Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

A evolução do meu projecto agrícola

Barragem revestida a pedra

Hoje gostava de partilhar a evolução do meu projecto agrícola. Até porque em tempos perguntaram-me como estava a correr. Criar uma quinta com um terreno leva o seu tempo.

Poderia dizer que está a correr bem, e está. Mas é mais complicado que isso. As obras que pensei realizar demoram mais tempo do que imaginei. Nada como fazer as coisas, para perceber o custo que envolve. Tem sido uma aprendizagem interessante a todos os níveis.

A burocracia é mais que muita. Por exemplo colocar água da rede num terreno rústico revelou-se extremamente complicado. Pedir a baixada de eletricidade foi um pouco mais fácil, mas também teve as suas situações.

Artigos relacionados com este projecto

Ainda não concluí os muros que me propus. Murar toda a propriedade. Falta pouco. O tempo é escasso. Só trabalho nesse objectivo nos fins de semana da primavera e verão.

Dediquei tempo a construir uma arrecadação e um telheiro em 2018.

interior da barragem ou charca

Este ano (2019), os fins de semana de trabalho foram utilizados na continuação da construção de paredes em pedra nas extremidades da barragem. Dá trabalho, mas fica espectacular. Como podem ver pelas imagens do artigo.

Construímos também o sistema de escoamento das águas. Ainda não ficou totalmente concluído. Depois de estar a funcionar 100%, apresento no blog, pois tem algo criativo. Os tanques para limpeza das águas e terá um sistema automático de limpeza desses tanques, por gravidade.

Árvores plantadas

Faz 2 anos por esta altura que plantei 128 árvores, cerca de meio hectare. Com um compasso de 6 metros por 3,5 metros. A primeira produção. Está em andamento.

Vou poupar-vos os pormenores da plantação, mas deixo uma dica para quem queira ter um pomar. Após fazerem a plantação das árvores tratem logo da rega. É barato e faz imensa diferença.

Neste momento tenho cerca de metade do terreno com árvores de fruto, a outra metade do terreno está “abandonado”. Ainda não decidi se planto a mesma espécie ou se utilizo o terreno para outros fins. Está em ponderação.

Sistema de rega lowcost

O meu sistema de rega é algo arcaico, mas funciona bem. Um programador horário (5€), uma bomba de águas sujas (40€) e tubos que não me recordo o preço. Tudo foi menos de 150€. Rego as árvores a 200kms. Limpo os bicos dos goteadores 1 vez por mês.

Sinceramente não sei quando vou plantar as restantes árvores. Ou se as planto. Mas sem pressões. O meu projecto agrícola tem como objectivo principal tirar-me dos computadores. Não substitui-los. Nos últimos 3 anos tenho dedicado bastante tempo e dinheiro à quinta. Em 2020 provavelmente tudo será diferente. Um negócio importante irá requerer 100% da minha atenção.

O lado bom da minha agricultura é mesmo esse. Posso abandonar ou reduzir a atenção por uns tempos. As árvores continuam a crescer e a produzir. Depois de construído é fácil manter. Não acontece com todas os negócios agrícolas.

A agricultura é cada vez mais uma tendência, cada vez mais pessoas pensavam na agricultura para desenvolverem os seus negócios. Já existem diversos casos de sucesso. Mas não é isso que pretendo para mim. A agricultura é um hobbie. E não será mais que isso, por enquanto.

Fazer o que se gosta e respirar ar puro. Hei-de também ter algum rendimento, mas não é isso a principal motivação. A agricultura pode ser uma forma de transpirar e meditar.

Com a cultura que escolhi e depois de estar em velocidade cruzeiro não é necessário dedicar muito tempo. Pensar bem o que queremos produzir faz muito sentido. É como tudo. O planeamento é fundamental.

A seu tempo ou quando tiver clientes para a minha produção, digo o que produzo, ou até quem sabe antes disso.