Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Importar da China para vender em Portugal

Não é segredo para ninguém que os produtos chineses têm preços imbatíveis, devido a muitos factores, entre os quais o custo da mão-de-obra. Assim é possível encontrar verdadeiras pechinchas no mercado chinês. A ideia é fazer a importação e colocar os produtos à venda.

Pessoalmente não nutro grandes simpatias por este tipo de negócio, contudo e como me parece um negócio altamente lucrativo, resolvi dar aqui um exemplo de como as coisas podem ser muito simples, permitindo a quase qualquer um, ganhar um dinheiro extra, ou em contrapartida utilizar a informação para poupar em compras, pois pode comprar directamente aos fornecedores os bens que acha úteis.

Um exemplo muito prático

Basta fazer um pesquisa no Google.pt por “cigarros electrónicos” que vai encontrar logo vários sites que vendem cigarros electrónicos, com valores a rondar os 20 a 30 Euros, quer saber quanto custaram? Eu já lhe digo. E até digo onde foram comprados. Não existem segredos! Irá reconhecer as imagens que se seguem.

Temos de louvar o espírito empreendedor destes vendedores /empreendedores, é que é necessário algum trabalho para colocar tudo a funcionar (comprar / receber / site / vender / entrega).

Cada maço de cigarros electrónicos custa + ou – 5 ou 6 euros (já com transporte incluído) e são comprados através do seguinte site.

Não é preciso contentores

Quando se pensa e importar da China, pensa-se em contentores cheios de produtos, onde podemos ser enganados caso façamos tudo via email, carta ou telefone. Em investimentos de maior monta é até frequente deslocações para controlo de qualidade, etc. Pensasse onde se vai armazenar as mercadorias, como tratar da documentos relativos à importação, existem muitas empresas que fazem isso, mas a intenção deste artigo é mostrar um outro lado. Para iniciar um pequeno negócio de importação basta ter pouco mais do que 100 Euros!

Os produtos que têm mais sucesso e que nutrem mais adeptos são os ligados a produtos tecnológicos, como os gadgets, tudo o que é aparelho electrónico, existe um mundo por explorar! Tudo da China!

Os sites mais famosos para comprar na china

DealExtreme

Sendo o mais recente de todos os sites é também o mais fácil de utilizar, os preços dos produtos são visíveis, incluem o transporte e ainda são decrescentes se comprar mais quantidade. Muitos produtos electrónicos e também uma secção de produtos para adultos.

Pode visitar o DealExtreme aqui

Alibaba

Directório de fornecedores mundiais, é possível encontrar praticamente tudo, pois a listagem é bastante extensa, permite contacto directo como os fornecedores, contudo tem a grande desvantagem de não apresentar preços, sendo por isso sempre necessário fazer consultas. O que dificulta até o processo de comparação de preços entre fornecedores dos mesmos produtos. A China é uma dos principais países, mas existem muitos mais.

Pode visitar o site Alibaba aqui

Ebay

No maior site do mundo de leilões também se pode adquirir produtos vindos da China, contudo a maior parte é através de leilões o que representa um grande perda de tempo, para além das pesquisas não serem fáceis. Estar a licitar por pequenas quantidades ou nos negócio de valor fixo as oportunidades não são muito tentadoras.

Pode visitar o ebay  aqui

Como se processa tudo

  1. Faz a compra  num destes sites/outros (pagamento via Paypal ou cartão de crédito)
  2. Recebe o artigo em casa, via CTT ou transportadora
  3. Coloca à venda em site próprio ou em sites de classificados/leilões
  4. Vende e faz o envio da mercadoria
  5. Reinveste os lucros, compra mais artigos

E através de um estabelecimento comercial

O artigo é baseado em negócios através da internet, mas existe quem invista num espaço  físico para venda deste tipo de material, pois o comércio electrónico não estão ainda muito desenvolvido em Portugal. Aliás podem ser visto em muitas lojas de renome venderem este tipo de artigos, onde que penso as lojas de acessórios e bijutarias para mulher são as rainhas.

Nota final: Atenção: a concorrência caso queira embarcar neste negócio é forte. Fiz uma pequena análise e já existem bastante pessoas a fazer o que demonstrei atrás. Não só para cigarros, mas como muitos outros produtos, falta saber é o que ainda não está a ser explorado!

Este artigo este inicialmente para chamar-se “Como ganhar algum dinheiro com venda de produtos online” , mas como o negócio incide sobre a importação da China utilizei este, afinal é quase a mesma coisa, são mesmo negócios da China!



  1. Sofia diz:

    e as taxas alfandegárias???
    eu quero comprar no ebay um mp4 e algumas roupas que adorei, mas tenho medo que depois tenha de pagar muito dessas tais taxas …

  2. Nuno diz:

    Olá Sofia
    As taxas alfandegárias?
    No caso de compras particulares, e para a maior parte das compras apenas é necessário pagar o IVA. Se o valor da compra for baixo (não me recordo agora) nem isso é necessário 🙂

    O transportador é que pode cobrar custos por desalfandegamento, se for via CTT, pouco se paga, caso seja uma transportadora, pode custar mais de 20 Euros.
    boas compras

  3. pedro silva diz:

    Nuno sou um habitue em compras no estrangeiro e nomeadamente 2 dos sites que referiste aqui

    mas a verdade é que já tive um telemóvel nocLa barrado pela ups que tive de pagar mais 80€ para o poder receber ,quando na verdade me custou na china 112€ o que é muito mau

    no entanto não perdi a confiança de compra através da china e depois revender em portugal ,tenho é alguma dificuldade em perceber como tudo se processa sem estar a entrar na Ilegalidade
    se tens mais experiência do que eu gostaria de falar um pouco mais contigo
    se puderes gostaria de trocar email contigo,fico a aguardar ghosthub@gmail.com obrigado

  4. Nuno diz:

    Olá Pedro Silva
    É com as experiencias que se vai aprendendo. Quando os bens param na alfandega pode haver custos adicionais ! Aí depende da transportadora, caso seja os CTTs fica mais em conta do que com outros.

