Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Trabalhar no estrangeiro, trabalhar mais e ganhar mais

Quando se pensa em imigrar para ganhar mais dinheiro esquecemo-nos de que teremos de trabalhar muito mais, não é por acaso que os portugueses têm uma alta produtividade quando trabalham no estrangeiro, realmente a renumeração do trabalho não é mais do que a o esforço despendido.

Temos de definir os 2 tipos de indivíduos que emigra, a pessoa formada, que tem boas oportunidades de emprego em practicamente todos os países, basta querer, e as pessoas de baixa escolariedade, para esses pode ser uma oportunidade de ouro, ou não.

A facilidade na mobilidade das pessoas, quer através dos meios de comunicação massificados, como o avião, quer como as questões legais são hoje aspectos de menor relevância nesta aventura, muito pelo contrário a momentos anteriores à adesão à Comunidade Europeia onde estes constituíam o maior entrave à saída do país.

Trabalhar em Inglaterra

avião em terragemUm dos países onde existem mais oportunidades, será mais ou menos como Portugal para os imigrantes, só não trabalha quem não quer. Os empregos disponíveis são por norma os que os nacionais não querem, ou seja, aquilo que não quer fazer em Portugal irá provavelmente faze-lo em Londres outra cidade de Inglaterra. Os salários são dos mais elevados, contudo é também onde o custo de vida é maior.

Trabalhar em França

Emigrar para a França, já não é apetecível como em outros tempos, na decada de 60 e 70, existe uma grande comunidade portuguesa em França, o que lhe pode ser favorável a oportunidades de emprego. Não deixa de ser uma referência para os portugueses pelo passado, contudo não o será para futuro, talvez as melhores oportunidades estejam mesmo em seu redor com: Suiça, Bélgica ou Luxemburgo, países pequenos que têm todas as condições para acolher alguns portugueses.

Trabalhar em Espanha

A nossa vizinha Espanha pratica salários muito apetecíveis para os portugueses, especialmente os que residam junto à fronteira, contudo é um país onde as taxas de desemprego são históricamente altas nos picos de contracção da economia, por exemplo em 2009, esta taxa rondava os 20%, é practicamente o dobro de Portugal.

Trabalhar em Angola

Sendo um país emergente no panorama mundial é uma oportunidade entrar neste mercado seja como trabalhador por conta de outrem com para iniciar um negócio, contudo o que Angola precisa mais é mesmo de pessoal qualificado ou especializado, pois mão-de-obra é coisa que não falta no país.

Para poder amealhar alguns euros quando se está emigrado é necessário ter um estilo diferente do país de origem, será mais um: casa trabalho e trabalho casa.

No estrangeiro pode-se ganhar mais, mas também terá de gastar mais dinheiro nas coisas comuns do dia-a-dia. Para acumular dinheiro a sério terá de poupar. Não o poderá fazer cá?


Siga-nos também em Follow

Comentários

  1. Luís diz:

    Legal o post cara, só não acho adequado vc colocar em um agregador brasileiro. Vocês já estão na europa, é muito mais facil pra vcs imigrar. Já pra nós brasileiros são outros quinhentos.

  2. Nuno diz:

    Olá Luís
    O artigo pode ser muito bem aplicado à realidade brasileira. Às vezes o melhor é poupar e ficar na terra Natal.