Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Objectivos para o ano de 2012

objectivos 2012Uma das ideias subjacentes à entrada de um novo ano é a definição de novos objectivos, novas metas a atingir, criando desta forma um novo desafio para realização pessoal a vários níveis ou apenas a redefinição das mesmas. Alguns dessas novas resoluções de ano novo podem ser facilmente materializadas ou terão  execução mais complicada, umas serão vulgares e comuns outras serão mais invulgares e também as haverá mais do foro pessoal. É claro que existem objectivos como comprar uma casa ou outros mais subjectivos como ser feliz, e cada um dos quais podem estar implícitos outros pequenos objectivos, como não ter problemas financeiros ou possuir capacidade física e mental para realizar algo.

Importância dos objectivos

A importância de estabelecer objectivos pessoais é grande, já que são estes o fio condutor das acções a tomar, se por um lado se pode sacrificar recursos (dinheiro) em investimentos ou prescindir do poder aquisitivo no presente para o futuro. São estes objectivos que nos vão motivar  e a reforça o empenho no atingimento de metas de longo prazo, o que queremos para nós próprios, assim não criar os nossos próprios objectivos de curto prazo é como navegar à espera de encontrar algo inesperadamente ao invés de sermos nós a procuramos o que queremos. Reforçar a ideia deste comprometimento pessoal não é mais do que reforçar a sua importância no contexto pessoal. Devemos ter em mente que os objectivos são linhas orientadoras que podem ser ajustados a qualquer altura.

Alguns dos objectivos nada têm a ver com dinheiro, mas como quase tudo pode ter implicações no orçamento familiar.

Exemplos típicos dos desejos para um novo ano

  • Reduzir o tempo desperdiçado em determinadas atividades
  • Deixar de fumar ou eliminar outros vícios
  • Passear ou viajar mais
  • Conseguir um novo ou apenas um emprego
  • Casar ou constituir matrimónio
  • Ter filhos ou adoptar
  • Aumentar os rendimentos de forma generica
  • Comprar uma casa ou habitação
  • Comprar um automóvel
  • Comprar uma moto
  • Reduzir as despesas
  • Estudar ou ganhar competências
  • Fazer mais exercício físico
  • Manter conquistas anteriores
  • Criar uma empresa
  • Reformar-se
  • Ter mais tempo
  • Atingir a independência financeira
  • Viver feliz

Uma coisa é certa no final do próximo ano vamos todos ter mais 1 ano, assim é bom que os próximos 365 dias sejam utilizados da melhor forma, para que no final de mais este percurso nos possamos orgulhar  e recordar o que conseguimos realizar. Algumas directrizes para estabelecer objectivos foram enunciados no artigo que indica os critérios para definir objectivos.

O meus objectivos

Para alêm dos objectivos mais comuns como saúde, paz e harmonia no ceio familiar, aumentar os rendimentos não está fora dos planos e metas para o ano que se avizinha, como sou de contas fáceis, multiplicar os rendimento obtidos através da internet por 2 parece-me um desafio emocionante, sabendo da dificuldade que o mesmo acarreta. Pois os resultados são quase sempre resultados de acções. Para atingir este objectivo será necessária muita disciplina, concentração e empenho. A parte mais positiva e encorajadora é que apenas terei de desenvolver os projectos que já possuo para conseguir esse feito.

Poderia definir outros objectivos, como estabelecer metas para fãs na página do investidor.pt no facebook, leitores através de email ou visitantes e receitas por website , mas estaria a maçar com pormenores que pouco interessam. Ficamos com o número 2. Multiplicar por 2 parece-me o desafio e objectivo mais empolgante.

Nível mais pessoal

  • Deitar-me mais cedo para dormir mais horas
  • Ler mais, um livro mês, no mínimo
  • Andar mais de bicicleta com o meu filho
  • Fazer mais desenhos com a minha filha
  • Ir ao cinema ver filmes não infantis
  • Vender a minha moto
  • Criar uma empresa
A lista de desejos para o próximo ano poderia não terminar, tal não é a minha vontade de fazer coisas :-)

Siga-nos também em Follow

Comentários

Os comentários deste artigo estão fechados.