    Bons negócios

  5. Rui Dias diz:

    Alguém tem experiência em importar um produto da china que ronda os 1500€ ?
    Caso me possam informar sobre taxas aduaneiras e outras contactem-me através de email : ruidiass@gmail.com
    Agradeço a ajuda!
    Obrigado

  6. Maria diz:

    Bom incentivo ao consumo de produtos nacionais!

  7. Nuno diz:

    Olá Maria
    Infelizmente Portugal não é um país produtor
    Não conheço por exemplo nenhuma fábrica em Portugal de consolas de jogos. Aliás poucos devem ser os produtos electrónicos produzidos em Portugal ao até na Europa.
    Só para terminar, a ideia do artigo é demonstrar que se pode criar um negócio de importação de produtos chineses com pouco dinheiro, muito diferente de incentivar o consumo (compra) desses mesmo produtos.

  8. Fabio diz:

    Bom dia !

    Gostaria de saber se para importar uma quantidade consideravel de um genero de material , o posso fazer a titulo particuar ou terei que criar uma empresa ? e que taxas se paga ?

    Se me puder ajudar terei muito gosto em escutar !

    Atenciosamente
    Fabio Santos

  9. Nuno diz:

    Olá Fabio

    Os negócios da China podem proporcionar grandes rendimentos. Assim ser tributado por via de uma empresa pode ser muito vantajoso (IRC). Aliás não é nada de novo. O que mais existe são empresas de venda de produtos chineses.

    Votos de sucesso

  10. patrick diz:

    Olá a todos,
    estou a pensar em fazer um negócio com um fornecedor chinês, no valor de +/- 30000€.
    Gostaria de saber onde puderei ter informação para este tipo de negócios, e quais as taxas a pagar.
    Gostaria de saber se existe algum método de fazer um seguro de negocio, ou de saber se a empresa chinesa é de confiança.
    Quem me quiser ajudar fica o mail. the_patrick@hotmail.com
    Muito obrigado.

    Patrick de sousa

  11. J.Pedro diz:

    Quero deixar o meu agradecimento ao Nuno pela iniciativa que teve em colocar este artigo… fiquei sem as duvidas que inicialmente tinha!
    Obrigado Nuno!

  12. José diz:

    Olá a todos,
    Sou um particular. Encomendando uma quantidade de um mesmo produto (100 ou 1000 unidades) na China, e pagando o respetivo IVA à passagem pela alfândega, que obrigações tributários tenho que respeitar em relação ao lucro que a revenda em Portugal me possa trazer?

    Muito obrigado,
    José Moreira

    • Nuno diz:

      Olá José
      Antes de mais um particular não encomenda 1000 unidades bens para fazer revenda, pois esse é um acto de comercio que apenas pode ser practicado legalmente por empresas ou ENIs.

      As taxas de imposto sobre o rendimento, variam caso se trate de sociedades comerciais ou Empresários em nome individual.

      Votos de sucesso

  13. Rúben diz:

    Muito Bom dia a todos,

    Antes de mais, felicito este site por ter conteúdos bastante interessantes.

    Tenho Algumas dúvidas:

    Eu sou colectado em nome individual, pretendo importar produtos da china em quantidade e revender em Portugal, posto isto estou legal para o fazer? Ou preciso de fazer alguma coisa em específico?

    Tenho de pagar as taxas de alfandega e o IVA certo? Se a encomenda ficar barrada na alfandega há a maneira da transportadora me contactar?

    O pagamento é feito por transferência bancária, depois tenho receio que não me enviem ou fique retida em algum lado, mas terei de experimentar.

    Desde já agradeço a vossa ajuda, deixando o meu e-mail para quem me quiser ajudar: rubenfigueiredo12@hotmail.com

    Muito Obrigado!

    • Nuno diz:

      Olá Rúben, obrigado pelas palavras de apoio.

      Qualquer pessoa pode fazer importação, tal como exportação. Contudo existe vários aspectos a considerar, se for para comercio, deve-se ter atenção vários aspectos.

      Nem todos os produtos que se importam pode ser livremente vendidos, por exemplo produtos de cosmética, é necessário que o Infarmed não se oponha, se se importa da China os requisidos de qualidade e regulamentações podem não ser compatíveis com o estipulado pela União Europeia. Logo de venda proibida.

      Em relação ao IVA, existe a possibilidade de ficar isento, se a facturação anual for inferior a 10.000€. Se a encomenda ficar barrada na alfândega, seja contactado via postal, pois as encomendas possuem a morada de destino 🙂

      Votos de sucesso

      • Rúben diz:

        Olá Nuno, desde já agradeço a sua resposta.

        Como é que eu sei que o Infarmed não se impõe aos produtos?
        Onde eu posso saber se são compatíveis com a União Europeia?

        Em relação ao IVA, eu sou isento, mas a minha questão é: quando a encomenda me chegar eu tenho de pagar o IVA de Portugal para a levantar?

        Já agora, sabe como posso ter um nome comercial para minha actividade sendo eu colectado em nome individual em escrita simplificada, isento de IVA?

        Mais uma vez, muito obrigado pelo esclarecimento.

        Cumprimentos.

