Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Soluções de habitação alternativas

Todos precisamos de um lar, um ponto onde é possível retemperar forças e ganhar ânimo para novos desafios. Hoje existem várias alternativas, que vão muito além das tradicionais casas de alvenaria, não se ficando pelas casas construídas em Madeira ou contentores metálicos. Na verdade existem opções para vários tipos de pessoas e diferentes níveis de capacidade financeira.

Viver num barco

Viver numa embarcação pode ser opção para quem gosta de água e mar, a grande vantagem é poder desamarrar e seguir para outra localidade ou simplesmente fazer refeições em alto mar. A mobilidade que proporciona permite fazer férias em cidades costeiras por um custo muito baixo, já que o alojamento é móvel. É necessário algum espírito de aventura. Não está ao alcance de todos, já que o custo associado transcende em muito o preço do simples barco, manutenção e marina tornam esta forma exclusiva a certas carteiras e certos estilos de vida.

Viver num parque de campismo

Uma das formas mais económicas de ter um local para repousar por um custo muito, muito baixo. Da tradicional altura de utilização, Verão, porque não utilizar este espaço para viver permanentemente. É um forma bem inteligente de poupar dinheiro, embora possa não ser uma opção para viver eternamente, em determinadas condições pode ser uma ideia a aproveitar. Existe a desvantagem de haver certas comodidades que ficam de fora, mas o custo é muito inferior ao arrendamento de uma habitação.

Viver numa roulote/autocaravana

A mobilidade ao alcance de todos, viver numa autocaravana é algo que propicia a aventura e a qualidade de vida. Permite acordar a olhar o mar ou simplesmente à porta do local de trabalho. Um camião adaptado proporciona mais espaço que muitas casas, com um aproveitamento e decoração do espaço pode ter-se muito charme no tecto móvel. Permite e facilita conhecer países com acesso rodoviário, os custos com férias resumem-se à aquisição de combustíveis e alimentação.

Ao nível fiscal existe também uma forte penalização, tal como todos os meios de transporte, mas também poderá ser desnecessário possuir um automóvel para deslocações em família e neste caso vai com a casa atrás!

Viver numa residencial ou hotel

Uma solução para quem não se quer preocupar com as arrumações da habitação, não pretende cozinhar, não pretende pagar impostos e ter todos os dias um pequeno almoço à sua disposição. A solução ideal para desfrutar ao máximo da vida sem preocupações com tarefas rotineiras e todos os inconvenientes à propriedade de uma casa.

Se é verdade que todos necessitamos dum tecto, esse pode muito bem ter mobilidade, apesar de socialmente ainda não ser aceite e nada comum, não há nada como ser o primeiro a ter uma residência permanente móvel.

Comentários

Os comentários deste artigo estão fechados.