Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Comprar empresas em dificuldades financeiras

A compra ou aquisição de empresas que apresentam ou vivem dificuldades financeiras pode ser uma boa solução não só para investir,  como para encontrar uma ocupação profissional. Por vezes podem ser encontradas boas empresas ou empresas de alguma dimensão que por dificuldade dos sócios não conseguem recapitalizar a empresa. Como o acesso ao crédito nem sempre é fácil, incorrem na possibilidade de ver os seus credores solicitarem a insolvência da empresa e perder todo o investimento efectuado.

Uma forma de contornar a situação é fazer um aumento de capital que permita capacitar o negócio de mais meios financeiros, partilhando o risco e os resultados com outros sócios, accionistas ou investidores. Uma outra possibilidade é vender a empresa e realizar o capital investido.

Crise = oportunidade

Um dos aspectos mais relevantes na compra de uma empresa em dificuldades é que as empresas concorrentes enfrentam provavelmente os mesmos desafios financeiros, ou seja necessitam de capital para fazer face a quebras de tesouraria ou para cobrir o aumento do fundo de maneio derivado por exemplo de atrasos dos pagamentos pelos seus clientes. Muitas empresas podem não sobreviver, o que origina uma grande oportunidade para as empresas que conseguem sobreviver.

Exemplo:

No caso das empresas de limpeza, se existem algumas que fecham actividade, pois o volume de negócios não cobre o total dos custos e motiva o seu encerramento. No entanto, estas empresas até possuem alguns clientes e esses clientes continuam a necessitar deste serviço, assim as empresas concorrentes podem conquistar novos clientes pelo desaparecimento de um concorrente.

As vantagens de adquirir uma empresa.

Apesar de já aqui ter sito enunciadas algumas razões que podem levar à compra de uma empresa, nunca é demais lembrar que uma empresa que já está no mercado, possui os aspectos básicos a qualquer negócio: como clientes, fornecedores, e uma estrutura montada, o que proporciona um grau de segurança maior face a imprevisibilidade total da criação de um negócio de raiz.

Aquisição versus criar uma empresa

Na criação de um negócio de raiz, pode verificar-se através de vários estudos que grande parte não sobrevive ao primeiro ano de actividade, pois é por norma o ano mais difícil, o facto de não ter nome no mercado ou partir de uma base de clientes Zero, empurra os novos negócios para o encerramento.

Valor do cliente

Todas as empresas com clientes possuem o seu valor, pois a cada cliente corresponde um valor de futuras vendas (não evidenciado nos Balanços) basicamente correspondem ao que se pode ganhar com o cliente nos anos seguintes. Apenas será necessário que o passivo da empresa não seja superior a este activo para que possa ser considerada uma boa aquisição. Nunca esquecer que os clientes são livres e podem escolher uma outra empresa para adquirirem o que satisfaz as suas necessidades.