  14. Nuno diz:

    Rúben
    Talvez o melhor seja procurar informação junto das entidades que tem a tutela desses assuntos, até para não estar a induzir em erro.

    Qualquer pessoa pode ter um “nome comercial”, por exemplo através de uma marca. Nas facturas o mais importante é o nº de contribuinte 🙂

    Votos de sucesso

    • Rúben diz:

      Obrigado pelas suas respostas.

      Então quer dizer que eu posso ter um nome comercial, não sendo obrigatório registar esse nome ou ter um cartão de registo para utilizar um nome, e posso ter facturas com esse nome, é isso?
      A minha dúvida é se é legal utilizar um nome comercial sem o registar.

      Eu também tenho andado a tirar informações com as finanças, etc, mas nunca é demais ter outras informações que por vezes eles não dão.

      Mais uma vez, muito obrigado.

      • Nuno diz:

        É isso, mais ou menos 😉

        Um exemplo: nas redes de franchising é comum acontecer isso. A firma (designação comercial de uma empresa) é uma, mas utilização o nome da rede + localização como forma de reconhecimento.

        Nas facturas, consta sempre a firma (ou nome)+ nº de contribuinte + morada. O nome comercial é utilizado mais para fazer publicidade e para reconhecimento de um estabelecimento. Mas também se pode colocar a “designação comercial”

        Outro exemplo: na hotelaria, o nome do café ou restaurante é apenas figurativo. Exemplo:

        Café da esquina, de:
        Nome ou firma
        Nº contribuinte
        Morada

        É por estas coisas que às vezes é boa ideia consultar, por exemplo um advogado e/ou contabilista, assim em vez de se andar a perder tempo com estas questões podemos nos concentrar no negócio. Existem tantos pormenores que poderiam ser abordados, que por vezes é difícil explicar através de comentários 🙁
        Votos de bons negócios

        • Rúben diz:

          Olá Sr. Nuno,

          Um muito Obrigado por esclarecer algumas das minhas dúvidas.

          Desejo uma óptima continuação deste site, com conteúdos muito interessantes.

  15. pedrox diz:

    Não recomendo comprar produtos chineses na internet. Eu já comprei várias coisas e fui sempre enganado. Por exemplo, comprei uma calças, da Diesel por 80 euros e as que me enviaram não eram nem parecidas com as que escolhi. E quando reclamei responderam-me o seguinte:

    “Nós enviámos um produto dentro daquilo que o senhor procurava”

    Quer dizer, eu comprei umas calças, portanto mandaram-me umas calças, e tive que me contentar com isso.

    Já para não falar que o tecido das calças parecia bom mas em pouco tempo comecei a notar que á medida que iam sendo lavadas começavam a ficar muito feias…

    Comprar na internet produtos na china, NUNCA MAIS!

    E quanto a este artigo a aliciar-nos para comprar produtos chineses, eu acho o seguinte:

    As pessoas nem se dão conta mas os produtos chineses baratuchos e de má qualidade á custa da mão de obra barata e da exploração do trabalho infantil estão a conduzir-nos a uma situação em que cada vez mais a produção nacional é conduzida á falencia porque não é possivel competir com os produtos chineses. Assim as porcarias que estamos a comprar ao preço da chuva vão-nos sair muito, muito caras…

    É impossível competir com alhos e bogalhos produzidos á custa de mão de obra barata e de trabalho infantil. Para conseguirmos competir com os produtos chineses precisaríamos de voltar á escravidão…

    Os chineses, sem nos darmos conta, estão a arrastar-nos para uma situação onde ou voltamos ao trabalho escravo e baixamos os preços dos produtos para conseguirmos competir com eles, ou eles invadem tudo e acabam com a produção nacional. Mas mesmo que voltemos ao trabalho escravo eles vão vencer na mesma porque as famílias chinesas são invencíveis e estão preparadas, para, se for preciso, trabalharem de sol a sol (alegremente) e contentam-se com um pratinho de arroz com ou sem algas…

  16. Luis diz:

    Em relação ao Iva, se for para revenda como se processa?
    Garantias e afins não é obrigatório ser de 3 anos? Na China são meses 3, 6 ou 1 ano dada pelo fabricante.

  17. marta diz:

    Ha algum site que se possa pagar à entrega.

  18. Rodrigo Cordeiro diz:

    boa tarde

    pode enviar me um email com o seu contacto para conversar-mos um pouco acerca deste tópico sff
    cumprimentos

    RC

    • Nuno diz:

      Olá Rodrigo

      Exponha aqui sua questão ou situação. Até porque não sou especialista em importações da China, pode ser até que uma leitor com mais experiência possa ajudar.

      Fico surpreendido como o artigo importar da China gera tanto interesse 🙂

      Votos de sucesso

      • Lu diz:

        Olá nuno , também achei interesante este topico, e gostaria de saber se existe algum site de produtos chinese aonde possa comprar pneus, eu tenho um pequeno estabelecimento, e com esta crise tudo quer pneus baratos e assim podia ser uma possibilidade de poder baixar os preços, e em relação á alfandega será que tenho que pagar alguma coisa?

  19. Nuno diz:

    Pretendo importar da China um mini veículo para os meus filhos. Não é para matricular e custa cerca de 1000 USD.
    A que tipo de impostos estarei sujeito?
    Qual a forma mais segura de efectuar a transação e garantir que o veículo chega cá?

