Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Técnicas para geração de ideias de negócio

Conhecer as formas que fomentam a criatividade permite trabalhar na criação de negócios inovadores e nunca antes implementados. As novas ideias possuem um potencial elevado. Embora as ideias sejam espontâneas e originais existem formas de “forçar” a geração de ideias, daí o valor das ferramentas de apoio à criatividade.

Um aspecto importante é que todas as pessoas são criativas, por vezes é necessário criar as condições ideais para que o processo criativo se desenvolva ou seja, aquecer o lado esquerdo do cérebro  Se nos debruçarmos e nos dedicarmos à actividade geração de ideias, podemos ficar surpreendidos com os resultados.

Este artigo vem completar os artigos sobre fontes de ideias para negócios, na realidade este artigo deveria ter sido o primeiro da série. Os outros artigos que podem ser interessantes, para encontrar ideias de negócio:

Introdução à criatividade

Criatividade é a actividade ligada à criação. E criar é construir, dar existência, fundar, construir. A criatividade é utilizada para ter ideias e para ter ideias é necessário desafiar as premissas alterando a forma como olhamos para determinada situação, é fugir ao racional e entrar no campo do surreal ou imaginário, é colocar em causa conhecimentos científicos, é necessário suspender juízos de valor abstraindo-nos de opiniões pessoais, gostos e valores. 

A criatividade pode ser aplicada na procura de soluções para diversos problemas, sob a forma de produtos, serviços ou processos. Um problema pode ser uma oportunidade de negócio, pois é uma necessidade por satisfazer.

Antes de iniciar o processo de geração de ideias, existe um factor que importa sublinhar, o FOCUS. O Focus é onde vai incidir a nossa atenção (foco), é por assim dizer o ponto de partida. Focus é o problema, o desafio ou a melhoria. É a base de trabalho.

Técnicas de geração de ideias

Brainstorming (tempestade de ideias)

A forma mais conhecida de gerar ideias e amplamente utilizada. Utilizando um grupo procura-se criar ideias, com vista a um objectivo. Tal como um tempestade, esta técnica pode gerar ideias em todas as direcções. Não sendo uma técnica metódica, os resultados são imprevisíveis. A geração de ideias de forma aleatória nem sempre resulta. Pois as ideias podem fugir das nossas necessidades e objectivos.

Roteiro conceptual:

  1. Focus
  2. Geração de ideias

Random Word (palavra aleatória)

Esta técnica é muito simples pois basta relacionar o problema, desafio ou melhoria com uma palavra aleatória. A palavra aleatória pode ser qualquer palavra, para isso pode utilizar-se um dicionário. O relacionamento entre o focus e a palavra aleatória deverá gerar 3 a 5 ideias. Depois pode fazer-se o exercício com outras palavras aleatórias e assim geram-se muitas ideias.

Roteiro conceptual:

  1. Focus
  2. Palavra aleatória
  3. Associação do Focus com a Palavra aleatória
  4. Geração de 3 a 5 ideias.

Esta é a minha técnica preferida para gerar ideias. Consegue obter-se com relativa facilidade várias ideias inovadoras.

Fraccionamento

A técnica do fraccionamento permite procurar a geração de ideias através da divisão do Focus, assim pretende dividir-se para aproximar de várias soluções, ou ideias. A repartição do Focus em temas, e os temas em subtemas permite gerar ideias com base na “raiz do problema” ou seja na base do que motiva este exercício, o Focus.

Roteiro conceptual:

  1. Focus
  2. Temas
  3. Subtemas
  4. Geração de ideias

Geração de Alternativas

A geração de alternativas é um roteiro conceptual que nos leva a gerar ideias através de associações originadas do Focus. A associação é algo que pode não estar associado ao focus, pode ser externo. A geração de ideias terá como base a associação realizada.

Roteiro conceptual:

  1. Focus
  2. Associação
  3. Geração de ideias

Extracção de conceito

O método da geração de ideias através da extracção de conceito é provavelmente a técnica mais difícil de colocar em prática  pois exige  vários processos. Geram-se ideias a partir do Focus, selecciona-se uma ideia de onde será extraído o conceito. A geração de ideias ocorre com base no conceito, as ideias geradas são utilizadas para melhorar a ideia seleccionada.

Roteiro conceptual:

  1. Focus
  2. Ideias
  3. Selecionar ideia
  4. Extração de conceito
  5. Ideias
  6. Melhoria da ideia inicial

Pessoalmente acho complicada esta técnica, pois existem outras que considero melhores. Mas para processo de inovação tudo deve ser equacionado pois não se sabe de onde poderá surgir a ideia que vale milhões.

Inversão de Premissas

A inversão de premissas não é mais do que inverter o Focus, uma técnica é utilizar a palavra “não” ou caso o Focus possua a palavra “não” retirar-lha. Desta forma a geração de ideias surge pelo lado invertido.

Roteiro conceptual:

  1. Focus
  2. Focus invertido
  3. Geração de ideias
A minha própria técnica

Conhecendo estas técnicas, infelizmente não as utilizo como gostaria mas reconheço o seu valor ou poder. Penso utilizá-las com os meus filhos, pois para além de lúdico pode ser enriquecedor para todos. A técnica que utilizo para encontrar ideias passa pela análise de mercado, depois pensar no que poderia ser feito de forma diferente e no que faz falta. Evidentemente que os conceitos são por vezes utilizados de forma inconsciente.

