Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Investir através de simuladores, sim ou não?

Os simuladores de investimento estão desde há uns anos disponíveis ao comum dos mortais com acesso à internet, estas ferramentas não são mais do que programas informáticos que permitem utilizar a informação do mercado, preços, cotações para fazer investimentos fictícios. Não se ganha nem se perde.

A utilização destas plataformas de investimento na forma de formação, possibilita várias vantagens, uma é testar os conhecimentos, feelings, intuição, “jeito”, capacidades para os investimentos sem desembolsar qualquer quantia monetária. Para as empresas que gerem estas plataformas de simulação, permite ganhar clientes, pois quem acede e utiliza estas ferramentas depressa se transforma num cliente. Assim a gratuidade destes serviços é apenas um chamariz para encontrar potenciais clientes. Um Marketing totalmente direcionado e focado nos investidores mais ousados ou com pretensões de o serem.

Concursos e desafios nos simuladores de investimento

É comum também desde há uns anos a introdução de desafios às pessoas através de concursos onde se atribuem prémios aos melhores, sejam globais ou segmentados. Assim pode haver prémios para os melhores estudantes, como complemento, aos prémios da classificação geral.

Estas iniciativas tem uma duração curta, podem ir de 1 a 2 meses, para rentabilizar um valor, normalmente 100.000€. Ora, investir no curto prazo pressupõe assumir riscos elevados, que a maioria das pessoas não faria caso tivesse efectivamente esses 100.000€. Logo aqui faz-se uma triagem, pois requeresse muita informação e conhecimento, coisa que quem está a começar não têm!

É um forma de treinamento

Treinar é a melhor forma de melhorar e desenvolver capacidades, não é por acaso que os desportistas profissionais têm um plano de treino para potenciarem as suas capacidades fisícas e também mentais.

Treinar é sempre aconselhável, mas convêm que o treino seja ajustado aos objectivos, treinar tiro ao alvo, quando o objectivo é participar numa maratona, pode não ser muito apropriado.

Investir através de simuladores pode ser comparado a preencher boletins do Euromilhões e depois não os registar. Não se ganha nem se perde. Se os números não saem diz-se que sorte, não os ter registado, se os números eleitos saírem, foi um azar não ter registado os boletins. Não existe pressão, nem adrenalina como nos mercados com dinheiro real!

Se experimentar estes simuladores pode familiarizar as pessoas com estas ferramentas de investimento, também podem ser um grande perda de tempo, especialmente se depois não não se efectivar o investimento com valores reais: Dinheiro.

Simuladores de investimento para aprender a investir

Eu e os simuladores

Pessoalmente participei em 2 competições para rentabilizar 100.000€. da primeira vez desisti quando reduzi o valor da carteira em 50%, comprei e vendi posições em Petroleo, índices e acções de empresas. Na 2ª participação, mais recente desisti com uma valorização de 5% (muito bom) os melhores tinham já conseguido 50% de valorização! É engraçado participar, já ganhar ficará sempre para os melhores!

Conclusão

Um outro paralelismo que pode ser aplicado à participação em competição de investidores nestas iniciativas, é participar numa mini maratona, quem ganha são os profissionais, os amadores limitam-se a participar. Alguém têm de chegar em último à linha da meta, se não desistir antes!

Se pensarmos na vertente da aprendizagem,  pode ser aconselhado dar os primeiros passos através de simuladores de investimento, pois são por norma ferramentas gratuitas e não se tem nada a perder. Será o primeiro passo para entrar no investimento a sério.


Siga-nos também em Follow

Comentários

Os comentários deste artigo estão fechados.