    Obrigado,
    Nuno

    • Tozé diz:

      Sou contra esse tipo de produtos, é só sucata! comprar produtos que não duram, que não funcionam! e depois o que é nosso? pois os chineses fazem…

  20. Sandra Gonçalves diz:

    Olá, sou nova por aqui e vim direccionada cá exactamente por este tópico que acho super interessante.
    Eu ando a pensar em abrir uma loja dedicada à venda de vestidos e roupas de cerimónia vindos da china. Como posso eu fazer isso?
    Já sei que tenho de me colectar e estar incluida no regime do IVA.
    Os produtos ao chegar terão de pagar IVA e “direitos” na alfandega (não faço ideia que direitos são e sobre o quê) isto segundo o que me disseram na alfandega.
    O que achei mais estranho foi me dizerem tambem que tenho de contratar tambem um despachante alfandegario autorizado!!!! Pois as papeladas são muito complexas e tem que ser uma pessoa habilitada e autorizada a desalfandegar as mercadorias!!!!! Fiquei muito desiludida.
    Estava super motivada em iniciar este projecto mas agora não sei o que fazer.
    Se me puderem ajudar, alguém que saiba ou que já tenha essa experiencia agradecia imenso.
    Cumprimentos,
    Sandra

    • Rogerio Rito diz:

      Posso ajudar, tenho 10 anos como consultor em importação da china Telf.919922741

  21. FELIZ diz:

    Olá nuno ,li e todos ,
    somos provedor e exportador de variados produtos na china , todos os produtos com garantia de qualidade e servico de troco. em competidos baratos precos, e importante é rapido e seguramente entregar a portugal … se tiver interesse , entre em contato connosco , vamos mandar nossas catalogo , tabelas de preços, e detalhes de exportação brevemente …

    email de exportar: mhprodsgc@gmail.com

  22. amar santos diz:

    ola eu qro saber se vcs tbm importam pra moçambique,ou qual seria a empresa mais conviniente pra importar de portugal para moçambique!!

  23. emanuel diz:

    boas…gostava de fazer revenda de algo ,..por acaso gostava de fazer revenda de material de dardos :setas;,porque aqui em portugal tem muitos campeonatos de dardos…agradecia se alguem m ajudasse….obrigado

  24. Sílvia Rodrigues diz:

    Caso quisesse abrir um espaço físico para vender artigos de bijuteria no Ebay, teria que solicitar facturas ao vendedor do Ebay? Se me conseguir esclarecer sobre este ponto, agradeço.

  25. vitor santos diz:

    Boa tarde,

    Podes só dizer como são os produtos electronicos vindos da china em termos de voltagem? Não será outro tipo de voltagem, Acho que isso é um factor a ter em conta não?

    cumps

    • Nuno diz:

      Olá Vitor

      Acho que na China se produz de todos os tipos 🙂
      A China fabrica para todo o mundo, assim é só acordar com o vendedor.
      Votos de sucesso

  26. filipe alves diz:

    boa noite ,

    O dealextreme e mesmo seguro ?
    Ja alguem experimentou ?

    Gostava de ter mais informação, alguem me pode dar ou falar da sua experiencia neste tipo de websites ?

    • Nuno diz:

      Olá Filipe

      Deverá ser, experimenta comprar qualquer coisa de baixo valor. E depois já saberás 😉
      Votos de sucesso

    • Joao Amador diz:

      Eu já comprei nesse e noutros sites Chineses, as encomendas chegaram todas, umas vezes a qualidade é boa outras deixa MUITO a desejar.
      Só há um ”pequeno” pormenor a ter em conta: Alfandega! Os produtos vindos da China são sujeitos ao pagamento de impostos, a titulo de exemplo numa encomenda a valor da mercadoria era 190€ e tive que pagar mais 52€ de alfandega.
      Espero ter ajudado.

  27. Carlos diz:

    Boas…quando mandamos vir produtos da china nao temos que pagar uma taxa???ou é se eu mandar vir muitas coisas?

    • Nuno diz:

      Olá Carlos

      Tudo depende do valor das compras. Se menos do que 35€ não se paga nada.

      Votos de sucesso

  28. joze diz:

    boas alguem me explica como funciona o pagamento desde do click em pagar ate ao confirmar o pagamento no alibaba ou aliexpress?
    obrigado

  29. carlos diz:

    cuidados muitos dos vendedores da china sao falsos, muitos e muitos mesmo sao burlões recebem sempre por western express, cuidado, ficam sem dinheiro.

    • Nuno diz:

      Olá Carlos

      Existem burlões por todo o lado.

      Eu diria nunca pagar nada com Western Union. Sejam cuidadosos. Eu gosto de utilizar o Paypal

  30. joze diz:

    obrigado. mas em portugal é igual a forma de pagamento?

  31. Jose Silva diz:

    Boa tarde

    Sou investidor e estou disposto a receber proposta para investir em artigos vindo do oriente. Gostaria de receber propostas de empresários e distribuidores destes artigos.

    Para os interessados, faço exportação de vinhos portugueses de uma quinta específica no Douro(Peso da Régua), a preços muito competitivos. Somente grandes quantidades. Obrigados

    • Marques diz:

      Bom dia Sr. Silva,
      Sou gerente de uma empresa que importa produtos da china e distribui em Portugal e outros. A minha maior dificuldade é conseguir importar grandes quantidades para poder diluir o preço e conseguir ser altamente competitivo na distribuição.
      Se achar que pode ser interessante estou á sua disposição para reunir e conversar, sem compromisso.
      Cumprimentos,
      Marques

      • nuno pinto diz:

        eu estou a procura de fornecedores de todo o tipo de produtos alimentares e de higiene para eu vender a 1euro se que me pode ajudar gostaria de iniciar abertura de uma loja no porto

      • André Boucinha diz:

