Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Investir em Portugal. Existem alternativas?

Portugal é um país com imensas possibilidades de investimento. Quem tem disponibilidades financeiras não necessita procurar no estrangeiro oportunidades pois elas existem por terras lusas. Ao investir em Portugal facilita a recuperação 0 que puxara o país para cima e acabamos por ganhar todos. Com tantas hipóteses de investimento o mais difícil será decidir onde aplicar as poupanças ou o património.

Bolsa de valores

A bolsa está a saldos e existem inúmeras empresas que se apresentam como uma excelente oportunidade para entrar neste tipo de investimento. Se as escolhas forem bem feitas e fundamentadas será praticamente impossível estar a perder dentro de 5 anos. Existem títulos muito seguros a preços bastante apetecíveis.

Certificados do Tesouro

Pode investir-se em dívida soberana, os Certificados do Tesouro proporcionam uma boa rendibilidade para o horizonte temporal de 10 anos para quem não está disposto a enfrentar outros riscos. Esta é a forma mais conservadora de investir.

Iniciar um negócio ou comprar um empresa

Existem bastantes negócios cujo conceito ainda não está representado em Portugal o que demonstra que existem muitas oportunidades por explorar. Trazer conceitos de outros países é uma tarefa muito simples especialmente para emigrantes com mais visão.

Adquirir uma empresa no mercado também é uma forma de entrar no mundo empresarial e num ambiente em que o sentimento geral é negativo é muito mais fácil negociar e fazer um negócio bem proveitoso. Comprar uma empresa falida pode ser uma forma de obter activos por um valor bastante favorável.

Imobiliário

Com a crise, o acesso a créditos bancários é mais difícil, os bancos são muito mais criteriosos na sua cedência e o mercado perdeu parte do seu vigor. O mercado imobiliário está muito dependente dos empréstimos bancários. Com menos potenciais compradores os vendedores têm de baixar o valor dos imóveis caso queiram mesmo concretizar a venda e deu lugar à proliferação de leilões imobiliários.

É na crise que se investe

Os momentos de crise proporcionam boas oportunidades de investimento, sempre foi assim e sempre será. O 11 de Setembro foi terrível para o mundo, muitas pessoas morreram muitas empresas fecharam, mas quem entrou nos mercados accionistas nos dias que se seguiram obteve um bom retorno financeiro.

O desinvestimento proporciona oportunidades

Muitos investidores vendem as suas posições, os preços caem a pique pois não existem compradores para satisfazer tantas vendas e é a lei da oferta e da procura em acção. Este movimento acontece quer nas bolsas de valores quer nos negócios de empresas reais.

Se todos os proprietários de ginásios decidirem vender o seu negócio inundam o mercado com oferta deste tipo de actividade, logo para conseguirem efectuar a transação têm de baixar o preço de venda e criam oportunidades para quem compra.

As crises são boas para as empresas

O facto de fecharem/falirem algumas empresas eliminam concorrência e assim que os níveis de procura subirem, as empresas que conseguem subsistir a estes período, vão facturar mais. As empresas mais mal preparadas são eliminadas do mercado, o que irá fortalecer as outras, já que os consumidores podem retrair os seus gastos, mas não deixam de existir.

Apostar na exportação

Um país tão pequeno mas que é capaz de estar entre os melhores do mundo em vários sectores, tem muito potencial por isso vamos alargar essa influência. Não será necessário falar em cortiça ou azeite basta seguir os passos da FlyLondon. Somos os melhores do mundo em: fatos de natação, celas para cavalos, sabonetes, amarras de plataformas petrolíferas, etc. Vamos ainda criar mais alguns dos melhores produtos do mundo de certeza.

Materiais de Qualidade + Design inovador + Posicionamento superior  + custos controlados = Sucesso

Ser positivo gera oportunidades. Mesmo nos piores momentos se podem obter bons rendimentos sem ter de recorrer a instrumentos complicados um exemplo será o investimento na bolsa de futuros e opções.

Para concluir, só não pode investir em Portugal quem não tem dinheiro ou vontade pois para os outros existem mais que muitas oportunidades.

Comentários

Os comentários deste artigo estão fechados.