Como arrendar uma casa ao dia ou à semana

A rentabilização de imóveis habitacionais é apetecível, especialmente quando o mercado de compra e venda está em queda, as pessoas tendem a olhar mais para outras formas de extrair rendimentos do seu património. O arrendamento de longa duração é uma opção, mas nem sempre a mais rentável se considerarmos a relação tempo versus retribuição financeira.

Quando se fala em arrendamento temporário de curta duração pressupõe-se que a habitação esteja pronta a habitar e possua todo o equipamento básico disponível para utilizar, 2 aspectos que podem ser interessantes para meditar são: como funcionará a entrega das chaves e como e por quem será efectuada a limpeza da habitação.

A questão que me foi colocada era de como rentabilizar uma casa de férias através de arrendamento temporário. Eu diria que, existem como quase sempre acontece várias opções, e eu consigo visualizar neste momento 2. Estas duas podem desdobrar-se em novas opções.

Arrendar o próprio

Do ponto de vista económico é a mais vantajosa, contudo acarreta tarefas por vezes complicadas, por exemplo: se o imóvel está localizado no Algarve e o investidor reside no Porto, a simples tarefa da entrega da chave da habitação é uma complicação. Contudo após ter a solução para estas questões interessa encontrar interessados para a sua utilização, assim apresenta-se algumas hipóteses para a angariação de clientes.

Anunciar o imóvel em sites e jornais de classificados

Os sites de classificados generalistas ou dedicados apenas ao imobiliário são uma opção para encontrar arrendatários, aqui temos que considerar que as colocações dos anúncios, umas são gratuitas outras são pagas. O jornal Ocasião revela-se uma boa opção porque é gratuito e chega até pessoas que não utilizam ou utilizam menos a internet, e é gratuito para anúncios não destacados.

Colocar o imóvel em sites de arrendamento para férias

Existem também sites especializados no arrendamento para férias e que dispõem de várias funcionalidades, como a calendarização das reservas ou marcações, o que permite e facilita em muito a gestão do processo. Uma outra vantagem é que estes sites normalmente pertencem a redes internacionais, assim a presença em vários países traduz-se numa maior abrangência de público alvo e de diferentes possibilidades financeiras. A grande desvantagens é que a sua utilização não é barata.

Um dos sites mais conhecidos é a Homelidays

Utilizar a casa como residencial

Uma opção abordada no artigo transformar uma casa numa residencial é outra das formas de obter contactos e monetizar património imobiliário. Sendo uma boa opção para expor a casa a turistas estrangeiros, pois esta rede está presente em vários países. Já as taxas de ocupação que vi no site para imóveis portugueses são ainda fracas, talvez por ser um projecto recente (2 ou 3 anos) no mercado.

Criar um site de promoção

Uma ideia que pode ser utilizada especialmente para quem tem e gosta de utilizar a internet é criar todo um conjunto de ferramentas gratuitas para a divulgação e concretização destes negócios de arrendamento. Por exemplo:

No artigo como divulgar um negócio encontram-se mais algumas ideias que podem ser utilizadas na promoção do imóvel. Pode colocar-se esta ideia em execução em simultâneo com outras ideias apresentadas, expondo e publicitando o imóvel pelo maior numero de canais. Quanto maior a divulgação maior será a procura potencial pois consegue chegar-se a um maior número de potenciais interessados.

Confiar a habitação a outra entidade

A forma mais despreocupada é ceder o imóvel para exploração por outra entidade. Existe a possibilidade de pagar um valor fixo mensal ou um percentagem das receitas ou outro sistema de retribuição. Tem a grande vantagem da descomplicação, pois transmite-se a responsabilidade da gestão para outros, tal como a angariação de clientes.

ideia extra

Não havendo muita oferta comercial neste sector, pode até ser o impulso para criar uma empresa de gestão de propriedades. Utiliza-se uma necessidade própria como base na criação do negócio (1 cliente está garantido!).

Temos de nos lembrar que existem 2 formas bem distintas na abordagem ao arrendamento, uma é fazer o próprio a gestão do imóvel e dos procedimentos relativos à captação de arrendatários, outra é confiar essa gestão e tarefas a empresas gestoras de património imobiliário.

Etiquetas: ,
Artigos relacionados: