Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Pode-se poupar na decoração de uma habitação

Decoração de entrada de casaApós a compra ou arrendamento de uma nova habitação, a sua decoração poderá representar um dos maiores encargos financeiros a ter com ela no imediato. Perseguindo o desejo de possuir um lar com um visual em completa conformidade com os seus gostos, muitas são as pessoas que acabam por gastar valores altíssimos, direccionando assim para esse efeito muito do dinheiro que poderia ser investido em coisas de maior importância. Por vezes até se recorre ao crédito!

Apesar da decoração de uma casa comportar consigo sempre as suas despesas, a verdade é que não precisará despender de grandes quantias para obter um visual único e agradável, que combine consigo e com o seu estado estilo de vida.

Algumas dicas que poderão ajudar a poupar na decoração de uma habitação:

Local onde compra

Faça uma escolha sensata do local onde pretender comprar as suas peças de mobiliário. Uma mesa, tanto poderá custar milhares de euros, como apenas algumas centenas, se em vez de a comprar numa loja mais sofisticada, resolver comprá-la numa superfície comercial mais económica, que coloque ao seu dispor alternativas que, apesar de económicas, poderão também conferir um visual bastante apelativo à sua casa. Temos de adaptamos à nossa condição financeira!

Recicle

Aproveite as suas velhas peças de decoração. Em vez de renovar por completo o visual da sua casa, aproveite bem as peças de decoração que tenha tido em casas anteriores, pois assim evitará sempre despender quantias elevadas de dinheiro na compra de novas. Pintar por vezes peças ou móveis dará-lhes uma nova vida e terão uma estimação maior já que foram recuperadas por si.

Procure e compre arte

Procure novas peças em feiras e mercados. Nestes locais poderá encontrar peças de decoração a preços extremamente aliciantes, e que por vezes têm até têm valor comercial. Os móveis fabricados com madeiras nobres ou simplesmente madeira de qualidade tem sempre o seu valor se estiverem bem conservados podem valer uma fortuna. Claro que nem sempre é fácil encontrar algo bom.

Vá a leilões

Dê uma vista de olhos por leilões que encontre. Muitos destes negócios poderão ser bons. Não só em excelentes condições, como também por preços quase imbatíveis. Dada a diversidade que caracteriza algumas destas actividade, pode não ser fácil encontrar um leilão de recheios, mas eles existem de vez enquanto.

Seja economicista

Nas grandes superfícies comerciais é normal existirem zonas de peças danificadas, por vezes são objectos e mobiliário de exposição que podem ser conseguidos por metade do preço.  Nem sempre compensa comprar, mas nunca se perder muito por ver se existe algo que está em bom estado e faça falta.

Podes-e também reduzir as compras ao essencial, e ir decorando a habitação com o passar do tempo. É a forma mais efectiva de poupar pois não existe pressão para a compra, o que proporciona mais tempo para decidir e escolher o que se quer comprar. Por exemplo: será que é necessário colocar todos os cortinados? Ou colocar logo de início candeeiros caros?

Conclusão

Saber o que comprar, onde comprar, e colocar de lado alguns instintos consumistas poderá ser quase tudo o que precisa para decorar na totalidade a sua casa sem ter de gastar quantias demasiado elevadas de dinheiro. Economizar nem sempre significa ficar mal servido, e a verdade é que existem por aí inúmeras alternativas de muito bom gosto, que poderão ser adquiridas sem que seja necessário efectuar um “investimento” demasiado elevado.


Siga-nos também em Follow

Comentários

Os comentários deste artigo estão fechados.