Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Apps e programas de apoio à gestão das finanças pessoais.

A tecnologia está cada vez mais presente nas nossas vidas. Existem sempre mais “ajudas” para a gestão das finanças pessoais, bem como ferramentas de apoio, gerando informação que pode ser utilizada nas nossas decisões de consumo e investimento.

As famílias são como as empresas, no que diz respeito às questões financeiras: existem receitas (recebimentos, proveitos) e existem despesas (custos, pagamentos). Contudo e geralmente, nas empresas existe maior rigor na gestão financeira. Elaboram-se orçamentos, fazem-se previsões, enfim, gere-se. Nas finanças pessoais, por vezes as coisas andam um pouco ao sabor do vento 🙁

As finanças pessoais sofrem da dificuldade de reunir toda a informação: onde se gastou, quais os proveitos, etc. Assim é difícil controlar e ajustar consumos. Mas um pouco de organização nunca fez mal a ninguém. Por isso, a apresentação destas apps de finanças pessoais, que se traduzem num forma de ter uma visão diferente, especialmente sobre os gastos. No artigo orçamento das finanças pessoais, foram  indicadas mais algumas ideias sobre a importância de ter em atenção as suas finanças pessoais.

Apps são aplicativos (software) criados especificamente para aparelhos móveis, sejam tablets ou telemóveis. Ajustando a visualização, redimencionando os comandos (botões) de utilização de forma a facilitar a sua utilização.

Os smartphones, possuem cada vez mais funcionalidades, as Apps ou aplicativos direcionados para as finanças pessoais vão desde o controlo de gastos até à gestão das contas bancárias. Alguns bancos disponibilizam esse serviço, gratuitamente, indo ao encontro do que se vê cada vez mais com as empresas. Criação de soluções móveis, por exemplo facturar através do telemóvel, alguns dos programas de facturação online apresentados neste artigo possuem já essa funcionalidade.

Soluções de apoio às Finanças Pessoais

Apps gratuitas de controlo de gastos

Ajudam a controlar os gastos e as receitas. Adicionando as despesas através de categorias ou tipos de gastos permitindo visualizar através de relatórios ou resumos para onde está a ir o dinheiro. Muitas são as apps existentes, nem todas são gratuitas, mas as apps gratuitas atingem-se os mesmos resultados pois as diferenças são diminutas.

Gestão do orçamento familiar

Muitas são as formas de gerir as finanças pessoais, seja através de um caderno em papel, uma folha de calculo ou um programa específico. Para ter “mão” nas suas próprias contas.

Gestão de Contas Bancárias

Analisam extractos bancários, categorizando as despesas. Obtém-se assim assim uma visão concreta para onde está a ir o dinheiro, facilitando o processo de categorização e sua contabilização.

Não é por nada, mas talvez não seja boa ideia incluir os dados de acesso ao banco (netbanco) em programas externos à instituição financeira. Nunca se sabe donde pode surgir um problema. Prefira neste caso, as aplicações criadas pelo seu banco, já existem diversas.

O dinheiro como recurso escasso, tem de ser muito bem gerido, até para que se possa usufruir de uma vida sem problemas financeiros, se bem, que nem sempre se consiga. Ajustar o consumo abaixo dos rendimentos é o mínimo que se pode fazer, para não vir a ter problemas no futuro. Poupar quando é preciso, investir no que se gosta, para que um dia se possa ter tranquilidade financeira, para nem sequer ser necessário pensar em dinheiro. O futuro financeiro constrói-se a cada dia.

Comentários

Os comentários deste artigo estão fechados.