Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Os negócios que eu mais gosto

Tudo pode ser um negócio, mas existem negócios que são mais próximos das pessoas por diferentes razões, seja por gostos pessoais ou por vivências. Pessoalmente apenas admito possuir negócios eticamente correctos, onde se ganha dinheiro honestamente, se bem que por vezes nalguns negócios se possa pensar de forma diferente.

Para mim, um negócio deve começar com dimensões reduzidas, baixo investimento e boas possibilidades de expansão, claro que traz as suas limitações, pois para criar um negócio de alta rendibilidade desde o início será necessário construir um projecto de investimento com valores mais avultados, pois permite uma abordagem diferente ao mercado. No entanto as minhas preferencias recaem precisamente no oposto, construir lentamente um negócio permite molda-lo e adapta-lo. Não esquecer que para ter um negócio este pode ser criado de raíz ou pode ser adquirido através de uma aquisição comercial.

As caracteristicas mais apreciadas nos diferentes tipos de negócio são diversas, pois cada negócio é um negócio, contudo o baixo investimento inicial e a longevidade do negócio assumem um papel preponderante na comparação das mesmas.

Negócios ligados à agricultura

A raizes rurais, a minha infância levam-me a olhar para a agricultura como mais do que uma forma de subsistência, existem realmente bons negócios agricolas capazes de concorrem com os grandes latifundiários. Os produtos regionais como queijos, compotas, azeite, vinho, aguardente, produção de frutas e outros são capazes de criar uma boa base para criar um negócio prospero.

Negócios ligados ao artesanato

Todos podemes criar coisas novas, artigos da nossa criação, sejam bordados ou peças de joalharia caseira, tudo depende da nossa criatividade. Aliás o artesanato é uma excelente forma de rentabilizar os tempos livres, fazer o que se gosta e ganhar algum dinheiro com isso, permite também pensar posteriormente em lançar uma marca própria e expandir o negócio.

Negócios tradicionais

Apesar do comércio tradicional estar a cair, os negócios tradicionais têm algo que mais nenhum outro negócio permite, contacto humano diferenciado. Muitos destes locais conhecem os seus clientes pelo nome, encontrará isso em mais algum lado? Talvez não. Uma padaria, um restaurante, uma papelaria, um talho, uma peixaria ou outro negócio semelhante.

Negócio industrial

Para criar uma indústria pode ser necessário um investimento superior a outro tipo de actividade, e mesmo apesar da crise existe sempre oportunidade para criar algo com valor. Comprar uma fábrica em dificuldades e transformar/optimizar os seus processos também é algo em que poderia investir.

Os elementos fundamentais que considero indispensáveis como fabricante são: design, padrões de qualidade dos produtos elevadas, utilidade dos produtos e politica comercial arrojada.

Negócios de revenda

Ser distribuidor é um negócio necessário, distribuir produtos alimentares ou vender produtos reconhecidos no mercado podem ser uma ideia, ser um agente comercial ou até mesmo um representante comercial são algumas das ideias que poderia facilmente utilizar para a criação do meu próprio negócio.

Negócios imobiliários

Poucas são as pessoas que não gostam dos negócios ligados ao imobiliário, seja na compra e venda, recuperação de imóveis, leilões imobiliários ou arrendamento. As razões históricas com as valorizações que ocorreram criam expectativas elevadas, contudo e como já aqui foi abordado, têm muitos aspectos a considerar.

Negócios online

Os negócios na internet têm um enorme potencial de crescimento, pois a abrangência da rede, as novas gerações assim o permitem. A internet tem criado novos milionários do dia para a noite. Existem muitas formas de criar projectos online. Ter um negócio online  pode ir muito para alêm da criação de projectos onde as receitas são exclusivamente vindas de publicidade, por exemplo o comercio electrónico é uma forma de transformar e expandir alguns negócios tradicionais.

Serviços

Existem alguns serviços que também se podem configurar no meu portefólio de investimentos empresariais, aliás o negócio que pretendo desenvolver no futuro, e onde quero apostar tudo está ligado aos serviços a empresas. Existem muitos bons negócios de prestação de serviços: mudanças, entregas ao domicilio, turismo, saúde e bem estar, etc.

Poderia incluir mais um sem número de potenciais negócios onde me agradava ser proprietário, sócio ou acionista, pois existem tantos bons negócios que é difícil lembrar-me de todos na redacção de um artigo. Mas na abordagem a cada tipo de negócio posso retirar os quais me agradam mais e os que não posso nem ouvir falar.

Negócios que não me interessam

Existem muitos negócios que não me interessam por várias razões, pois empresas que eu vá possuir deverão ter uma máxima, recursos humanos felizes e clientes satisfeitos. Para poder possuir negócios onde o preço da mão de obra é o factor criador de riqueza ou venda de aldrabices, não está nos meus horizontes. Outra característica que é fundamental para mim é a longevidade do negócio, pois pretendo investir em algo que possa perdurar no tempo e se possível expandir.


Siga-nos também em Follow

Comentários

  1. Ricardo diz:

    Tenho uma empresa de representações na Ilha da Madeira e procuro mais produtos para distribuir pois ja tenhho a logistica

  2. paula leandro diz:

    Bom dia! Sou uma “cota” de 55 anos :), com um pequeno, pequeno capital e gostaria de montar um pequeno negócio de especiarias, molhos, e afins. Não sei por onde começar e com quem poderei falar para poder ficar mais elucidada sobre o assunto, conhecer um pouco do mercado etc.
    Poder-me-á indicar alguém que entenda? Obrigada.

  3. Carlos Fernandes diz:

    Boa tarde, sou um jovem com 40 anos,cortador de carnes à 26 anos, e procuro um sócio para abrir um talho na Lourinhã. Investimento à volta de 50000.00€.
    Sabe de alguém que queira investir neste negócio?
    Obrigado
    Carlos Fernandes