Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Onde e como queremos estar daqui a 10 ou 20 anos

caminho, quer vencerUm dos aspectos que importa questionarmos a nós próprios é mesmo o que pretendemos para o futuro, em que situação pretendemos estar. Ter um objectivo para o futuro e segui-lo de forma à realização de ambições pessoais.

Apontar uma data para a realização de dar um rumo à vida, criar e seguir um projecto de vida. Quem diz 10 anos, diz 20 anos o horizonte temporal é aquele que nós queiramos. A ideia é comprometimento com nós próprios, para superar períodos menos produtivos ou de menor motivação.

Pensar no futuro condiciona as nossas acções e decisões do presente, se queremos ser saudáveis, deveremos ter cuidado com a alimentação e fazer exercício fisico. Se queremos atingir a nossa independência financeira teremos de trabalhar e investir para isso. Seja qual for o objectivo definido existe um conjunto de tarefas que irão ao encontro desse resultado.

Mesmo que não se saiba o que se quer, sabe-se o que não se deseja

Quem quer ter uma vida financeiramente mais estável no futuro, terá de efectuar poupanças e investimentos no presente. O equilíbrio é fundamental para poder melhorar a condição de vida no futuro.

Passos para criar objectivos e perseguir sonhos para o futuro:

Planear

Antes de mais dever-se-á definir quais são os objectivos ou o que queremos ver satisfeito no futuro. Após essa definição deveremos criar uma estratégia para alcançar a meta proposta. Convêm que exista a premissa de ser concretizável, pois estabelecer objectivos inalcançaveis levará à desistência, à perda de foco e por fim à frustação de não atingir o que inicialmente se tinha proposto. O objectivo principal poderá ser dividido em pequenos objectivos intermédios, de forma a poder congratular-se pelo caminho já percorrido.

Estruturar

Após saber o que se pretende alcançar, importa definir os caminhos possíveis para alcançar o fim. Criar o documento e o comprometimento que faremos o necessário para não desviar a atenção. Devemos ainda garantir que executaremos os passo que definimos para a realização com sucesso do que é pretendido. Se queremos aumentar o nosso património, podemos ter de prescindir de férias com viagens dispendiosas por alguns anos. Utilizar o máximo das poupanças em investimentos e em activos que gerem rendimentos por forma a potenciar a geração de riqueza.

Fazer

Pôr as mãos na massa ou seja trabalhar para que tal aconteça, fazendo o que é necessário. Caminhar na direcção pretendida. Sem acção não pode haver transformação. Assim é caso para voltar a repetir que tudo depende de si ou de mim. Está ao alcance de todos perseguir os sonhos e objectivos, mesmo que isso dê o seu trabalho. Se for necessário encontrar um trabalho em part-time ou regressar à escola para aumentar o nível de escolaridade e conhecimentos, há que ter coragem para agir. As recompensas vêm sempre no fim de um caminho.

Corrigir desvios

As incertezas, os erros, podem levar a que as estratégias e os caminhos definidos inicialmente não funcionem. Contudo após a monitorização do que foi alcançada uma determinada etapa, face aos objectivos, dever-se-ão definir novas estratégias ou até quem sabe congratular-se pelos resultados alcançados. Torna-se fundamental controlar os nossos progressos, para podermos efectuar pequenos ajustes.

Temos de saber onde estamos e para onde vamos, para não navegarmos à deriva pela vida. Temos de ter uma missão ou propósito de vida. Uma vida sem objectivos é demasiado vazia!

Comentários

  1. Katia diz:

    Bom dia Sr.Nuno Casimiro, obrigado por suas palavras . Eu so tenho que por in pratica!.

    • Nurul-Aine Abdula diz:

      Prezado Irmao Nuno
      Nao se canse por favor de espandires a dadiva com a qual Deus te brindou.
      Nao imaginas o quanto isso tem tirado muita gente do abismo
      Receba minhas calorosas congratulacoes.

      NURUL-AINE

      • Nuno Casimiro diz:

        Olá

        Muito obrigado pelas palavras de incentivo

        Votos de sucesso

  2. Paulo Monteiro diz:

    Grande Nuno ,
    obrigada pelas tuas sábias palavras.
    és uma fonte de energia .
    Abraço
    Paulo Monteiro