Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Aproveite a guerra de preços para poupar

tv-net-fixoPoupar sem deixar de usufruir é um bom mote para dedicar algum tempo a este assunto. Por vezes existem oportunidades que importa aproveitar. Quando as empresas competem por quotas de mercado e por novos clientes, utilizando estratégias agressivas de preços, a concorrência a funcionar no seu melhor, o consumidor e as empresas podem tirar vantagens financeiras se souberem aproveitar. O truque passa muitas vezes por negociar.

Penso que este é um desses momentos, o sector das telecomunicações está ao rubro, as margens de lucro do negócio são generosas, por isso podem baixar os preços e proporcionar aos clientes poupanças substanciais. Tal como irei exemplificar mais adiante.

A oportunidade pode ser limitada

Quando se fala em oportunidades temos de perceber que estas podem ser momentâneas e podem deixar de existir de um dia para o outro. Para exemplificar, nada melhor que falar no crédito imobiliário (crédito habitação ou crédito hipotecário), quando a competição na banca por novos clientes através de condições especiais no credito habitação as margens esmagaram-se. As instituições bancárias obtinham lucro essencialmente através do spread, e na ganância de ganhar clientes sacrificaram essa margem de forma captar clientes.

Quem soube negociar, viu os custos associados ao crédito habitação reduzidos, a janela de oportunidade foi em 2004, 2005 e 2006. Quem não aproveitou para negociar nessa altura, não beneficiou dessa guerra de preços que provavelmente não voltará a surgir tão cedo.

Competição sem fulgor

Nem em todos os sectores é possível assistir a guerras de preços que beneficiem o consumidor. No passado também alterei a empresa fornecedora de electricidade, tal como expus no artigo poupar na energia eléctrica, posso dizer hoje que a montanha pariu um rato, ou seja, as diferenças de preços de umas empresas para outras são diminutas.

A oportunidade nas telecomunicações

Não sou vidente, mas acho que este é um bom momento para considerar a subscrição dos novos produtos disponíveis no mercado, a chamada oferta quadrupla: TV + NET + TELEFONE FIXO + 2 TELEMÓVEIS (cartões) com chamas ilimitadas para todas as operadoras (mediante a uma política de utilização responsável, ou seja: 2000 minutos ou 33 horas de conversação )  por mês.

Porque considero uma oportunidade?

Bem é fácil, se eu vou ter mais serviços e vou pagar menos do que pago actualmente parece-me que seja benéfico, no meu caso pessoal, nem sequer vou mudar de operadora. No meu escritório, pagava 24 euros, por uma linha telefónica e internet de 12 Megas, e por 2 telemóveis (um pessoal e outro profissional) cerca de 30 euros/mês. Mediante a oferta existente, vou passar a dispor de TV e aumentar a velocidade de internet para 24 Megas (não existe fibra naquela zona) a deixar de efectuar carregamentos nos telemóveis, tudo isto pela módica quantia de 60 Euros/mês.

Não digo para que será óptimo para todos, mas pode trazer uma poupança a muita gente.

“Você não fica rico com o que ganha, fica rico com o que poupa.” Yoshio Teresawa

Periodos de fidelização

As pessoas não gostam de fidelização a serviços pois representam uma responsabilidade, nada como a liberdade, mas se com o período de fidelização corresponder uma tarifa competitiva interessa até que a fidelização seja por um período alargado, pois assim que terminar este compromisso os tarifários podem aumentar, já vi isto acontecer várias vezes nas telecomunicações, interessa captar novos clientes, os clientes actuais acabam por ver as suas facturas aumentar. Por isso é necessário ir negociando de modo a ter sempre um preçário competitivo.

Negociar

Por falar em negociação, saiba que pode facilmente obter um ganho nestes contratos, seja qual for a operadora. Sem negociação não usufruiu do melhor valor, isso é certo. Não precisa de correr muito, basta pedir informações nos balcões das operadoras, que passado pouco tempo irão contacta-lo apresentando propostas 🙂

Saiba também que por vezes está a pagar por serviços que não utiliza, Atenção aos custos escondidos no telemóvel

Será que lhe compensa?

Esta oportunidade não será oportuna para todos, dependerá do estilo de vida e capacidade financeira que cada um possuí. No entanto existe uma análise que poderá facilitar a tomada de decisão: Analise quanto gastou em carregamentos de telemóvel no último ano, para fazer isso aceda à área de cliente da operadora de comunicações e terá acesso a essa informação. Após essa análise, faça as suas contas e veja se lhe compensa.

Se as famílias podem poupar, as empresas também. Colocar um destes cartões de telemóvel numa central telefónica origina boas poupanças 😉

Comentários

  1. Manuel P. diz:

    Excelentes dicas caro Nuno. Aproveito também para complementar à sua informação que este também poderá ser o tempo de negociar os próprios contratos que já se possui com a nossa operadora de serviços de telecomunicações, porque por vezes conseguem-se valores ainda mais competitivos sendo já cliente, do que passar para a concorrência, já aconteceu comigo. Fica também a sugestão para os leitores.

    Bem-haja!

    • Nuno Casimiro diz:

      Olá Manuel

      Obrigado, é isso mesmo.
      Por vezes basta negociar.

      Votos de sucesso

  2. fernando diz:

    No meu entender, as empresas de telecomunicações na maioria das vezes apenas dão as melhores ofertas quando temos a iniciativa de mudar para uma concorrente. Numa fase, quase final é que nos contactam a dar tudo e mais alguma coisa. Acho que temos sempre fazer o choradinho para obtermos algo da empresas de telecomunicações.

    • Nuno Casimiro diz:

      Olá Fernando
      Quem não regateia é porque está bem :-/
      Tem de se negociar

      Votos de sucesso

  3. José diz:

    Era para mudar de operadora para baixar os gastos com as comunicações, após comunicar tal, a Vodafone prontamente me apresentou proposta com valores mais baixos.
    Faço por poupar nos gastos com a EDP, aguas, e até poupar higiene diaria – gastava 9€ por mês com giletes mach 3 agora gasto +/- 3€ por mês no clube barba rija