Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Subscrição de um plano poupança reforma é obrigatória

Todos os investidores devem possuir um plano poupança reforma, é com certeza um dos melhores investimentos financeiros para quem pensa no futuro e nas suas retribuições mensais depois de terminar a sua actividade laboral.

Uma das vantagens deste tipo de produto muito semelhante a fundos de investimento é as possibilidades que o mercado apresenta, pode ser ajustado ao perfil de cada investidor em termos de risco, existem os planos poupança de reforma com rendibilidade mínima garantida e PPR com exposição aos mercados accionistas com possibilidades de rendibilidades elevadas, mas sem garantia de capital, a rendibilidade está no risco.

Benefícios Fiscais

Os benefícios fiscais são também um incentivo forte na subscrição deste tipo de produtos de poupanças sendo o motor do crescimento das quantias sobre gestão. Os 20% de reembolso em cede de Imposto sobre o Rendimento de Pessoas Singulares é imperdível, mesmo inferior ao oferecido em outros tempos pelo Estado português , não pode ser descurado na gestão das suas finanças pessoais e as relações que mantêm com o ministério das finanças.

Os planos poupança são um investimento de longo prazo, contudo existem formas de fazer o resgate da poupança sem penalizações dos benefícios fiscais, caso de doença e desemprego de longa duração.

Estratégia para planos poupança reforma:

reformados em banco de jardimTodos os investimentos que fazemos merecem um análise e definição de estratégia, para poder extrair o máximo de rendibilidade, os planos poupança reforma não fogem à regra, depois de tomar a decisão da sua constituição importa pensar como vamos fazer as entregas, podemos fazer entregas mensais, anuais ou simplesmente esporádicas.

Automatizar as subscrições do seu plano poupança reforma facilita a gestão das suas finanças pessoais, pois é mesmo um assunto que terá de se preocupar e se aplicar a poupança em produtos com volatilidade, ainda consegue preços médios de subscrição.

A estratégia ideal de investimento nos planos poupança Reforma é possuir vários: um plano de subscrição no banco A e outro no Banco B, pois um plano de poupança reforma terá melhor performance em termos de rendibilidade que o outro, só não sabemos qual deles terá o melhor resultado, apostamos em 2. Depois de alguns anos pode fazer o mesmo nos bancos C e D. Pode também utilizar a seguradora A e B.

Claro que pode esta estratégia para aplicação das suas poupanças pode variar, conforme as suas disponibilidades financeiras, pode utilizar apenas um se não conseguir colocar de mais de 50 Euros/mês ou pode fazer reforços esporádicos no PPR de melhor desempenho.

Na facha etária até aos 40 anos pode constituir Planos poupanças reforma com exposição elevada às acções. Na facha dos 40 -50 anos poderá subscrever PPR onde predominam as obrigações e não tem mais de 10% em acções. A partir dos 50 anos e porque a reforma já está próxima aplique a poupança nos PPRs de capital garantido.

Estas são algumas das estratégias para a subscrição de planos poupança reforma, decerto existirão outras tão boas ou melhores que estas, desde que sejam o mais adequadas ao seu perfil de investimento.

Comentários

Os comentários deste artigo estão fechados.