Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Lavandarias são um bom negócio?

Nada melhor do que começar por definir o conceito de negócio à moda da estratégia. Então uma lavandaria ao contrário do que se possa pensar não lava e engoma roupa, diminui é a carga de trabalho dessa actividade aos proprietários de peças de tecido, logo proporciona mais tempo às pessoas. Com base nisso é que deverá assentar o modelo de negócio para este tipo de serviços.

Tipos de lavandarias

Existem 2 tipos de lavandarias, as que têm como público alvo as empresas e as que prestam serviços ao consumidor individual.

Existem várias actividades comerciais que podem necessitar de um serviço externo de limpeza e engomadoria de roupa: Restaurantes, Hotéis (pensões, Estalagens, Residenciais) instituições de Solidariedade Social, cabeleireiros,

Todos nós necessitamos de vestuário lavado e engomado, assim podem surgir vários conceitos de negócio para a satisfação desta necessidade. Podemos pensar em lavandarias com recolha e entrega ao domicílio, através de loja, mix das 2, ou até mesmo inovar e criar produtos específicos para diferentes tipos de clientes como sejam estudantes, idosos ou outros.

A actividade de uma lavandaria vai para além do simples tratamento da peças de tecido e vestuário, pode executar serviços especializados como a limpeza de couros, cabedais, impermeabilização de tecidos,  tinturaria e a limpeza de outros produtos menos frequentes.

Lavandarias em expansão

O franchising também veio dar uma ajuda a este tipo de actividades lançando empresas de tratamento de roupa um pouco por todo o lado. A par deste negócio deu-se um novo rumo ao negócio da costura, com a abertura de várias empresas de arranjos……

Criação de uma lavandarias a partir de casa

Um modelo de negócio que pode ser criado até a partir de casa é sem dúvida, lavar e passar a ferro para fora, como o modelo de negócio à peça ou por contrato mensal para um x de peças. Pode ser implementado em praticamente todas as zonas desde que existe uma larga fatia de pessoas que não queira cuidar da sua roupa.

Lavandaria especializada em prestação de serviços a restaurantes

Uma leitora do site (Iva) solicitou através da análise de negócios, criar uma lavandaria especializada em tratamento de toalhas e guardanapos de restaurantes pois no meu entender pode ser uma boa ideia é uma questão de iniciar contactos com os gerentes dos restaurantes e ver a aceitação da ideia por parte dos mesmos, não deverá ser preciso mais de 1 dia para ver se esse negócio tem pernas para andar.

Mas antes de iniciar contactos, fazer propaganda ao serviço (este e todos os outros) deve-se estruturar ideias, definir o que há para definir, quem faz o quê, que preço praticar, etc. Pois quando se entra na fase de angariação de clientes é importante ter resposta para todas as questões e saber até onde pode ir. Por exemplo qual é a quantidade máxima de toalhas que consegue lavar por dia. Qual é o mínimo que torna o negócio rentável (ponto de equilíbrio) pois se tiver apenas 1 cliente com entregas diárias de toalhas dificilmente paga o combustível das deslocações.

O maior argumento de vendas para este tipo de serviço e que faz toda a diferença para quem não utiliza toalhas e guardanapos de pano é sem dúvida a imagem de qualidade que é transmitida aos clientes, não é por acaso que todos os bons restaurantes as usam. Claro que o custo será sempre superior às vulgares tolhas de papel, o restaurante estará a proporcionar um maior satisfação ao cliente e não terá acréscimo de trabalho. Para angariar clientes que já possuem toalhas e guardanapos de tecido basta praticar um preço competitivo. Atenção que estes podem ter alguém que faz o serviço em estilo de part-time e sem pagamento de impostos que pode dificultar a entrada da empresa.

Uma estratégia para conquistar clientes seria proporcionar o aluguer das toalhas e dos guardanapos, seria serviço completamente diferente, no fundo apenas se cedia a utilização de tolhas limpas para as refeições, ao invés da simples lavagem. Não sei se existe já alguém a fazer isso nem quais os valores que praticam, é preciso consultar o mercado.

Penso que as lavandarias prestam um serviço de valor acrescentado à comunidade, aumentando o emprego e fomentando e melhorando a qualidade de vida de todos os que as podem utilizar portanto na minha opinião pode ser um bom negócio.

Comentários

Os comentários deste artigo estão fechados.