Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Como sair de uma situação de endividamento excessivo

O diagnóstico da situação financeira seja o mais difícil para poder controlar as dívidas e sair rapidamente da situação de excesso de endividamento, que se espera que seja temporário, o mais curto possível. Torna-se fundamental fazer um diagnóstico aprofundado de todas as responsabilidades financeiras, de modo a planear o método a seguir para resolver este problema financeiro. Convêm empregar todas as forças e motivação para que este desaire não destrua tudo o que se conseguiu até então.

O plano de reestruturação das finanças pessoais:

Crédito consolidado

Através do crédito consolidado pode-se aliviar a situação de excesso de créditos, e situação de iminente ruptura de compromissos financeiros, contudo as condições contratuais deste tipo de crédito não costumam ser muito vantajosas, já que quem contrae este tipom de créditos apresenta um risco elevado de incumprimento para a instutuição financeira, e isso terá um impacto negativo na prestação final. Caso se adopte por recorrer as este produto, estabelecer prazos para amortizações suplementares no capital em dívida e melhorar a condição de negociação é importantíssimo.

Organize e planeie um plano ambicioso

O caminho a seguir depois de saber o total dos compromissos financeiros, é começar por pagar inicialmente os créditos em que a taxa de juro é mais elevada, assim saldos em dívida no cartão de crédito devem ser extintos o quanto antes, créditos por telefone, internet, ou postais também têm por norma taxas de juro muito elevadas, assim terá de se eliminar estes créditos o quanto antes. Depois analise crédito a crédito e estabelece uma prioridade de amortização para cada um, para satisfazer esta necessidade de dinheiro no curto prazo, quanto mais cedo melhor, pois o efeito da capitalização de juros não é nada bonito nestas situações, considere efectuar cortes radicais nas despesas mensais e talvez utilizar uma técnica para ganhar algum dinheiro extra.

Poupar de forma extrema

Poupar ao limite, reduzir tudo o que não é bem de primeira necessidade, por exemplo televisão por cabo, telefone, telemóvel, refeições fora de casa, deixar de fumar, etc. Deixar o carro em casa, utilizar a bicicleta para as deslocações inevitáveis pode também ser aplicado. Será mesmo necessário fazer férias se não têm disponibilidade financeira neste momento, o melhor é recompensar no futuro o esforço do presente.Pode encontrar dicas de poupança aqui

Vender o que não necessita

Dentro de nossas casas existe sempre objectos que têm o seu valor, contudo não têm grande utilidade, ou não são imprescindíveis, assim poderá vende-los seja através de sites de classificados, ou mesmo através de lojas especializadas na comercialização de bens usados. Nesta capitulo podemos incluir, motos, carros, livros, aparelhos electrónicos, objectos decorativos, acessórios de desporto, etc.

Concentrar todos os esforços para sair desta situação temporária é vital para poder recuperar e quem sabe melhorar a condição anterior a este imprevisto.

Comentários

Os comentários deste artigo estão fechados.