        Ola boa noite
        Eu vivo na suiça e estou a lançar-me com um amigo aqui na suiça.
        Gostaria de importar produtos baratos da china ou de outro pais. Quem é que me pode ajudar? Agradeço
        Os meus cumprimentos
        André Boucinha

    • Pedro Silva diz:

      Sr. Jose Silva, gostaria de poder falar consigo ou trocar alguns emails, pois somos uma empresa de trading que se dedica tanto a Importação como de Exportação. Não temos um produto especifico. Normalmente se o produto tiver qualidade e preço competitivo consegue-se fazer algum tipo de negócio. Contacte-me para pedro@rbtrading.pt

  32. Marques diz:

    Sr. José Silva,
    Pode contactar-me pelo dmm123stiforp@gmail.com

    Cmps,
    Marques

  33. João Pedras diz:

    Bom dia

    Importando produtos da China para Portugal, como se processa ou quais os procedimentos com a alfandega? Há algum tipo de acordo entre paises? Onde posso consultar as taxas ou tabelas de taxas aplicadas?

    Cumps
    João Pedras

  34. Filipa diz:

    Boa noite, eu também pretendo importar produtos da China para Portugal, mas as transportadoras pedem valores elevados, e todos os fornecedores com quem contacto na China, exigem-me uma conta numa transportadora…há alguma forma de contornar a situação? Poderei através de intermediários obter um “espaço” em contentores, tendo um número de conta através de intermediários, que possa facultar aos fornecedores?
    Obrigada.
    Cumps
    Filipa Augusto

  35. Sandro sousa diz:

    Eu tenho um produto que os chineses adorão ,ostras,se alguém souber como exportar para lá???

  36. Marco diz:

    Alguem sabe se haverá armazens chineses de revenda em Portugal? Se existem grandes comercios chineses cá, provavelmente eles terao ja os seus proprios armazens, pois nao tem que importar grandes quantidades como pagar altos valores na alfandega. Se alguem souber se existe, ou estiver interessado em vender, contacte me atravez do meu email ….mfsilva_8@hotmail.com
    Cumprimentos.

    • Sofia diz:

      Sim existem armazens de revenda de chineses em portugal

      • MateusMatias diz:

        Ola sofia sera que podias revelar-me onde posso encontrar essas lojas de revenda ? obrigado.

  37. Sonia Vasconcelos diz:

    Boa tarde,
    Desejo comprar roupa da China, mais uma vez que vai ter de ser a volta de 100 ou mais peças precisava saber se tenho de pagar alguma coisa nos correios ou alfandega.

    Obrigada

  38. Sofia diz:

    Boa noite, alguém me sabe indicar algum fornecedor de roupa e calçado que possa vir da china para portugal?

  39. silvio diz:

    voce devia ter analizado bem essa situacão antes de publicar o texto como uma boa “dica de negocio”.
    Ja encomendei produtos da China e há ENORMES dificuldades.

    1· Um artigo da China pode demorar até um més a chegar a Portugal, algumas vezes nunca chega (extravia-se).

    2. Por vezes o “barato” sai caro, pagam-se taxas de alfândega e só depois pode levantar-se a encomenda nos ctt.

    3. Se forem gadgets electronicos, mjitas vezes têm problemas e nem funcionam, por exemplo cameras digitais, telemoveis etc. Depois os clientes reclamam, e como é que se faz uma troca?
    Envia-se o produto novamente para a china e espera-se mais 1 mês e paga-se novamente taxa alfandegária??

    ps; Mesmo sem fazer stock (método dropshipping) ha o mesmo problema

  40. Diogo diz:

    Boa Tarde,
    podem ajudar?
    ja alguem comprou no alibaba? pagaram alfandega? é seguro?
    obrigado

  41. manuel diz:

    estou interessado em exportar para Moçambique todo o artigo de colchas. estas sao de cores atrativas

  42. Isabel diz:

    Olá caro Nuno Casimiro,
    Tenho lido os seus textos e recomendações com alguma regularidade. são sempre uteis.
    Neste momento procuro um investidor para um projecto ligado à saúde. O valor do investimento é de 25.000,00 euros. O dinheiro não rende nada no banco e chegou a altura de alguns portugueses mais afortunados procurarem alternativas de ter rentabilidade. Aqui estamos a falar de rentabilidade mensal garantida. Trata-se de investir num projecto de compra de equipamentos ligados à saúde e bem estar para fins de aluguer a clínicas e espaços de saúde. É um negócio tranquilo, seguro, sem risco, que distribui dividendos mensais. Um projecto totalmente inovador na área da saúde e 100% seguro. Conhece algum investidor que possa estar interessado? Posso dar mais informações através do meu email: isabel38lx@gmail.com

    • Nuno Casimiro diz:

      Olá Isabel

      Agradeço o seu comentário

      Infelizmente, não possuo capital neste momento para investir.

      Votos de sucesso

  43. joao diz:

    A ideia deste negócio é realmente boa no entanto poderá induzir muita gente em erro.
    Falta referir o pormenor mais importante deste tipo de negócio e constitui um dos maiores riscos: o desalfandegamento dos produtos.

  44. Silva diz:

    Boa tarde.
    Pode mandar mais detalhes.
    Comprimentos.
    Obrigados/as.

  45. joaquim silva diz:

    eu estou interesado em abrir loja de produtos para venda a 1 euro , como comecar ? como importar o material? se existe empresa que fornece o material ?

  46. Vanessa diz:

    Boa tarde. Estou interessada em “abrir” uma loja virtual de artigos de vestuário e acessórios, todos vindos da China. A minha questão é: não é ilegal fazer a revenda desses produtos?