Um exemplo (tirado das aulas de Criatividade Aplicada, 2008) – Focus: Como aumentar a luminosidade nas ruas sem gastar dinheiro? Depois de muitas ideias geradas, alguém surgiu esta ideia: Limpar os vidros dos candeeiros públicos. Achei fantástica.

Para finalizar e atendendo a que o facto de utilizar as técnicas de geração de ideias pode originar uma quantidade de ideias de negócio considerável será necessário fazer uma avaliação das mesmas. No artigo como avaliar uma ideia, considera uma série de factores que podem ser utilizados nesta avaliação. Vamos criar ideias!


Siga-nos também em Follow

Comentários

  1. Nuno Viegas diz:

    Boa noite Nuno

    Sou responsável por uma empresa de manutenção de edifícios e estruturas.
    Tenho um negócio único em Portugal, relacionado com serviços para a Industria petrolífera (GALP, REPSOL, ETC) que apenas precisa de parceiros certos e com vontade de ganhar pela diferença.
    Agradeço o seu contacto,
    Atentamente
    Nuno Viegas

    • Nuno diz:

      Boa Noite Nuno Viegas

      Agradeço o seu comentário e proposta, contudo não sei se tem noção, que não possuo capital para investir :-(
      Inclusive, estou a trabalhar para me financiar, tal como expus no seguinte artigo:
      http://investidor.pt/preciso-de-dinheiro-para-o-meu-negocio/

      Votos de sucesso

      • Manuel RIcardo diz:

        Por acaso não se importa de dizer se encontrou solução(na sua procura por financiamento) pois estou procurando tambem financiar um negoçio proprio.
        Obrigado e desculpe.

    • Ricardo diz:

      Boa tarde Nuno Viegas,

      tenho uma empresa e estou procurando alargar o leque de ofertas. Pode enviar me para o email algo mais sobre os serviços que esta a propor?
      Ogb.

    • Tiago Miranda diz:

      Ex mos.

      O meu nome é Tiago Miranda, sou arquitecto sénior, com intervenção ao longo de todo o país, com principal incidência na Zona Centro (Lisboa).

      Tendo conhecimento dos vossos serviços, no sentido de uma possível parceria, segue o contacto e respectivo e-mail:

      tlm. 96 7198 024
      tiago.m.miranda@gmail.com

      Possuo escritório próprio na Av. Da República – Lisboa, caso seja necessário e para uma maior valia na parceria, bem como o apoio de uma equipa multidisciplinar composta de técnicos responsáveis, garantindo aos seus clientes que os projectos sejam realizados e licenciados junto das entidades oficiais de forma organizada, rigorosa, competente e a custo controlado.

      A experiência adquirida, apostando na colaboração, cooperação e parceria com os vários profissionais e entidades das diversas áreas que constituem um projecto, tem resultado numa boa relação, revelando-se na realização trabalhos a nível nacional e internacional, nomeadamente na concepção, recuperação/ reabilitação/ manutenção e segurança, bem como no posterior acompanhamento e apoio em obra.

      Encontro-me também disponível para assumir responsabilidade de alvará.

      Grato pela atenção dispensada.
      Com os melhores cumprimentos.
      Atentamente,
      Tiago Miranda

  2. José Santos diz:

    Tenho 150.000€ para investir.
    Aceito sugestões para negócio em Leira.

    • Luis Lopes diz:

      O meu nome é José Luis Lopes, sou gerente duma empresa com 57 anos de existência, com intervenção no mercado nacional e internacional de veículos de Lazer e Profissionais,. Exportamos para Alemanha, Suíça, Bélgica, Holanda, Espanha e Angola.

      Somos construtores e transformadores de viaturas comerciais ligeiras e pesadas temos uma equipa multidisciplinar composta de pessoal experiente responsável, garantindo elevada amp+litude de resposta em diversas artes Carpintaria, chaparia, electricidade auto e civil, serralharia, mecânica, e fibra poliesteres

      Tendo conhecimento da sua vontade de investir, no sentido de uma possível parceria num negócio de renting, segue o meu contacto e respectivo e-mail:

      tlm. 965351947
      andrade@andrade.com.pt

    • Miguel Fernandes diz:

      Boa noite.
      Não sei se ainda está em fase de investimento, mas será que me pode facultar um contacto seu?
      Obrigado.

      Miguel Fernandes

  3. vitor francisco diz:

    Boas faço
    trabalhos de remodelações e construçaõ na zona de setubal procuro parcerias de negocio dentro ou fora do pais.

  4. ludovina diz:

    Boa tarde

    Meu nome e Ludovina ( de mocambique) tenho um espaco de 1 hectar onde estou interressada em montar um negocio na area de SPA para relaxamento e estetica, se alguem tiver interressado em financiar e tiver experiencia peco para ,me contactar

  5. Giovana diz:

    Oi!! este artigo me ajudou muito, precisava fazer um trabalho de escola sobre esse assunto e estava desesperada!!!! Mas queria saber se você poderia me esclarecer o que é esse ”FOCUS” seria o foco da ideia???