Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Desafio 30 dias, cada um pode fazer o que quiser.

A criação de desafios pessoais é um óptima forma de nos motivarmos. Estabelecer um desafio não é difícil e pode trazer consigo uma enorme recompensa pessoal, satisfação e positivismo. Encontrar algo que gostaríamos de fazer e que ainda não fizemos por falta de tempo é o ideal.

Porque cada um faz com o seu tempo aquilo que quer. Obviamente que para ter tempo para fazer umas coisas acabamos por não ter tempo para fazer outras. Assim é conveniente ao escolher os desafios que se encontrem tarefas ou acções que nós  apreciemos para que seja mais fácil e também para que nos sintamos realizarmos.

Este artigo tem por base uma talk de Matt Cutts muito inspiradora, Engenheiro responsável pelo webspam do Google. Provavelmente a maioria das pessoas não conhece, contudo quem tem um website ou projectos na internet e quer estar bem posicionado nos resultados dos motores de pesquisa deveria conhecer. Matt Cutts possui imensos vídeos de resposta a perguntas de webmasters e bloggers no canal do Youtube e com os quais se pode aprender bastante. A fonte que poderia recomendar para quem quer aprender a lidar com os motores de pesquisa.  http://www.youtube.com/user/GoogleWebmasterHelp

Caso não visualize o vídeo, Link do vídeo no Youtube

Exemplos de desafios:

  • 30 dias de treino (corrida, etc)
  • 30 dias sem ir ao Facebook
  • 30 dias sem telemóvel
  • 30 dias sem ver televisão
  • 30 dias sem comprar utilidades domésticas
  • 30 dias sem ler emails
  • 30 dias sem ver novelas
  • Tirar uma fotografia todos os dias durante 30 dias
  • Escrever um livro em 30 dias
  • Escrever um blog durante 30 dias
  • Publicar um post diário (artigo) num blogue durante 30 dias
  • Estudar um assunto durante 30 dias

Em 30 dias pode aprender-se bastante, por exemplo se estudar medicina, provavelmente não serei nenhum expert no assunto, mas ficarei mais conhecedor. Quem diz medicina, podemos escolher outros assuntos ou disciplinas: Contabilidade, Fiscalidade, Direito, Design, Marketing, Gestão, etc.

O meu desafio

O que motivou a redação deste artigo foi mesmo um dos últimos desafios do Matt Cutts, 30 dias sem ler ou ver notícias, achei interessante e concordo com os fundamentos. Eu até tenho cada vez menos interesse nas notícias, assim será juntar o útil ao agradável. Tal como o artigo refere (no news challenge), o que é que pode acontecer! Se acontecer algo mesmo muito importante, alguém vai falar sobre esse acontecimento e vamos ficar ao corrente do que se passou. Claro que decidimos o que nos interessa, se investimos nos mercados financeiros, será importante não deixar de acompanhar o que se está a passar nos mercados.

Eu já faço um esforço para não ver notícias, até porque não é difícil adivinhar grande parte das notícias, por exemplo os combustíveis: às Segundas-feiras são quase sempre notícia, ora porque subiram 2 cêntimos ora porque desceram os 2 cêntimos acompanhadas das respectivas reportagens a automobilistas para saber se já sentiram diferença. Antigamente era o clássico das simulações do crédito habitação, por vezes ainda surgem, se a Euribor sobe as prestações vão aumentar, mapas exemplificativos do maior esforço e vice versa, para os habituais montantes de crédito: 100.000€ ou 150.000€.

Utilizar o tempo da melhor forma

O tempo é um recurso escasso, tal como evidenciado em diversos artigos: tempo é dinheiro, custo oportunidade do tempo e factores que condicionam a independência financeira. Se existe tempo que pode ser aproveitado de forma mais satisfatória é o tempo utilizado a ver notícias, especialmente as generalistas, que por vezes são sensacionalistas e que provocam um sentimento negativo nas pessoas e esse tipo de sentimentos são de evitar.

Pessoalmente, acho esta ideia dos desafios muito interessante e uma boa forma de nos auto-disciplinarmos contribuindo ao mesmo tempo para a auto-realização.  Somos nós que escolhemos os nossos próprios desafios e alinhados com o que queremos para nós.

Afinal somos nós que escolhemos o que fazemos com o nosso Tempo.

Comentários

  1. Antonio Azevedo diz:

    Os meus parabéns pelo conteúdo do tipo de desafio lançado.
    Tem toda a razão quando diz:…somos nós que escolhemos os nossos próprio desafios… e que somos nós que escolhemos o que fazemos com o nosso TEMPO…
    É um caso a ser pensado por todos…
    Um abraço deste seu subscritor
    A.Azevedo

  2. bruno diz:

    Olá.

    Gostei da ideia e vou meter em prática.
    Quero começar a investir em acções e vou ler 30 minutos por dia sobre o assunto é uma boa maneira de começar aprender.

    Cumprimentos

  3. Vitor Sousa diz:

    Bom dia!
    Passei a noite em branco, ando a estudar o que para mim vai ser o Meu negócio! Aprendi bastante neste site e por isso é que o tempo que passei fora da cama foi aqui a ler os mais variados artigos, que vá-se lá imaginar porquê… encheu-me a cabeça de ideias! Era como por exemplo, eu tinha 100 ideias e após conhecer este site, ja vou a caminho de 1 milhao. Até mesmo neste caso dos desafios, para quem tem um café, um bar…algo novo… lançar um desafio ao CLIENTE! por exemplo, O cliente Nº…200 deste mês, terá a sua conta Grátis! estamos entao a associar o poder do Grátis, ao desafio! O desafio do cliente tentar ser o 200, e por isso vai visitar o seu espaço mais vezes! Isto é fantástico mesmo!

    Obrigado por partilhar todo este conhecimento, Sr Nuno!
    Continue assim! Se nao continuar assim, que melhore!
    Cumprimentos a todos.

    • Nuno diz:

      Olá Vitor Sousa

      Agradeço o seu comentário

      Nada melhor do que investir em algo nosso 😉

      Votos de sucesso
      Nuno