    • Vera Batista diz:

      Bom dia Vanessa, a sua ideia parece muito interessante, nomeadamente para mim que me encontro desempregada e cheia de vontade de começar um negócio. Estaria disposta a ponderar uma parceria?

  47. João diz:

    – Boa noite, ultimamente também tenho pensado nessa possibilidade de trabalhar no negocio de importar e vender artigos da china,Vanessa pelo que tenho pesquisado penso que não é ilegal mas tem que ter uma empresa e pagar os respetivos impostos sobre as importações e lucros gerados com as vendas.

  48. piedade diz:

    pergunta ignorante: us$100 equivale a quanto em euros e que dinheiro é aquele?

  49. Moravia diz:

    Caro Nuno, suponha que contactou uma fábrica de sapatos para comprar sapatos a preço de revenda para depois os vender. Porém dizem-lhe que o seu NIF cessou actividade há uns anos e que portanto não lhe podem fazer preços de revenda. O Nuno está mesmo interessado em comprar estes sapatos. Como vai fazer a coisa em termos de Finanças (impostos)?

    • Nuno Casimiro diz:

      Olá Moravia

      É fácil, vai às finanças abrir actividade, de modo a possuir condições para efectuar essa compra.
      Depois ….
      Como comentou com vários emails, a minha explicação fica por aqui 🙂

      Votos de sucesso

  50. Carlos diz:

    Boa tarde pessoal.

    Estou estudando a possibilidade de importar motos4 para Portugal.
    Alguem tem experiencia e que possa dar conselho como se processa toda a burocracia etc.

    Obrigados
    Carlos

  51. Patricia diz:

    Boa tarde, gostaria de saber se será seguro ou não importar uma maquina de estética da china, visto serem muito mais em conta, e quais os passos a seguir?Há risco de a máquina ficar retida? Obrigada

    • Nuno Casimiro diz:

      Olá Patricia

      Existem os seus riscos. Se o valor da máquina for elevado, existe essa probabilidade.
      A questão da garantia também pode ser um assunto a refletir.

      Votos de sucesso

  52. Charles Parreirao diz:

    ola caros leitores, procuro investidores para diferentes áreas, me localizo em Moçambique…

  53. susana diz:

    Olá, gostava de saber mais sobre a importação porque ando tentada em abrir uma loja com produtos da china (vestuario), mas nao sei bem como funciona a alfandega
    Obrigado

  54. Luis diz:

    Boa tarde,

    Relativamente ao tópico em questão de como se processa a compra e venda da china parece simples, no entanto, para além das questões alfandegárias já colocadas, se eu venda particularmente produtos da china em Portugal e obtiver boa rentabilidade, como se processa em termos fiscais? e em termos de facturação e dedução de IVA?
    Tenho tido muitas dificuldades em obter respostas a estas questões o que abranda um pouco a minha decisão de iniciar a atividade.

    Alguém me poderá ajudar a esclarecer?

    Um abraço a todos,
    Luis R.

    <>

  55. Mafalda Vale diz:

    Boa tarde,
    A minha questão é saber se é permitido importar artigos por exemplo do aliexpress e vendê-los em loja física?
    Obrigada

  56. luis diz:

    Boa noite gostaria de abrir uma loja de um euro não sei põe-r onde começar
    Queria comprar marcadoria barato para vender ca no porto podem me ajudar

  57. Ricardo diz:

    Boa tarde, procuro parceiro de negocio com contactos para exportação de tudo o que tenha a ver com marroquinaria em pele e cortiça (malas sacos de viagem pastas carteiras entre outros. (somos fabricantes)
    Obrigado e muito sucesso para vós.

  58. Gustavo diz:

    Boa tarde,

    pelo que notei nos diferentes comentários, existe ainda bastante confusão em relação ao processo de importação de produtos chineses. Também eu sou um interessado e encontro-me a estudar uma oportunidade que implica uma tal importação em grande quantidade. Alguém (Nuno Casimiro incluído) poderia explicar, passo a passo, uma simulação de encomenda via marítima (que pelo que sei é a mais barata vindo da China), com respectivos impostos e taxas, e processo de libertação dos produtos da alfândega? Por exemplo, que pesos e tamanhos permitidos em que contentores? Alternativamente, alguém poderá indicar uma fonte adequada a esta questão?

    Obrigado pelas vossas dúvidas e questões. Força Portugal 😉

    • Nuno Casimiro diz:

      Olá Gustavo

      Eu não possuo conhecimentos (por enquanto) na importação.

      Votos de sucesso

  59. Glen diz:

    Ola Casimiro e todos
    Primeiro queria agardecer e dar parabens ao Sr. Casimiro por ter criado esta pagina.
    Eu sou de India e estou em Portugal há 13 anos. Eu tenho investidores que querem investir ca em Portugal se alguem tem um bom projecto. Além disso esses investidores meus tem possibilidade de ajudar Importar produtos de China ou India para Portugal. Qualquer amigo que tem projecto de 1 euro tambem pode falar comigo porque eu tambem estou interessado e posso falar com meus amigos para ajudar na Importação de China para ca.
    Bom sucesso e negocio aos todos.
    o meu mail. glenwilledutt@yahoo.com
    Cpts.
    Glen

  60. sergio santos diz:

    ola Nuno, eu queria saber como funciona ao certo as taxas da Alfandega…se é por peso, se é pelo valor…
    Podia-me explicar se faz favor

  61. Carina diz:

    Olá a todos 🙂

    Gostaria de colocar uma questão! Eu trabalho no ramo da estética e as máquinas de estética são muito mais baratas quando compradas vindas da China (mesmo com o acréscimo das taxas alfandegárias) e, aparentemente, as características do equipamento são iguais às dos equipamentos que são vendidos em Portugal! A minha questão é: será legal operar esses equipamentos cá em Portugal? As certificações tem alguma validade cá? Os seguros profissionais cobrem o uso de equipamentos com certificações que não correspondem às europeias? A realidade é que farto-me de ver outros estabelecimentos a utilizar maquinaria com rótulos e designações chinesas e não vejo nada a acontecer-lhes! Será que alguém desta área me sabe esclarecer sobre a legalidade a este nível? é que pretendo adquirir um equipamento, mas tenho muitas dúvidas se o posso utilizar em Portugal e também não sei a quem me hei de dirigir (organismo) para esclarecer!

    Desde já obrigada!

  62. Maria diz:

    Olá,
    a nossa empresa esta a importar da china alguns produtos.
    temos de pensar as quantidades que vamos comprar e se será tudo do mesmo fornecedor.
    existem dois tamanhos de contentores o de 20 pes e o de 40, no de 20 cabem +/- 11 paletes e no outro 21, se o produto vier sem palete, cabe sempre mais alguma coisa e rentabiliza o transporte. e se o produto permitir as paletes podem ser sobrepostas. ou seja o dobro em cada.
    existe nas DAE direcção aduaneira uma tabela com varios codigos de produtos e suas tachas.
    no nosso caso os nossos produtos aparecem taxados por varios valores 6,5; 1,7 e 0.
    é preferivel comprar um contentor por fornecedor, pois é mais facil para fazer contas de alfandega.
    No caso se é fio é a 6,5% (taxa de artigo), este artigo vai ser submetido a um IVA a 23% pago à cabeça, (mas depois abatido ao declarar), alem destas despesas ainda tem de pagar as despesas da alfandega que rondam os 300€ com manuseamentos e maquinas e aluguer de espaço, mais o transporte da alfandega para o vosso armazem.
    ao fazerem a compra convem decidirem que tipo de envio preferem FOB/CIF, etc.. nos por norma é CIF pois é a despesa da mercadoria colocada cá no nosso porto alfandegario. vindo da china são só uns centimos a mais por produto. mas as taxas são as mesmas quer um quer outro.
    existem algumas transportadoras que fazem este tipo de serviço mas a descarregar em outro pais para tentar fugir das taxas, mas fica um pouco caro.

  63. Maria diz:

    http://www.atlantaaduaneira.com.br/incoterms.html

    este é o site onde podem ver tipos de compras e designação de cada um FOB; CIF etc, tambem indica o que é pago e por quem se comprador ou vendedor

  64. Maria diz:

    autoridade tributaria aduaneira, aqui podem pesquisar os codigos dos artigos e repectivas taxas

  65. Ricardo Vieira diz:

    Grato pela partilha de informação cara Maria.

    Bem haja.

  66. Ricardo Vieira diz:

    Por acaso, pode dar algumas referências de fornecedores de confiança?

    Tudo de bom.

  67. silvio m diz:

    Este artigo está MUITO MUITO INCOMPLETO !!
    eu faço encomendas da CHINA e as coisas não são assim tão simples ,básicas e rápidas!

    Por exemplo se eu encomendar um telemóvel por 80 euros, espero 30 a 35 dias por ele (vem de avião ou NAVIO), se eu quiser esperar apenas uma semana pago 14 ou 15 euros pela transportadora DHL, ou EMS.

    depois muitos artigos ficam retidos na alfândega, os c.t.t enviam um documento para preenchermos solicitando desalfandegamento, esperamos mais umas duas semanas, e paga-se taxa alfandegária (2o euros, ou 30 euros, ou mais!!!).

    Resultado, por vezes o tempo de espera é desencorajador e paga-se taxas, fica mais caro.

    Quem se aventura a revender artigos, geralmente opta pela opção de «dropshipping»., com o aliexpress.com, ou alibaba, ou dhgate.com , existem muitos fornecedores chineses.

    Mas isso traz muitos RISCOS , para nós e para os clientes.

    os clientes na maioria desistem de esperar 15 dias ou mais, pelos produtos. Ou terem que pagar taxas de alfândega.

    Portanto o ideal seria encomendar-se vários produtos e fazer stock, daí concluindo, os 100 euros jamais seriam suficientes, talvez o mais próximo da realidade seja 1000 ou 1500 euros para começar um pequeno stock.

    recupera-se o dinheiro somente a LONGO PRAZO, após vender todos os produtos, mas lembre-se, voces têem que gastar dinheiro em portes-de-envio dos c..t.t para os endereços dos clientes, passar recibos e passar factura.

    parecia fácil não parecia?? 🙂

    LOOL.

    além disso, quem tiver sites de hosting gratuito comete um ENORME ERRO.
    Sites de Hosting gratis são bosta, têm limites de tráfego, são lentos, ficam offline muitas vezes, dão má imagem para um «negócio», afugente clientes,
    ninguém vai comprar coisas num Blog, ou num site com endereços «freewebs.com.nl» ou algo assim.

    Invista algum dinheiro em Hosting profissional e domínio web próprio, ( cerca de 30 euros por ano), e invista em publicidade online.,

    É impossível criar um negócio a custo zero.

