Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Investimento no presente, lucros no futuro

Quando se investe pensa-se no futuro, isso é o que define a visão do investidor. Investir hoje para colher os frutos amanhã, iniciar um negócio hoje para ter lucros amanhã. Para investir apenas necessitará de dinheiro e tempo, pois o seu dinheiro irá estar indisponível pelo tempo que pretender para alcançar os objectivos definidos, seja curto, médio ou longo prazo.

Os investimentos com duração inferior a um ano são de curto prazo, investimentos para prazos de 1 a 5 anos são de médio prazo e a longo prazo são investimentos com longevidade superior a 5 anos.

Os investimentos estão sempre ligados à classe de risco sendo este inferior se o investimento não for em investimentos financeiros. Por exemplo o investimento em formação ou investimento na vida pessoal de cada um não tem riscos e não deixa de ser sempre um óptimo investimento. Investimentos financeiros estão de braço dado com o risco que possuem, assim, quanto maior for o risco maior será a rendibilidade esperada, pelo menos teoricamente.

Investir é tentar alcançar uma maior rendibilidade do que aquela que se obtém com produtos da mesma classe de risco. Estes produtos têm também menores perfomances de rendibilidade veja-se o caso dos certificados de aforro, ao aplicar as suas poupanças neste tipo de produto não está a investir está sim a rendibilizar as suas poupanças com taxas de rendibilidade baixas, assim investir pressupõe ter um nível de risco superior na expectativa de obter maiores rendibilidades.

Os principais e mais acessíveis produtos de investimento são: acções; obrigações, fundos de investimentos, mercado imobiliário e negócios. Os futuros, opções, matérias primas são produtos muito complexos que sem uma análise matemática difícilmente se obtêm mais valias. Existem também os warrants que não são mais que futuros e opções em formato mais compreensível e até podem ser utilizados para proteger o risco em mercados accionistas. Estudar os warants é sem dúvida uma boa aposta para quem quer investir com alguma dimensão no mercado bolsista (para fazer cobertura de risco). Podemos fazer uma pequena análise de cada um dos produtos referenciados:

Mercados transaccionáveis

O mercado de acções é onde se transaccionam acções de empresas pois ao adquirir uma acção está a comprar parte dessa empresa e dos seus lucros. Investir em acções no longo prazo é uma óptima forma de investir o seu dinheiro mas também se pode ganhar bastante no curto prazo, no sobe e desce (normal) dos mercados accionistas. Para gerir uma carteira de acções deve acompanhar as evoluções da economia nacional e internacional e compreender as sua implicações na sua carteira de acções.

Obrigações

As obrigações em termos simplificados resumem-se a um empréstimo que você faz ao emitente e este por sua vez paga-lhe um juro que já engloba o prémio de risco, ou seja, o emitente paga-lhe um juro mais elevado que o mercado monetário. Para avaliar o risco deste tipo de investimento existem casas especializadas que atribuem rating à dívida da empresa, sendo o prémio de risco directamente proporcional ao risco inerente (maior risco implica maior prémio).

Fundos de investimento

Os fundos de investimentos são uma boa forma de estar exposto aos mercados financeiros de forma profissional, estes fundos são geridos por profissionais que mais não fazem do que tentar dar-lhe as melhores rendibilidades. Mas em contrapartida existem as comissões que por norma rondam os 2%. Na classe de fundos existem os Hedge Funds que cobram comissões elevadíssimas mas obtêm das melhores rendibilidades do mercado. Ser gestor de fundos é das profissões mais bem pagas do mundo.

Mercado imobiliário

Investir no imobiliário é o que todos fazemos ao adquirir a nossa habitação sendo por vezes o maior investimento de uma vida. No entanto também pode investir no imobiliário para obter receitas. Os leilões de casas estão para ficar e poderá fazer boas aquisições para posterior venda ou arrendamento.

Negócios

Os negócios empresariais são imprevisiveis, pois dependem de muitos factores, contudo são o caminho certo para aumentar o património de forma substâncial. Abrir um negócio de sucesso apartir de uma ideia original ou através de parcerias como o franchising pode ser o trampolim para uma vida financeira mais folgada.

Comece hoje pensar como irá investir para alcançar a riqueza financeira no futuro.


Siga-nos também em Follow

Comentários

Os comentários deste artigo estão fechados.