Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Bolhas especulativas nos franchisings, cuidado!

Os negócios em franchising tal como todos os outros negócios, podem ser bons, razoáveis ou medíocres. Saber analisar as perspectivas de futuro do negócio e antecipar o que poderá ser um desastre financeiro é fundamental.

Em Portugal praticamente todos os franchisings que têm como base exclusiva a internet como plataforma de comercialização de produtos ou serviços, falharam, foram um fracasso.  Assim pode-se dizer que os franchisings na internet devem ser evitados, não quer dizer que um dia não possa surgir um negócio promissor.

Desenvolvimento do Franchising em Portugal

A expansão de negócios através do Franchising em Portugal teve na minha opinião 2 sectores chave para esse desenvolvimento, a restauração e a mediação imobiliária. Cada um tem um grau de dependência dos ciclos económicos, assim quem investiu na restauração provavelmente consegue superar melhor os momentos menos bons, mas quem investiu na imobiliário num dos múltiplos franchisings disponíveis estará agora desesperado caso não tenha optado por uma das maiores redes.

A extinção de imobiliárias nos últimos tempos, não é de admirar pois podíamos encontrar agências de mediação imobiliária porta com porta de redes diferentes. Quando o negócio estava em crescimento foi bom, mas agora é bom pensar muito bem antes de aderir a uma rede imobiliária, já a restauração em grandes superfícies comerciais passa um pouco imune, contudo existem redes que também fracassaram nos últimos tempos.

Os franchisings de serviços foi e é uma mina de ouro para quem as cria, os detentores das Marcas. Existindo marcas que se confundem umas com as outras tal não é a forma como se criam Marcas com base num única ideia, no fundo nem se dá pela diferença, o serviço de limpeza, aqui é Rei.

Franchisings extremamente perigosos

Talvez dos maiores barretes que tentaram vender aos investidores através de franchising seja o caso da consultoria financeira, consultores de dívidas, créditos consolidados, angariação de créditos, o que poderia ter sido um negócio de sucesso para os primeiros, que justamente tem a maior rede, com muito mérito, a verdade é que a entrada de dezenas de concorrentes esgotaram o mercado, como as margens de lucro bruto, sensivelmente 1% dos créditos contratados, não é difícil criar um projecto de investimento viável, só duvido das previsões de vendas!

A última moda dos franchisings, também não é boa: compra e venda de ouro. Primeiro este negócio assenta no principio que as pessoas vendem o seu ouro quando atravessam momentos de aperto no seu orçamento familiar, quando passar esta crise ficamos sem clientes, mesmo que a crise perdura-se eternamente, as pessoas só podem vender o ouro que têm, como não o exploram também se iria acabar as reservas, se bem que quem hoje está bem amanhã pode ter dificuldades financeiras e ter de se sujeitar a vender os seus tesouros em metal precioso.

Existem muitos bons negócios em regime de franchising, e até mesmo nos sectores referidos no artigo existem boas oportunidades, contudo toda a atenção é pouca para não cair nas armadilhas dos negócios fáceis, é que vender franchisings também é um negócio, e bem lucrativo.

Comentários

  1. pedro diz:

    E que negócio para o franchisador!!! E as pessoas caem quem nem patinhos!
    Bom artigo!

  2. Nuno diz:

    Olá Pedro
    Obrigado.
    É preciso saber analisar os negócios, para evitar entrar em situações menos positivas.