    • Liliana diz:

      Olá,
      Sou muito leiga nestas andanças de compras online…
      Estou a pensar fazer uma encomenda de roupa através do site Aliexpress. A ideia é experimentar para ver se é viável depois vender a roupa através de redes sociais ou em loja. Vi que o Ali tem milhares de fornecedores e é só escolher os mais bem cotados. A minha grande questão é em termos de taxas alfandegárias… Tenho receio de pagar balúrdios. posso equacionar os valores das taxas mediante oo valor da compra? É que a ideia é começar um pequeno negocio e não um prejuízo … No site há fornecedores que indicam “free frete” ou coisa parecida. Refere se ao envio? Sinceramente não é uma alternativa que me agrade pois preferia vender algo nacional, mas tenho que começar por algum lado porque isto não está fácil… Se não for eu será outro e ao fim de contas se fizer a venda em loja o estado já me vai buscar € no IVA…

      Obrigada

  68. DiogoAntunes diz:

    O Silvio disse tudo, importar da china só se for para consumo proprio revenda é só dores de cabeça-

  69. José silva diz:

    Boa tarde

    Desde já obrigado pela informação.

    Mas acho que se esqueceu de abordar 2 temas:

    1º comprar na china é barato, sse comprar em quantidade, caso contrario continua a ser barato, mas não o adquiri por um preço competitivo;

    2º como é contorna o problema das taxas de importação? para mim esse é o meu maior problema

  70. sofia diz:

    Eu gostaria de saber é como é que declaramos isso visto que para revender temos que ter uma factura com contruinte de quem nos vendeu certo?

  71. Nuno diz:

    Para consumo próprio é o ideal. Já comprei artigos a menos de 1€ que cá custam 2.50€, numa loja do chinês. Claro que nem tudo se pode comprar, mas tenho poupado alguns €€ mandando vir via ebay…

  72. mercado lider diz:

    Qual seria a melhor transportadora? Vi que os ctt utilizam como parceiros a EMS se mandar vir por essa transportadora vou ter facilidades de nao pagar taxas?
    Pois EMS tem tempo entrega 7 a 9 dias.
    Em relacao as mais demoradas qual mais rapida e melhor para portugal china post ou hk post?

  73. mercado lider diz:

    Parece abandonado este blog ninguem responde as perguntad

  74. diz:

    É o problema destes Blogs.
    Aparecem a vender tudo, a dar muito dinheiro ganhar, a ensinar a missa toda e PUFFF desaparecem os donos tal qual bolas de sabão.
    respostas para a vida real….. nada!

  75. Paulo Santos diz:

    O ideal é mandar vir pela DHL ou um serviço similar, dado que eles tratam logo da alfandega.
    Se vier pelos CTT’s pode ficar retido na alfandega!

  76. Maria diz:

    A minha questão é a mesma da Sofia. Salvo erro para revenda será necessário um recibo/fatura do fornecedor para justificar o stock em loja, e para inserir os artigos no sistema de venda (software informático). Cumpts a todos.

  77. Joaquim diz:

    É caro “investidor” a coisa ficou preta para o seu lado aqui… não chega chegar aqui e deixar um doce e desaparecer. É preciso ter algum cuidado com os posts que deixa. O que aconteceu aqui não é a primeira vez, nem tão pouco o que escreve é original, como tenho visto.
    Cumpts

    • Nuno Casimiro diz:

      Olá Joaquim

      Explique lá o seu problema.

      Apenas dei uma ideia, depois o resto (estudar e ver se é lucrativo) é com cada um 🙂

      Votos de sucesso

  78. José dos Santos tangui diz:

    Bom dia
    Gostei muito do tema, queria saber como posso iniciar um negócio qualquer fazendo compras da China para Angola. Não sei o custo da passagem de Angola para China? Por outro será que posso adquirir negócios sem deslocar para China?

  79. Carlos Manuel diz:

    16-04-2015 Carlos Manuel diz:
    Boa tarde,

    Importei da china uns 6 óculos de porta fiz o pagamento ao meu fornecedor já com transporte incluído.
    quando a mercadoria me chegou a minha casa tive que pagar mais 79,20 € à transportadora.
    Agora faço a pergunta ainda tenho que pagar mais algum imposto na venda desse equipamento?
    Alguém me sabe responder a este assunto?
    Muito agradecido.

  80. marta diz:

    como posso comprar no ebay e vender legalmente numa loja fisica se eles nao passam fatura?

  81. Ruben T diz:

    Posso dizer que fui um caso de sucesso em relação ás vendas online e ao dropshipping. Mas não em Portugal, pois aqui ainda é dificil. Vivi nos E.U.A. durante alguns anos e nos tempos antes de regressar já fazia cerca de 3500 Dólares de vendas pela internet. Lucros á volta de 2700 Dólares. O meu investimento inicial foram 5 Dólares!! Para terem uma ideia, já depois de ter tido algumas centenas de dólares de lucro comecei a investir em stock. Cheguei a vender produtos por 30/40 dólares que me custavam entre 5 e 10 dólares. Com apenas uma loja no Ebay.
    Em Portugal fiz bastantes vendas online através de dropshipping e raramente tive problemas. Os que tive foram facilmente resolvidos com a devolução do dinheiro da compra ao cliente, mesmo que isso significasse prejuízo nessa venda para mim.
    Como em muitos outros aspectos, Portugal está um pouco atrasado em matéria de compra/venda online. Mas pode-se ganhar dinheiro. Há é que saber o que vender e como comprar. Os sites apresentados neste artigo não são nem de perto nem de longe os melhores para se comprar numa prespectiva de revenda.

    • Nuno Casimiro diz:

      Olá Ruben

      Obrigado pelo comentário

      Este artigo tem o objectivo de mostrar um negócio com investimento reduzido e que pode gerar algum retorno.
      Não sou especialista, no assunto, nem pretendo ser.

      Quem pretender iniciar-se neste negócio, deve estudar bem o tema, escolher os fornecedores, etc

      Votos de sucesso