Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Os melhores investimentos para o próximo ano (2011)

Com o aproximar de um novo ano, novos desejos e ambições surgem para a mais comum das pessoas. A passagem de ano é um ponto de viragem e análise de negócios e investimentos anteriores. As empresas fazem normalmente os inventários e o fecho de contas e o cidadão entra num novo ano fiscal.

Na óptica de um pequeno investidor os melhores investimentos que se podem fazer são:

Apostar na formação

A formação é algo de muito importante pois influencia positivamente as decisões que tomamos em todos os sentidos. Com o enriquecimento pessoal ganham-se novas competências, abrem-se horizontes, seja ao nível dos investimentos financeiros, com uma análise mais cuidada dos riscos que se enfrentam, seja na definição de uma estratégia para criar um empresa ou um negócio.

Nunca é tarde para aprender, e com os programas existentes, só não aprende quem não quer. Seja com as Novas Oportunidades para concluir o ensino secundário ou com os Maiores de 23 que facilita o acesso ao ensino superior, em 3 anos pode ter-se uma licenciatura!

Criar um negócio

Por vezes é nos piores momentos que se podem encontrar as melhores oportunidades, assim poderá ser a altura ideal para criar um pequeno negócio, conquistar clientes e construir uma empresa que pode superar o primeiro ano de actividade. Algumas empresas vão sobreviver, outras falharão e algumas alcançarão o triunfo com as devidas recompensas para os seus proprietários.

Investir em imobiliário.

Estudar o mercado imobiliário, procurando oportunidades para investir, procurando uma renda mensal através do arrendamento pode ser a diferença entre preparar o futuro e viver simplesmente o presente. Uma ideia para fazer crescer exponencialmente os conhecimentos imobiliários será fazer um part-time como angariador imobiliário.

Iniciar o investimento em acções

Com os mercados accionistas em baixo, com o preço das acções perto de mínimos históricos são razões bastante motivadoras para arriscar um pouco, podendo e devendo diversificar sempre os sectores onde se investe. O sector da banca está muito apetecível! Claro está que é necessário disponibilidade financeira e deve investir-se sempre com um horizonte temporal não inferior a 5 anos.

Investir na internet (opcional)

Decerto não se aplicará a todos,  pois é necessário dedicar bastante tempo as todas as variáveis que o negócio exige, mas existem boas oportunidades de negócio na internet! Para começar sem perder dinheiro nada melhor do que criar um blogue em www.wordpress.com ou www.blogger.com e começar a aventura de partilhar informação. Claro que esta é apenas uma dica de iniciação, a internet é muito mais do que blogues, existe um mundo onde se pode ganhar dinheiro para os mais resistentes e dedicados. Não será assim com todos os negócios!

Bons negócios e investimentos, com muitas mais valias para o ano de 2011. E que o amor e a saúde nunca nos abandonem!

Comentários

  1. Roberto ribeiro diz:

    ola nuno tenho uma ideia para criar uma empresa de remodelaçoes imobiliarias em que consiste em comprar os imoveis em leiloes o mais barato possivel remodelar os dando lhes uma cara nova e vender o imovel ou arrendar ate o vender nao sei se é possivel isso o meu maior problema e que sei o que fazer tenho conhecimentos para tal e pessoas com quem trabalhar ou seja uma equipa formada para as varias stages do processo de remodelaçao mas as minhas economias nao me permitem tal aventura e tambem nao encontro ninguem que seja o meu investidor que ou compre as casas e nos as remodelemos ou que se junte a mim neste pejecto .gostaria que se possivel me desse algumas luzes sobre o que posso e devo fazer
    desde ja um obrigado
    e parabens pelo site tem me ajudado muito

  2. Nuno diz:

    Olá Roberto

    Obrigado pelo seu comentário e pelas suas amáveis palavras

    A intenção do site é mesmo partilhar conhecimentos e ideias.

    Em relação ao assunto que aborda, vou escrever um artigo a aprofundar esse negócio, aliás é um negócio que já me lembrei várias vezes. O pior é que as disponibilidades financeiras que andam por baixo ;-(

    Para a semana saí esse artigo.

    Votos de sucesso
    Nuno