Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Análises possíveis para tomar decisões no investimento em bolsa

Existem 4 modalidades para iniciar o investimento em acções, sendo que em 3 delas é o investidor que toma as decisões por si, enquanto que na última depende das recomendações seja de analistas ou mesmo de conhecidos e familiares.

Existe uma grande diferença entre investir e comprar acções, por isso o melhor é fazer um análise profunda antes da tomada de qualquer decisão e em caso de dúvidas poderá ficar sempre na posição de não fazer nada.

Análise Técnica

Efectuar transações através deste tipo de estratégia pressupõe um conhecimento específico, pois existem ferramentas e noções que são fundamentais como seja o conhecimento das resistências e suportes de um determinado título bem como as barreiras que travam o a valorização dessa mesma acção. Aqui são avaliadas todas as tendências, analisando o passado e extrapolando para o futuro, com equações de base estatística e mais umas quantas específicas. O investimento em acções através da análise técnica é especialmente aconselhado para quem quer comprar e vender acções no mesmo dia (intraday).

Análise fundamental

Este é um método que assenta em avaliações da empresa, pode-se calcular o valor da empresa através de vários métodos, entre os quais pode ser necessário prever os fluxo de caixa para os próximos anos utilizando o método dos cash flows.  Avaliar uma empresa é um processo complexo, onde é necessário recorrer por vezes a informação muito complexa, por exemplo: medir o nível de rendibilidade esperada para a empresa através do Beta médio das empresas concorrentes com o mesmo nível de endividamento.

Com as ferramentas certas e parametrizadas é fácil fazer estas avaliações para fazer a comparação do valor da empresa teórico com o valor de mercado em capitalização bolsista. Os investimentos com base neste método pressupõem um horizonte temporal do investimento mais alargado, o maior investidor do mundo Warren Buffett utiliza esta estratégia.

Análise mista

Esta é uma técnica que não existe nos livros, é um mix das 2 últimas analisa-se o passado e faz-se previsões para o futuro. Por exemplo faz-se uma análise histórica de cotações, onde podemos encontrar as resistências e os suportes para dar início ao investimento, mas pensado sempre no médio/longo prazo. Avalia-se o comportamento provável da empresa através de relatórios e notícias que vão sendo apresentados aos investidores. Utiliza-se a visão para os negócios e o feeling para fazer previsões ou especular  o comportamento dos mercados e da empresa em análise. O rigor científico e matemático neste tipo de análises é fraco, já que não são muito aprofundadas, sendo por isso a fiabilidade duvidosa, esta é a técnica que utilizo.

Análise externa

Quando utilizamos as análises de outros, pode-se dizer que estamos a fazer uma análise externa, já que primeiro decidimos em quem confiamos, e depois seguimos as suas recomendações. Pode  escolher-se  analistas, jornalistas, fundos ou investidores com notoriedade, depois seguem-se as suas dicas, ou copiam-se os seus investimentos.

Seja qual for a análise que se efectue não existem garantias de nada, existe sim, um conhecimento mais aprofundado da operação que se vai realizar diminuindo assim as probabilidades de perder dinheiro.

Comentários

Os comentários deste artigo estão fechados.