Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Algumas ideias para poupar no vestuário

Para o vestuário vai muito do dinheiro que, por vezes, poderia ser investido em coisas de maior importância, ou até poupado, para o caso de uma emergência. Sendo o vestuário uma necessidade básica, pois todos temos de nos vestir! É uma das despesas comuns num orçamento familiar, poderá ser extremamente vantajoso começar a fazer uma selecção um pouco mais cuidada e inteligente de onde e como comprar, de forma a que seja possível evitar gastar em vestuário aquilo que, em tempos de austeridade, pode revelar-se de extrema importância para a manutenção de uma situação económica estável e livre de imprevistos desagradáveis.

Algumas ideias para poupar no vestuário:

Optimize

Reduza a frequência de compra, e concentre-se mais na aquisição de peças que lhe são indispensáveis, em vez de desenvolver o hábito de adquirir tudo aquilo que lhe parecer apelativo. Muito dinheiro se gasta em peças de roupa desnecessárias, e é, por vezes, esse dinheiro que terá o poder de traçar a linha entre a estabilidade e a instabilidade económica de uma família. Reduza também a quantidade de roupa que deita fora. Muitas vezes, nem tudo o que é deitado fora está inutilizavel. Comece a prestar melhor atenção, e verá que conseguirá diminuir a frequência com que tem de comprar roupa nova.

Pondere a compra de roupa usada

Existem diversas casas onde peças de roupa usada são colocadas à venda. Muitas vezes, estas peças de roupa estão em excelentes condições, e poderão ajudar-lhe a poupar grandes quantias de dinheiro, especialmente no que diz respeito a vestuário de criança ou venda a sua roupa usada e ganhe dinheiro com isso.

Nunca perca a época dos saldos

Esta é a época do ano que deverá reservar para proceder à renovação do seu guarda-roupa. Ao fazê-lo terá a oportunidade de poupar percentagens que poderão atingir os 50%. É a forma mais inteligente de poupar dinheiro na compra de vestuário.

Outras soluções

Peça emprestado. Sempre que precisar de uma roupa mais formal para uma ocasião especial, não se apresse de imediato a gastar fortunas na mesma. Procure, primeiro, saber se conhece alguém que lhe possa emprestar a peça de roupa pretendida, pois tal fará com que evite gastar quantias astronómicas de dinheiro em peças de roupa que poucas vezes utilizará, especialmente para festas de gala e casamentos.

Prescinda de roupas caríssimas, onde a única coisa que é paga é a marca. Comprar com qualidade não significa comprar caro. Pode comprar umas calças de ganga de uma marca bastante conhecida, e pagar 150 euros por elas, ou prescindir da etiqueta e pagar 40 por umas que, na verdade, apesar de não comportarem consigo o símbolo de uma marca conhecida, em nada deixarão a desejar em termos de qualidade e resistência.

Faça compras online. Comprar online é alargar horizontes, e conseguir negócios que a maioria das lojas convencionais não lhe poderão oferecer. Muitas vezes, ao comprar online, estará a aumentar as probabilidades de  poupar algumas quantias de dinheiro, sendo por isso uma oportunidade a aproveitar.

Comentários

Os comentários deste artigo estão fechados.