Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Formas para poupar na formação e educação

O conhecimento é cada vez mais um bem indispensável, já que muitos aspectos da nossa vida dependem directamente do que se sabe. Por vezes pensa-se que nem todas as pessoas podem ter acesso ao conhecimento de forma acessível, mas a verdade é que o saber e o conhecimento estão ao alcance de qualquer pessoa. Mesmo que se utilize o sistema público de educação, o mais acessivel economicamente, ainda assim é possível gastar menos, poupando no que lhe está relacionado.

Encontrar formas ou ideias para poupar na escola é apenas um caminho. Desde o material escolar, deslocações e até propinas, no caso do ensino superior, inúmeras são as despesas associadas ao processo de formação escolar. Seja na formação dum adulto ou de uma criança, estas despesas dificultam muito a vida de quem pretende levar para a frente a sua actividade escolar. Assim gastar menos pelo mesmo é a ideia que queremos seguir.

Apesar destes gastos nunca poderem ser totalmente evitados, existe possibilidade de se diminuir o valor dos mesmos, e com isso poupar algum dinheiro. Algumas dicas que lhe poderão ser úteis para poupar na escola :

Apoios sociais

Nunca prescinda de requerer os apoios sociais a que possa ter direito. Estes apoios são, geralmente, concedidos a pessoas passando períodos de grande dificuldade económica, e poderão ser uma ajuda preciosa no auxílio ao suporte de algumas despesas escolares. São também cada vez menos os que têm acesso, por isso deve-se aproveitar enquanto existem.

Poupe nas refeições

Aproveitando a comida do refeitório da escola. As escolas colocam sempre uma cantina à sua disposição, e é nelas que deverá fazer as suas refeições, se tiver como objectivo poupar o máximo possível nos almoços e jantares. Para além de refeições a um bom preço, o menu também é, muitas vezes, concebido de forma bastante saudável. Mais ideias para poupar nas refeições podem ser vistas aqui. Levar o almoço para o local de estudo também pode ser uma solução, mas só em casos mais extremos!

Peça material emprestado.

Se conhece quem tenha frequentado o mesmo nível de ensino que o seu, talvez esta seja uma boa oportunidade para evitar ter de comprar certos livros, pedindo-os emprestados. Fotocópias também são muito comuns, e em caso de impossibilidade de compra poderão até permitir-lhe obter o necessário sem ter de para isso despender muito dinheiro em livros.

Deslocações

Prefira transportes públicos aos transportes particulares, de forma a poupar alguma coisa em deslocações. Se o estabelecimento de ensino não for muito longe, talvez seja uma boa ideia ponderar ir a pé, evitando assim qualquer tipo de despesas com transportes. Mais ideias para poupar nas deslocações podem ser vistas aqui.

Compre usado

Pondere a compra de material usado. Seja em lojas online ou a pessoas conhecidas, a compra de material usado poderá ajudá-lo a poupar. Praticamente tudo poderá ser encontrado em segunda mão, a preços bastante competitivos, onde se destacam os livros e na maioria das vezes em muito bom estado, sendo por isso uma excelente alternativa a comprar novo.

Conclusão

Estudar é um bem necessário sendo também uma dos melhores investimentos que se pode fazer, não só individualmente como também investir na educação dos descendentes. Apesar do investimento ser fundamentado, existem formas de contornar algumas dessas despesas.


Siga-nos também em Follow

Comentários

  1. NLSeguros diz:

    Para poupar poderá também recorrer ao Banco do livro escolar e consultar os vários bancos disponíveis em Portugal e poupar ou não gastar dinheiro nos manuais escolares.
    Pode também contribuir com os livros já usados pelos seus filhos,pois já não são úteis para eles mas poderão ser úteis para outros alunos,podendo deixar os manuais num qualquer banco do livro escolar perto de si.
    http://www.facebook.com/Banco.do.livro.escolar

  2. Nuno diz:

    Olá NL Seguros
    Não gostaria antes de utilizar o seu nome real! (as empresas não fazem comentários)

    Mas de facto a vossa iniciativa até acrescenta valor ao artigo em questão, poupar na educação.
    Teria sido bonito terem partilhado este artigo na vossa página do Facebook :-)
    Votos de sucesso