Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Superar dificuldades sem stress

lutarAs dificuldades são desafios, por isso mesmo a dificuldade é apenas uma resistência ao caminho traçado. A dificuldade aumenta a recompensa, pois o que é fácil tende a ser desvalorizado. Cada vez me convenço mais que tudo depende de nós e não dos outros. Se no artigo como ser sempre positivo, foram abordados aspectos relacionados com a postura face à vida, este artigo não foge a essa máxima, evidenciando aspectos que nos fazem avançar em busca do que realmente queremos.

Abordar os desafios de forma positiva também ajuda bastante a supera-los e em vez de nos focarmos no problema devemos antes olhar para as soluções. Isto é, não pensar muito nos constrangimentos e pensar mais em como podemos contornar a situação. Acaba por ser a definição de estratégias que nos permitem alcançar o que ambicionamos. O que interessa mesmo é pensar que se consegue e avançar. Um passo de cada vez em direcção ao que se pretende. Talvez o maior segredo seja acção.

Antes de mais temos de ser positivos, encarar os obstáculos como desafios. Desafios a superar.

Determinação

A determinação, o foco e a persistência são os factores que permitem superar os obstáculos. Empenhar-mo-nos no que queremos é meio caminho andado para realizarmos o que idealizamos. A determinação faz-nos levantar cedo ou deitar tarde na realização de algo. Determinação é Foco. Estarmos focados leva a que sejamos mais produtivos e a alienar-nos das distracções que nos rodeiam.

Vontade

Tudo depende da vontade de cada um, se não temos motivação para realizar o que queremos para nós, então pode ser complicado. Antes de tudo tem de se ter vontade. Tal como refeido no artigo desafio 30 dias, faça qualquer coisa que o faça feliz, encare os seus sonhos e motivações pessoais como alimento das suas acções. Alimente os seus sonhos com acção. Pessoalmente, sinto-me muito mais realizado após um dia produtivo, do que num dia de em que não fiz o máximo que podia. A vontade também esmorece de vez enquanto, mas isso, não é razão para no dia seguir não voltar à carga.

Acção

Sem acção, tudo fica na mesma. A procrastinação é quase uma doença, decorre do adiamento de acções e tarefas, mas se adiamos o que queremos fazer, estamos até a ir contra nós e os nossos princípios. Sobre a acção, só digo: é para fazer. Então que se faça já, agora neste momento. Ficava feliz por si, se deixasse de ler este artigo neste momento e realizasse na próxima hora algo que quer para si. Depois pode e deve voltar para acabar de ler o artigo :-)

Muitas são as distracções a que temos de dizer “não” para podermos fazer coisas, mas acaba por ser a selecção do que queremos para nós. Onde queremos ocupar o nosso tempo. Uma das coisas fundamentais e que ajudam a ser mais produtivo é fazer uma triagem e avaliar o que é realmente importante para nós, um artigo que pode ajudar a fazer a selecção é: pirâmide da importância.

Poucas são as coisas que não podem ser feitas

A ousadia que também se muitas vezes está muito perto da chamada estupidez ou descontracção natural, leva-nos a ultrapassar barreiras que pareciam enormes, ser atrevido de forma positiva, ir por caminhos não definidos, avançar rumo ao desconhecido. É verdade que nem sempre os resultados esperados estão alinhados com as acções, existem por vezes factores que não dependem de nós directamente mas sim da envolvente em que estamos inseridos. Poderemos sempre tentar alterá-lo e em última análise podemos sempre contornar os constrangimentos.

Um exemplo pessoal: eu nunca fui muito bom a escrever, mas não é por causa disso que não escrevo artigos. Não, nada disso, eu insisto. Posso demorar mais tempo a escrever um artigo do que algumas pessoas, mas não importa. Acabo por melhorar a forma como escrevo. Quando mais se escreve, mais fácil se torna. Quando criei o meu primeiro blog em 2007, escrever um artigo pequeno era muito, muito difícil. Hoje, já vou conseguindo escrever um pouco melhor, mas muito longe de quem possui o dom da escrita. Se as palavras não são o meu forte, tenho facilidades nos números e também não me falta criatividade. Umas coisas acabam por compensar as outras.

Para ter um blog tem de se escrever com qualidade

Esta é uma regra da construção de blogs de sucesso com a qual nunca concordei. É claro que facilita bastante escrever frases em bom português. Mas não é necessário escrever com qualidade para se ter um blog de sucesso. Basta criatividade, originalidade e muita vontade.

Até erros ortográficos são permitidos, sim, eu sei que por vezes existem alguns erros nos meus artigos, necessito rever mais vezes os artigos, mas será isso que me faz parar? Claro que não. É sempre a andar para a frente. As pessoas percebem, podem é não perdoar, alguns exemplos: “um empresa” “uma aspecto”, existem outros. As pessoas percebem que existe aqui um erro. Mas será um erro tão imperdoável? Eu acho que não. Aliás, basta haver vontade para ler. Agora imagine se eu tivesse facilidade na escrita ;-)

Conclusão

O segredo é focarmo-nos no que nós realmente queremos e avançar, depois logo se vê. Não existem barreiras que não possam ser quebradas, na verdade não existem impossíveis, pois somos nós que muitas vezes criamos os condicionalismos à acção e à superação.

Somos nós que criamos as nossas próprias barreiras, se pensamos que não conseguimos, não vamos conseguir. Se adoptamos um pensamento positivo talvez nos consigamos superar e surpreender com os resultados. Cada vez me convenço mais, que tudo depende da forma como encaramos os desafios, depende apenas de nós.


Siga-nos também em Follow

Comentários

Os comentários deste artigo estão fechados.