Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

O que é a riqueza? Será apenas ter abundância de dinheiro?

A riqueza está muitas vezes associada à quantidade de dinheiro ou património que se possui, mas o que é realmente ser rico? É possuir dinheiro para comprar tudo? Existem coisas que é muito difícil comprar: por exemplo saúde ou paz de espírito.

Se é certo que os recursos financeiros podem melhorar em determinadas situações os cuidados médicos, outros há em que o dinheiro que se dispõe nada pode fazer. Pode-se prolongar a vida através de melhores cuidados médicos.

Então a riqueza pode ser mais do que ter dinheiro! É mais do que abundância de património.

A riqueza para mim é um misto das seguintes áreas. saúde, dinheiro, conhecimento, tempo, amor e espiritualidade. Onde uma pode determinar a outra através de um modelo multiplicativo, pois um destas qualidades pode arrasar as outras.

Dinheiro x saúde x tempo x conhecimento x amor x espiritualidade

O dinheiro é o mais cobiçado, todos queremos ser ricos, pode comprar tudo o que nos apetece. Poupar, investir e empreender são algumas das formas para aumentar a capacidade de cada um.

Uma característica muito importante do dinheiro e talvez a principal razão porque é tão ambicionado, é que o dinheiro confere poder. Poder financeiro que pode ser transformado noutros poderes, por exemplo de influênciar os outros.

Saúde

Se a saúde falta é que as coisas vão mal, pois existem doenças para as quais o dinheiro não consegue providenciar a cura, basta pensar nas formas de cancro com taxas de mortalidade elevadas. Todo o dinheiro do mundo acaba por não ser suficiente para manter a pessoa viva. Assim fará sentido querer ser rico sem saúde? Acho que não. Um erro que se vê constantemente é as pessoas arriscarem a sua saúde em prol do aumento da riqueza financeira o que se pode revelar como contra producente.

Tempo

O que é que o tempo tem a ver com riqueza? É muito simples, ser milionário aos 90 anos, limita o tempo que se pode usufruir dessa riqueza, pois provavelmente a hora de partir está próxima. O tempo pode ser comprado, através da libertação de tarefas, mas nunca podemos voltar atrás no tempo. O tempo é um recurso escasso e valioso embora todos tenhamos acesso às 24 horas diárias! Tempo é dinheiro.

Conhecimento

O conhecimento traz reconhecimento, o conhecimento até há poucos séculos era algo de reservado aos monges e sacerdotes, a população não tinha acesso à aprendizagem contida nos livros e/ou manuscritos. Esta condicionante, de alguma forma, condicionava a sua aprendizagem e possibilidades de ascender social e financeiramente. Para além do reconhecimento público, o conhecimento é acompanhado de poder, o poder de tomar decisões mais acertadas, o poder de conseguir influênciar os outros.

Amor

As pessoas são seres sociais, necessitam de relacionamentos para se poderem considerar realizadas, encontrar o amor proporciona a partilha de momentos de felicidade e de confidencialidade. O amor na forma pura não está relacionado com a riqueza, apesar de algumas pessoas conseguirem atingi-la com e através dele. Todos gostamos de ser amados.

Espiritualidade

Também sou céptico em relação a esta qualidade. Sou um religioso muito moderado, mas fui recentemente levado a pensar sobre o assunto, e fez-me acrescentar este ponto o que faz sentido. A espiritualidade seja ela qual for é essencial para manter o equilíbrio mental. Pois é através desta forma de podemos reforçar ou alimentar a nossa esperança face ao futuro, e como já sabemos a esperança move montanhas, acreditar faz acontecer.

Tem património ou recursos financeiros elevados e não poder usufruir dos mesmos não é muito bom. O que interessa ser rico se não pode usufruir da riqueza?

Estes factores podem levar à riqueza e à abundância plena


Siga-nos também em Follow

Comentários

Os comentários deste artigo estão fechados.