Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Ser Mediador: como escolher a seguradora

Se está a pensar enveredar pela profissão de mediador de seguros lembre-se, antes de mais, que esta perante um desafio: o mercado está muito competitivo e penso que bastante desgastado. O que pode fazê-lo sobressair da concorrência é sobretudo a seriedade e a dedicação. Todo o mediador que trabalha com seriedade e dedicação consegue manter-se e triunfar no mercado.

Depois desta decisão estar bem ponderada coloca-se a seguinte questão: com que empresas vou trabalhar? Como selecioná-las? Eis algumas dicas para tornar esta tarefa mais fácil.

Que seguradoras escolher?

Ao escolher a seguradora com que pretende trabalhar deve ter em consideração os seguintes aspectos: a seguradora é sólida e credível? É rápida na resolução de sinistros? Tem preços competitivos?

Credibilidade

O nome da seguradora tem alguma influência na escolha, por parte do cliente, do seguro a fazer. Logo, opte por seguradoras bastante conhecidas no mercado e com bom nome. Digo isto por experiência própria pois há sempre clientes que preferem escolher a seguradora pelo nome e pelos valores que esta transmite e não apenas pelo preço dado.

Sinistros

Ser mediador não é apenas vender seguros. Antes pelo contrário, essa é na verdade a parte mais fácil da profissão. A gestão de sinistros é algo que dá bastantes dores de cabeça. Por isso tente saber se a seguradora que pretende escolher tem um bom sistema de resolução de sinistros. É importante que num momento difícil como o de um acidente a seguradora apoie o cliente e, claro, o mediador. Uma boa e rápida gestão de sinistros deixa o cliente satisfeito e é um argumento válido para não anular o contrato.

Preço

A seguradora mais barata este ano pode não o ser no próximo. Logo escolher a seguradora pelos preços que pratica pode não ser a melhor solução. Mas como o preço é um argumento importante na venda, o ideal é selecionar uma seguradora cujas tarifas não oscilem muito de ano para ano. Desta forma, evita perder para a concorrência todos os contratos que ganhou no ano anterior.

Variedade

Trabalhe com mais que uma marca. Desta forma terá mais probabilidades de ganhar o negócio, pois se uma não tem preço a outra poderá ter. Ao trabalhar com mais do que uma poderá igualmente apresentar mais variedade e ter mais probabilidades de agradar ao cliente. Mas atenção não exagere! Pode começar com duas seguradoras diferentes e ir alargando consoante as necessidades e o conhecimento do mercado.

Comissões

Por cada seguro que vender, a seguradora atribui-lhe uma parte: a sua comissão. O valor da comissão atribuída ao agente depende de seguradora para seguradora. Pode também variar consoante o volume de carteira do mediador e do tipo de seguro vendido. Seguros de vida, poupança e saúde podem dar mais comissão ao agente que um de igual valor de automóvel. Além das comissões as seguradoras premeiam também os seus agentes pelo seu desempenho através de sistemas de incentivos.

Apesar da comissão que receber ser importante, é mais importante ainda cativar o cliente. Para o fazer terá de trabalhar com uma seguradora sólida, com qualidade, eficácia e, claro, com bom preço. Se não cativar o cliente e ganhar o negócio não receberá nada. Estude com a seguradora o seu sistema de incentivos e comissionamento, mas dê mais atenção ao cliente. Cliente satisfeito é negócio garantido!