Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Bolha especulativa nos investimentos e negócios

As bolhas especulativas acontecem de tempos a tempos, são chamados de sectores quentes, onde se pode ganhar dinheiro facilmente, pois o sector está a crescer a um ritmo muito elevado. Uma das características mais comuns é a falta de bom senso, os investimentos são feitos com base no irracionalismo de cada um e na inveja, se alguém está a a ganhar muito dinheiro neste sector eu também quero, e assim compra sem saber o que está a comprar.

Muitas das vezes estes negócios são baseados simplesmente pela entrada de novos investidores, assim o negócio cresce com base na procura, e quanto mais procura, mais cresce o negócio e maiores serão as perdas quando a situação do sector estabilizar e voltar a estar correctamente valorizada.

As novas tecnologias

bolhas especulativasO valor das novas tecnologias, como a internet é sem dúvida elevado, o difícil é mesmo quantificar o valor dos activos das empresas de base tecnológica, pois os activos são o “know how” e se analisarmos os fluxos de caixa, e utilizarmos uma das técnicas de avaliação de empresas o valor dessa avaliação fosse correcto ou seguro conseguiria-se verdadeiras pechinchas. Ora, como não se consegue atribuir um valor com muito rigor a este tipo de empresas e negócios, o seu inicio foi simplesmente uma loucura no fim da década de 90, moral das história, perdas avultadas na carteiras dos investidores que apostaram tardiamente neste tipos de activos.

Imobiliário

O imobiliário é um investimento seguro na maioria das ocasiões, mas mesmo assim também foi vitima de várias bolhas especulativas ao longo dos tempos. Como o preço do imobiliário é por norma crescente, por várias razões, por exemplo a falta do mesmo e depois as localizações premium. Quando a valorização aumenta a ritmo elevado pode esperar-se depois a contracção do sector, mas nem todos conseguem ver quando sair. Quando o ritmo da construção de casas novas supera o da procura, temos logo um indicador que algo está para acontecer, e isso é visível a olho nú, se existem prédios que não estão a conseguir ser comercializados.

A oscilação das taxas de juro afecta gravemente o sector do imobiliário, bastou a taxa que indexa (Euribor) os créditos habitação aproximar-se do 5% para reduzir fortemente a procura e a originar também o incumprimento das responsabilidades de crédito. Sendo o imobiliário transversal, todos precisamos de habitação, até o cidadão comum sentiu os efeitos da bolha.

Energia

A energia é uma grande oportunidade de investimento nos nossos tempos, é um bom negócio e é fundamental para todos nós, é uma necessidade sem a qual não poderíamos ter um estilo de vida moderno. As energias alternativas foram apenas uma pequena bolha, podia ter sido muito pior caso os acontecimentos mundiais que levaram à contracção das economias não tivessem acontecido, mesmo assim as ofertas públicas de aquisição originaram menos-valias a quem investiu nesses activos. É um sector que ainda tem muita margem de progressão e voltará a estar no centro das atenções no futuro. A indústria está em fase de crescimento, muitas opções existem, vamos ver o que triunfará.

As bolhas especulativas são grandes oportunidades para fazer bons negócios e ganhar muito dinheiro, mas só para quem investe inicialmente e sai antes da bolha explodir terá sucesso. Falta saber é qual será a próxima? O ouro?

Comentários

Os comentários deste artigo estão fechados.