Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Ideias para Poupar água em casa

Os efeitos da crise a nível mundial vieram originar uma sensação de insegurança económica junto da população em geral. Com uma estabilidade financeira cada vez mais precária, os Portugueses começam a ver na poupança uma forma eficaz de evitarem cair no buraco económico que insiste em ameaçar as suas vidas.

Por vezes, sem nos apercebermos, diversos são os gastos supérfluos que, caso fossem evitados, poderiam ajudar-nos a poupar quantias tão significativas de dinheiro que acabariam por vir a fazer toda a diferença na nossa situação económica. Muitas são as contas que podem ser trabalhadas em torno de uma diminuição dos gastos, e neste artigo iremos falar de algumas ideias para poupar água em casa.

5 ideias para poupar água

1- Cuidado com o autoclismo. Estima-se que uma elevadíssima percentagem da totalidade da água usada em casa deve-se ao simples uso do autoclismo. Sabendo isso, é importante arranjar uma forma eficaz de diminuir a quantidade de água utilizada em cada ida à casa de banho. Tal tarefa até não é assim tão complicada de se realizar, e existem diversas formas de se atingir esse objectivo, sendo umas mais complicadas do que outras. A mais fácil poderá ser o simples acto de evitar pressionar sempre o botão na totalidade, de forma a evitar gastar mais água do que realmente necessita. Se for, por exemplo, urinar, no final não haverá necessidade de puxar o autoclismo na totalidade, sendo que tal provocará um gasto desnecessário de água, que se sobrepõe imensamente àquilo que, realisticamente, seria necessário para levar os fluidos. Ao puxar apenas 50%, conseguirá a quantidade de água suficiente para remover a sujidade, e ao fim do mês ficará surpreendido com o enorme volume de água poupado com este simples gesto.

2- Feche a água sempre que interromper a utilização da mesma, ainda que por um curtíssimo espaço de tempo. Um hábito muito comum entre a população em geral é, ao lavarem um prato, no momento em que o esfregam com a esponja, a água continuar ligada, ainda que não esteja sendo utilizada. Isto será mais um contributo de grande relevância para todo o processo de poupança da água.

3- No momento do banho, opte pelo duche, em alternativa ao banho de imersão. Muitos litros poderão ser poupados através deste simples acto. Sem comprometer a higiene pessoal de cada um.

4- Ande atento a fugas e certifique-se de que não tem nenhuma a contribuir para os valores da sua conta mensal de água. Uma boa forma de o fazer é desligando todas as torneiras, e de seguida verificar se o ponteiro do contador se encontra estável ou a mexer. Se se estiver a mexer, é sinal que poderá ter uma fuga, daí ser necessário arranjar forma de resolver a situação.

5- Seja a lavar as mãos, a loiça ou a tomar banho, evite sempre colocar a torneira a correr ao máximo. Na maioria das vezes, 50% chegará para dar conta do serviço, e ainda lhe fará poupar quantias bastante significativas de água.

Conclusão

Estes são apenas 5 simples hábitos que poderá incorporar no seu quotidiano, e que ao fim do mês se revelarão de grande utilidade no que toca a poupar água e, consequentemente, dinheiro. É apenas uma questão de hábito.

Comentários

  1. Carlos diz:

    Eu acrescento mais um ponto:
    6 – No duche, aproveitar a água para um balde, enquanto esperamos que venha água quente.

    E ainda optar por um painel solar, para aquecimento da água!