Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Planear a criação de uma empresa

A criação de um negócio deve ser antecedida dum período de planeamento já que por vezes somos levados pela precipitação. Em momentos de crise tentamos encontrar soluções para superar obsctáculos, sejam eles o desemprego ou as dificuldades financeiras.

Deve-se empreender por oportunidade e não por necessidade.

Se podemos considerar por vezes esta pressão como sendo positiva, isso nem sempre acontece. O ideal será amadurecer ideias antes de as implementar. A ideia será sempre procurar um actividade com que nos identifiquemos e que possa ser rentável. Uma empresa é criada por tempo indeterminável, por isso é bom ter isso sempre em mente.

Que tipo de negócio desenvolver

Existem muitos negócios, as áreas em que se pode actuar são enormes, basta pensar num processo produtivo qualquer e ver as possibilidades, por exemplo: para chegarmos a uma simples lata de salsichas o que é preciso: máquinas para a produção e embalamento, caixas de papel para agrupar as latas, posteriormente um palete para juntar todas as caixas e expedi-las para o grossista. Sem falar em carne nem nas actividades empresariais mais comuns temos aqui várias possibilidades:

  • Manutenção de máquinas
  • Transporte de produtos
  • Fornecimento de Matérias primas (metal para as latas, caixas de papelão, paletes)
  • Design de embalagens
  • Comunicação dos produtos

Que investimento financeiro posso fazer

O capital disponível para investir num negócio depende muito do que se quer fazer, se com apenas 5 ou 10 mil euros se pode dar vida a um pequeno negócio, para instalar uma empresa com dimensão pode custar alguns milhares de Euros.

O investimento é suportável pela facilidade de gerar resultados, se existem negócios onde se pode facturar logo desde os primeiros tempos, através de pré-acordos e com a prestação de serviços a entidades outros há em que a produção do produtos leva muito mais tempo.

Para exemplificar, criar uma empresa de trabalho temporário (recrutamento e selecção é muito diferente de montar uma empresa do ramo vitivinícola, só a fermentação do vinho leva 3 a 4 meses, isto sem colocar nada no mercado, são investimentos completamente diferentes.

Que tipo de modelo de negócio desenvolver

Na criação de um negócio empresarial somos confrontados com várias possibilidades, as hipóteses mais comuns são: franchising, join ventures, representações, criação da própria empresa,  ou até mesmo em parceria com outros empreendedores ou de forma cooperativa.

Cada uma destas formas de desenvolver um negócio têm pontos fortes e pontos fracos que requerem um olhar crítico para poder decidir de forma mais esclarecida.

Que tipo de modelos de comercialização implementar

Se na prestação de serviços as formas de facturar são diminutas, à hora, ao serviço ou mix das 2, podendo ainda facturar alguns materiais. A não esquecer que a prestação de serviços exige recurso a mais mão de obra comparativamente a negócios baseados em revenda de produtos. A comercialização de produtos, por seu turno, apresenta enormes possibilidades para chegar ao cliente final: loja online, catálogos, loja, por telefone, através de correio, pontos de venda, pode exigir menos mão de obra. Pode saber mais sobre modelos de comercialização através desta ligação.

Que mercado escolher (tipos de clientes)

Existem 3 grandes mercados, para as empresas, (B2B) para o cliente particular (B2C) e para o Estado (B2A). Cada um tem as suas especificidades, com vantagens e desvantagens. Se uns pagam a horas outros levam meses a pagar, se para uns é necessário elaborar orçamentos para outros é possível vender e receber na hora.

Artigos já publicados sobre clientes:

Resumo dos pontos mais importantes para avançar com um negócio:

  • quem é o público alvo,
  • quais as suas necessidades
  • Preço que estão dispostos a pagar
  • Produto/serviço a comercializar
  • Concorrência
  • Estratégia
  • Distribuição
  • Comunicação
  • Investimento
  • Oportunidade

Penso que estes pontos já dão uma ideia do que é necessário para construir um projecto que possa ter sucesso, mas existem muitos outros factores que podem também influenciar na idealização do negócio a criar, como: meio envolvente, fiscalidade, variáveis políticas, gostos e interesses pessoais. E para finalizar a análise de viabilidade do negócio. É importante criar um negócio que produza lucros para assim poder perdurar no tempo!

Todos estes aspectos devem merecer um pouco de atenção na hora de planear a criação de uma empresa. Muitos outros aspectos são também importantes, e por isso terão aqui também alguma atenção. Cada um deste temas será aprofundado, pois existem aqui muitos bons pontos de análise, que geram boas ideias para novos artigos.


Siga-nos também em Follow

Comentários

Os comentários deste artigo estão fechados.