Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Os diferentes tipos de risco num investimento

Se existe risco existe rendibilidade, esse é o principio básico dos investimentos, para um grau de risco mais elevado pressupõe uma rendibilidade mais elevada também, na selecção dos riscos que se está disposto a assumir é que está o saber investir, pois existem activos que contrariam o principio proporcionando rendibilidades superiores a activos da mesma classe de risco.

Calcular o risco de um investimento não é tarefa simples, antes porém será necessário ter acesso a diferentes fontes de informação, conhecer os ratings de um país, o Beta de determinado sector de actividade pode não ser tarefa fácil para o mercado português. No investimento em mercados financeiros temos o indicador de risco denominado Volatilidade.

Risco mundial

gráfico redondoDepois dos ataques às Torres Gémeas de 11 de Setembro de 2001, podemos dizer que estamos mais sujeitos ao que se passa no mundo do que poderíamos imaginar, as economias estão ligadas de forma que quando acontece algo de mau alastra-se e afecta praticamente todos os países. A subida do preço dos combustíveis ou a crise de subprime são disso também exemplo.

Risco do país

Os países estão cada vez mais expostos ao crédito exterior, logo sobre os olhos atentos das empresas de rating que determinam o risco do país assumir os seus compromissos financeiros, todo o país é afectado por estas recomendações, já que a dependencia financeira e o elevado endividamento externo condicionam as políticas do Governo e consequentemente todos os que dela fazem parte.

Risco do sector de actividade

Cada sector têm o seu nível de risco e rendibilidade associada, assim são construídos os Betas (grau de risco em que 1 é o risco de mercado) do sector de actividade em norma para empresas não endividadas. É fácil compreender que um sector já estabelecido tem risco diferente de uma sector em crescimento.

Risco individual do activo

Cada activo tem o seu risco, claro que os riscos mencionados anteriormente o condicionam, mas cada cada activo é um activo diferente, por exemplo uma instituição financeira cotada em bolsa terá risco diferente dos seus concorrentes, quotas de mercado diferentes, previsões de crescimento diferentes, rácio de endividamento diferentes, compromissos financeiros diferentes, etc.

Prémio de risco é a diferença entre a rendibilidade do activo e a rendibilidade dos títulos do tesouro (activos considerados sem risco).


Siga-nos também em Follow

Comentários

Os comentários deste artigo estão fechados.