Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Investir não é um jogo. Apesar de existirem Jackpots

Muitas pessoas vêm os investimentos financeiros como um tipo de jogo de sorte e de azar,  o que em certa medida até se percebe, pois pode-se perder ou ganhar, é tudo uma questão de probabilidades de ganhar. A analogia entre jogar e investir é importante porque afinal os portugueses gastam rios de dinheiro no jogo, e depois vêm dizer que investir por exemplo na bolsa, obrigações, negócios, etc é arriscado! Arriscado é jogar!

Probabilidades

As probabilidades de se ganhar o Euromilhões são muito, muito baixas, e é esse factor que faz com que entre milhares de apostas registadas semanalmente não haja totalistas. São milhões de combinações possíveis!

Se a probabilidade é baixa, origina neste caso um risco elevado de perder todo o dinheiro. Se o risco é elevado também pode originar ganhos elevados. Então surge desde logo uma questão, porque jogam os portugueses em todo o tipo de jogos e não conseguem investir em acções?

Jogos, onde se joga

Se consideramos os jogos de azar como um investimento então investir em forex ou warrants é perfeitamente normal que constem na carteira de investimentos de uma família.

No jogo da roleta, onde se pode apostar apenas numa cor (preto ou vermelho) é muito idêntico ao investimento em acções pois o valor da cotação (sobe ou desce), se no primeiro é puramente probabilístico na bolsa existem indicadores e muito mais, que orientam o investimento, não é à sorte!

Jackpots

Jackpots existem em toda a parte, são oportunidades de ganhar bom dinheiro, já aconteceu por mais do que uma vez ganhar mais d100% em investimentos em Bolsa! Mas pode acontecer em todo o lado, por exemplo a construção de uma estrada que passa num terreno abandonado recebendo o dono uma indemnização alicante. Os domínios de internet que custavam perto de 20 dolares/ano e qua ao fim de menos de 20 anos, foram vendidos por mais de 1.000.000 são vários! Isso não é um jackpot? Ou será visão!

O que motiva as pessoas a jogar

As pessoas jogam não só pelo simples facto de ser simples e compreensível todo o processo, se bem que por vezes os prémios que estão em jogo também influênciam o comportamento das pessoas, criando por vezes até ondas de apostas em sociedade.

É aliciante saber que se pode ficar rico de um dia para o outro, com um “investimento” de apenas 2 Euros. Se essa parte compreendo, já perceber porque gastam as pessoas o seu dinheiro em raspadinhas e afins é mais muito mais difícil.

Quanto se gasta no jogo

Fazendo umas contas por alto, e para uma pessoa que gaste 10 euros por semana neste tipo de concursos, prefaz 520 Euros no final de um ano.  Fazendo o calculo em a 10 anos a uma taxa de 5% ao ano, equivale a 6000€. É caso para dizer que quem não joga já está a ganhar.

Pode-se jogar com estratégia

A Estatística é uma ferramenta que pode ser aplicada em muitas situações, o jogo não foge à regra. Tomando algumas variáveis em consideração, pode-se fazer a redução de probabilidades, exemplo: números pares/ímpares, altos/baixos, soma dos números, linhas/colunas, etc. São os chamados desdobramentos aos quais dediquei algum do meu tempo do passado. A título de curiosidade, sabia que nunca saíram os números todos seguidos, exemplo:1,2,3,4,5.

Jogar no Euromilhões

O único jogo social em que gasto dinheiro é o Euromilhões, um dos aspectos que mais me motiva é saber que se ganhar, o valor é líquido de impostos (IRS), ao contrário de todos os outros jogos que devem ser declarados no Modelo onde se faz o apuramento do IRS.

Se só não sai a quem não joga, também é uma verdade que só perde quem joga e não ganha. O que acontece com a maioria dos apostadores.

Finalizo, dizendo que eu também sou um desses portuguese, costumo jogar no Euromilhões de forma contida e apenas quando tenho folga financeira. É que só pode sair a quem joga. Para se estar habilitado a ganhar é preciso jogar. Se tiver um momento de pura sorte, óptimo.


Siga-nos também em Follow

Comentários

  1. Rosa Cunha diz:

    “O único jogo social em que gasto dinheiro é o Euromilhões, um dos aspectos que mais me motiva é saber que se ganhar, o valor é líquido de impostos (IRS), ao contrário de todos os outros jogos que devem ser declarados no Modelo onde se faz o apuramento do IRS.

    A que outros jogos se refere? Totoloto, totobola, lotaria?

  2. Nuno diz:

    Olá Rosa

    Todos os outros. O Euromilhões goza de uma medida de excepção. Os pequenos valores não se declaram, mas se ganhar + de 5000 Euros nos jogos da Santa casa o pagamento é no local e requerido a identificação do felizardo. Se ganhar 100 mil Euros na lotaria, totoloto, joker, casino vai sempre de ter de declarar esse ganho e pagar imposto sobre o valor. Um incremento de 100.000€ enquadraria o sujeito passivo logo na taxa máxima, ou seja 42%.

    Cumprimentos
    Nuno

  3. Rosa Cunha diz:

    Excelente dica! Hoje foi a última vez que joguei no totoloto!
    A partir de agora: só euromilhões!!!
    Obrigada, Nuno, pela partilha desta informação e de todas as outras.

  4. Nuno diz:

    Obrigado Rosa

    E boa Sorte.