Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Negócio da mediação e angariação de imóveis

O negócio da mediação e angariação de imóveis para compra, venda  e arrendamento é um dos melhores modelos de negócio que existe: ganhar uma comissão até 5% do valor do imóvel ou o valor de 2 rendas sobre as angariações de inquilinos para os imóveis. É um conceito muito simples e muito rentável de tal forma que existem centenas de imobiliárias a operar em Portugal.

Apesar do negócio ser bom, existem sempre empresas que fracassam no mercado, seja por estratégias mal concebidas ou simplesmente por falta de meios financeiros para suportar os primeiros anos de vida da empresa.

Na verdade existem alguns aspectos que é necessário ter muita atenção, já que é preciso convencer 2 pessoas para o negócio ir para a frente: proprietários e vendedores comissionistas.

Proprietários

O proprietário só paga mediante resultados, se a empresa não conseguir vender o imóvel, em príncipio não custará nada, a não ser o tempo perdido! Os proprietários mais aterefados  são os mais fáceis de convencer, pois quem tem uma casa no valor de 100.000€, poderá pagar de comissão a uma imobiliária perto de 5 mil Euros. Qualquer pessoa pode tratar de vender os seus imóveis, apenas necessitará de disponibilidade para poder realizar as visitas ao imóvel, depois de convenientemente anunciado na imprensa escrita e nos vários sites de classificados gratuitos espalhados pela internet.

A imobiliária fará promoção do imovél através do seu site, de placares na parede da loja, com uma placa informativa no dito imóvel e com um bocadinho de sorte e no caso do contracto celebrado ser em regime de exclusividade, talvez haja lugar à publicação de anúncios em jornais. A agência imobiliária tratará também do processo de visitas ao imóvel, bem como da parte administrativa e processual relativa à celebração da escritura de venda.

Na verdade existe muito boa gente com tempo que não é capaz de investir 150 Euros em anúncios para vender a sua habitação, e acaba até ser justo pagar no final 5000 Euros.

Vendedores comissionistas

Um vendedor no sector imobiliário é o responsável pelas angariações de imóveis e também por mostrar (vender) os imóveis aos potenciais interessados. Terá de ter disponibilidade horária, pois as visitas costumam acontecer aos fins-de-semana ou após as horas de expediente.

Um vendedor/angariador do sector imobiliário pode ganhar boas comissões, mas estão sempre dependentes dos resultados atingidos, se em 6 meses não conseguir vender uma casa, ou não seja vendida uma casa por ele angariada, simplesmente não recebe nada.

Claro está de que se o vendedor conseguir vender uma casa por mês pode conseguir comissões gratificantes, todos os meses, considerando que em média o vendedor seja remunerado por 1% do valor das transações.

As empresas mais pequenas terão muita dificuldade em contratar estes profissionais sem oferecerem algum tipo de remuneração fixa, logo terão de reduzir nas comissões variáveis, assim conseguem assegurar força de vendas, mas infelizmente os melhores profissionais irão para as empresas onde recebem melhores recompensas ou até criam a sua própria imobiliária. O melhor é sempre oferecer vários tipos de condições, onde cada um escolhe como quer ser remunerado.

Exemplo dos rendimentos possíveis

Mediação de uma apartamento de 4 assoalhas em lisboa usado, este apartamento pode  muito bem valer entre 150 a 300 mil Euros, se considerar-mos o valor médio de 200.000€, atinge-se uma comissão de 10.000 Euros na mediação dessa transação se utilizarmos 5% de comissão.

Angariação de um arrendamento, a agência angariadora do inquilino recebe de uma a duas rendas de comissão, num apartamento de 4 assoalhadas cada renda pode variar entre 700 e 1200 Euros. Receber 2400 Euros por encontrar arrendatários para uma habitação é um valor bem aceitável, se considerarmos que o proprietário não terá garantias nem certezas quanto à permanência no imóvel.

Quando se pensa em imobiliárias, salta logo à vista os vários franchisings possiveis, que pela força das suas marcas conseguem pôr o mercado em sentido. Mas nada melhor recordar um exemplo de sucesso, para poder idealizar outros negócios neste sector tão apetecível: PortugalRur, empresa que se dedica à mediação de casas e terrenos em zonas rurais, como casas de campo, herdades, quintas e similares. O mais engraçado nisto é que a empresa se situa no interior, mesmo junto ao centro de Portugal, em Proença-a-Nova, distrito de Castelo Branco.

Encontrar e ser especializado em certos nichos de mercado pode ser o caminho a seguir para criar o negócio na área da mediação de imobiliário sem ter de recorrer ao sistema de franchising.

A mediação e angariação de imóveis dá para ganhar muito dinheiro.


Siga-nos também em Follow

Comentários

  1. Amandio diz:

    Gostaria de saber quais sao registos necessarios para abrir uma mediadora imobiliaria.

  2. Filipe magalhaes diz:

    Boa noite,

    Uma empresa imobiliária quer me contratar apenas para angariação de imóveis, qual o valor remuneratorio de cada angariação ?

    Obrigado