Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Oportunidade de investimento única na vida

Não recomendando nem aconselhando este tipo de investimento, pois envolve certos riscos específicos, mas informar da oportunidade de investimento ou negócio pareceu-me oportuno, pois este é daqueles momentos que acontece uma vez na vida. Uma vez liberalizado o registo dos domínios pela insígnia .pt, nada será como dantes. Assim saber desta oportunidade pode até ser o motor para o registo de 1 domínio, por exemplo para um projecto pessoal ou para pessoas mais familiarizadas com negócios na internet de vários domínios para investimento.

O que era necessário para possuir um domínio .pt

Antigamente era necessário possuir uma marca registada ou possuir uma firma (empresa) para ter acesso aos nomes de domínio .pt. Se numa primeira fase bastava ter um sinal misto, por exemplo um logotipo com a palavra que se queria registar, as coisas complicaram-se nos últimos tempos e passou a ser necessário possuir uma marca verbal para a palavra ou expressão. Estas marcas verbais são bastante difíceis de conseguir.

O custo para conseguir aceder a um domínio era superior a 120€, agora vai ser possível possuir cada domínio por valores inferiores a 20 € e sem processos complicados para obter legitimidade para efectuar o registo.

O que é a liberalização

Deixa de haver requisitos, bastando solicitar (registar e pagar) o domínio caso este se encontre disponível, ou seja, que não tenha sido registado anteriormente.

A liberalização dos domínios .PT, ou seja apartir de 1 de Maio de 2012, qualquer pessoa pode registar um domínio .pt, sem qualquer condicionante. Se bem que existam nomes de domínios que estejam vedados, por exemplo o nome das cidades portuguesas, expressões que possam ser consideradas um atentado à lei ou que induzam em erro ou confusão.

Uma oportunidade única de investimento

A liberalização do registo dos domínios .pt acontece uma vez na vida

Existe quem defenda que os domínios são o imobiliário do futuro, pois são comparados a terrenos, localizações, moradas, para um projecto na internet, seja ele o que for. A verdade é que são uma oportunidade de investimento e um activo que pode proporcionar bons rendimentos ou mais valias, mas tal como muitos outros investimentos nem sempre se consegue obter o que se pretende e pode-se perder dinheiro.

Assim prevê-se que exista uma enorme afluência aos domínios .pt, pois gozam ainda de alguma credibilidade, visto que são os sites de alguma qualidade que utilizam um domínio .pt, algo que vai mudar rapidamente. Embora exista esta situação, a liberalização vai gerar oportunidades de investimento. E isso é o que mais interessa neste momento.

O efeito da escassez irá ser sentida, nestes nomes de domínio mais tarde ou mais cedo, o que poderá gerar mais valias interessantes. O investimento é composto pelo valor do registo inicial e pelo valor das renovações anuais. Este é um investimento que se renova todos os anos, muito diferente de outro tipo de investimentos que conservam o seu valor.

Os bons domínios vão valer sempre bom dinheiro, falta saber é quais são os bons domínios! Isto porque para haver negócio será sempre necessário que alguém esteja interessado no mesmo. Se bem que os domínios podem ser desenvolvidos através de páginas, sejam websites, blogues ou fóruns de forma a obter um rendimento, através de publicidade ou venda de qualquer produto. As hipóteses são variadas e dependerão da visão de cada um.

Registo dos domínios

Até aqui eu registava diretamente os domínios na FCCN, através do seu website (dns.pt), contudo e devido ao crescimento deste mercado, os registrars (entidades que permitem ou facultam o registo de domínios) possuem agora valor de registo e renovação competitivos e  justifica-se realizar o registo através destas entidades.

FCCN – Fundação para a Computação Científica Nacional

Como a afluência será imensa nos primeiros dias e as primeiras horas serão mesmo caóticas, provavelmente o servidor da FCCN não aguentará a carga. Os registrars criaram programas que permitem efectuar um pré-registo (através da sua API de acesso) que tentará registar nos primeiros minutos uma grande quantidade de domínios pré registados (sem qualquer garantia de sucesso). Mas aumentará imenso as probabilidades de conseguir “os melhores domínios”, ou seja os domínios em que existem vários interessados. Há, no entanto, algumas regras na atribuição da primazia de registo, por exemplo o primeiro a efectuar o pré registo e consequente pagamento.

Onde registar os domínios .pt

Practicamente todas as empresas de alojamento web portuguesas dispõem do registo de domínios .pt, não pesquisando por todas elas, e o excesso de informação nem sempre é uma mais valia, vou referir apenas algumas dessas empresas ou possibilidades (custo para registos de 1 ano onde alguns são preços promocionais) :

  • Dns.pt (custo por domínio 22€ + iva) Visitar

Pode encontrar outras entidades em: APREGI (Associação de Prestadores de Registo de Domínios e Alojamento)

Informação adicional

“O nome de domínio constituiu um direito. O direito ao nome de domínio é um direito de uso exclusivo por parte do seu titular. O direito constitui-se pelo registo e permite ao seu titular ser identificado e distinguido dos demais no universo Internet. Hoje ter um nome de domínio é uma verdadeira mais valia e indispensável para qualquer projeto.” Fonte: DNS.pt

Lista com alguns dos artigos publicados sobre a temática dos domínios de internet:

Quando registar

Prevê-se que a corrida aos domínios seja enorme no primeiro dia, contudo e na minha óptica, diria que nos primeiros 30 dias após a liberalização ainda se vão encontrar bons domínios para registar. Basta saber o que se pretende, quais os objectivos dos registos. Posteriormente, dentro de 1 ano, vão surgir novas oportunidades, pois quando for necessário renovar os domínios, acto que exige um esforço financeiro considerável, o que resulta na não renovação dos domínios, ficando estes novamente disponíveis para registo. Pois muitas das pessoas que registam enorme quantidade de domínios depois não conseguem  reforçar o investimento todos os anos. E se os domínios não geram rendimento nem os conseguem vender será o caminho mais provável. Este é um acontecimento até bastante frequente, em qualquer extensão de domínio, este foi também o factor pelo qual reduzi o número de domínios que possuía em 50% há uns meses atrás :-(

Caso entendam investir em domínios, boa sorte na procura de oportunidades (domínios disponíveis). 


Siga-nos também em Follow

Comentários

  1. mar diz:

    boas
    Nao consigo ler os seus artigos
    nao aparece nada(fica uma pagina em branco quando os tento abrir)
    Sera que necessito de instalar algum programa

    • Nuno diz:

      Olá

      Provavelmente, alguma falha ou lentidão no servidor.
      Não necessita instalar nada.
      Volte a tentar mais tarde

  2. Anabela Dias Costa diz:

    Olá Nuno , boa noite
    Estou desempregada sou vendedora , angariadora tenho facilidade em comunicação e angariação, lembrei-me criar um Blog e arranjar patrocinadores comerciais para ganhar dinheiro em diversos ramos como meio de markting publicitário,agradecia que me aconcelha-se como posso fazê-lo.

    • Nuno diz:

      Olá Anabela

      Em breve escreverei um artigo sobre a criação de blogues.
      Votos de sucesso