravessei uma depressão nos últimos meses, mais acentuada desde o início do ano. As causas não são fáceis de determinar. Talvez o facto de trabalhar sózinho, em casa ou no escritório, tenham sido o principal motivo para fraquejar. Existem soluções para para resolver esta questão, mas por vezes é necessário também um pouco de coragem e apoio. Eu gosto de trabalhar em equipa, e provavelmente de terei brevemente de criar a minha própria solução.

Pensar demais pode trazer problemas

Um das coisas que tem estado muito presente na minha vida são os assuntos pendentes, ele é negócios, empregos, parcerias, aquisições, alienações, financiamento, etc. Muitas coisas pendentes, o pior é que depois acabam por grande parte delas por não se concretizar. A indecisão dos outros também nos afecta. Não saber com o que podemos contar acarreta também a sua quantidade de stress.

Temos de seguir em frente, prá frente é que é o caminho, e tristezas não pagam dívidas

O facto de ter andado um pouco em baixo de forma, condicionou-me mas continuei a fazer coisas, mas a um ritmo muito lento. A falta de produtividade também pode ser prejudicial, especialmente para que vive do que produz, o trabalho motiva.

A escrita é muito afectada pelo estado de espirito. Deste modo,  uma das regras que possuo quando escrevo é: nunca escrevo quando não estou positivo. Isso iria refletir-se na minha escrita. Por vezes é tão fácil cair na tentação de criticar tudo e todos, eu pretendo ser uma pessoa que puxa para cima e não para baixo 🙂

Nem tudo tem de ser mau

No meio desta história toda, acabei por recentemente num evento e no contacto com outros empreendedores online ultrapassar essa fase. Sim, nos últimos 5 dias, já fiz mais coisas do que nos restantes dias do ano. Reformulei sites, dei início à expansão de um projecto internacional (Brasil), criei um novo site e entrei num novo nicho de mercado.

O que mostra bem que por vezes são necessárias pequenas coisas para dar a volta por cima de certas situações.

Este artigo não estava de todo programado, no entanto, como no mês passado não apresentei o livro mensal na newsletter, pensei que seria bonito dar uma explicação. Assim o livro que estava para ser apresentado nessa newsletter será apresentado aqui num artigo nos próximos dias. Acabo por promover também um pouco mais a newsletter 🙂

Força de vontade é essencial

Para poder deixar alguma mensagem que possa ser útil, deixo a dica: por vezes um retiro espiritual também pode ajudar a encontrarmo-nos connosco próprios, eu fiz um no mês de Setembro passado. É necessário ter força de vontade para querer alterar a realidade actual, e isso todos podemos fazer, focando-nos no que queremos para a nossa vida.

Comentários

  1. Filipe Santos diz:

    É verdade Nuno, a vida, por vezes, prega-nos partidas e manda-nos abaixo e, nos tempos que se vive, eu creio que não tem sido fácil para ninguém. Mas, é nestes momentos que se vê a força que as pessoas têm para se erguerem, e tu tens e conseguistes.

    Força nisso e estamos cá para o que for necessário. 😉

    Abraço

  2. Nuno diz:

    Olá Filipe

    Obrigado

    A vida é mesmo assim 🙂
    Abraço

    • Renato diz:

      Olá Nuno, fico feliz por estar melhor.
      Entendo perfeitamente este texto e sei que não é nada fácil superar certas dificuldades…no entanto torna-se mais fácil quando temos o conhecimento como dar a volta a situação como são alguns dos exemplos que dá no artigo.
      Outra coisa para o motivar no seu caso em particular é que o Nuno tem a sorte ( e o mérito) de ter muitas pessoas que o seguem e que o admiram. Na próxima vez que tiver menos bem pense na quantidade de pessoas que estão ansiosamente à espera de ler os seus artigos fantásticos.
      Vai ver que fica novo 😉
      Continuação de sucesso.
      E como hoje é o dia mundial do abraço. ….
      um forte abraço.

      • Nuno Casimiro diz:

        Olá Renato

        Muito obrigado pelas suas palavras

        (o seu comentário ficou em aprovação) :-/

        Vou lembrar-me das suas palavras. Obrigado
        Em Setembro volto com a força toda 🙂

        Votos de sucesso

  3. António Azevedo diz:

    Ora viva, Nuno.
    Ainda bem que já está UP…UP!… Realmente aprecio a tua frontalidade e seriedade que não deixa de ser contagiante. Pelo que escreveste, não tenho a menor dúvida de que tens toda a razão e que de vez enquando é necessário pararmos e decidir o que queremos da vida. É o que se está a passar comigo neste momento e podes crer que ao ler as tuas palavras, não resisti a escrever.
    Força e em frente que é o caminho… o passado não volta e o presente depressa passa…
    Sem dúvida que é de salutar a tua força de vontade… Força que não estás sozinho!…
    Abraço.

    • Nuno Casimiro diz:

      Olá António

      Muito obrigado pelo apoio

      É tudo uma atitude mental.

      Abraço

  4. daniel carlos diz:

    Eu honestamente estou sem palavras proprias para agradecer os seus conselhos no diz respeito da vida de vanguardia. Como receber seus livros e/ou artigos meu caro?

    • Nuno Casimiro diz:

      Olá Daniel
      Obrigado
      Basta seguir o blog. Tenho mais de 500 artigos. É tudo grátis 🙂

      Votos de sucesso

      • daniel carlos diz:

        Eu tenho um projecto , so me fundos para arrancar. O que faco meu caro?

      • daniel carlos diz:

        Eu tenho um projecto , so me falta de fundos para arrancar. O que faco meu caro?