Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Custo de oportunidade do tempo e do dinheiro

Na aplicação de recursos existem sempre alternativas, as várias possibilidades de alocação de recursos. A maior parte dos recursos são escassos e limitados, logo estão sujeitos a escrutínio.  dependendo dos objectivos e valores de cada um, assim será o resultado dessa aplicação. O recurso ao ser aplicado deixa de estar disponível e não é possível utilizá-lo novamente. Excluindo o ar que respiramos (que é um bem livre) tudo o resto é escasso.

A definição de custo de oportunidade:

O custo de oportunidade de algo consiste no valor de tudo o que se prescindiu (sacrificou ou abdicou) para se obter esse algo. É a quantidade de outro bem ou serviço do qual temos que abdicar para obter mais uma unidade de um bem ou serviço. A importância do custo de oportunidade advém do facto dos recursos serem finitos.

Custo oportunidade do dinheiro

O dinheiro como bem escasso, deve ser muito bem aplicado, assim a definição de prioridades é fundamental. Se pensamos em fazer um depósito a prazo de 1000€ não é possível aplicar esse dinheiro num fundo de investimento. Independentemente do perfil do investidor, umas escolhas condicionam as outras, logo planear, estudar as opções é forma de tomar as decisões mais acertadas. Todas as decisões são possíveis mediante a informação que se detém. Estar informado é uma forma de tomar as atitudes certas, sempre consciente que quando se toma uma decisão e escolhe um caminho outro ficará por percorrer, é o custo de oportunidade.

Custo oportunidade do tempo

O tempo é limitado às 24 horas por dia, é o único recurso que é igual para todos, todos podem gastar e utilizar 1440 minutos por dia. Assim é bom utilizá-los da melhor forma.

As exigências são muitas, é o trabalho, a familia, os interesses pessoais, lazer, o descanso, enfim o que quiser fazer com as 24 horas que lhe são atribuídas. Se o foco for na progressão de carreira, a família poderá sofrer de ausência, se a familia for uma prioriedade a progressão da carreira pode ficar para trás. Conciliar as coisas também é possível com alto desempenho e produtividade no posto de trabalho e energia extra para acompanhar todas as actividades e necessidades da família.

A utilização do tempo deve ser um tema de meditação, pois saber e adquirir competências na área da gestão do tempo, reduzindo tarefas de pouca importância, fazendo apenas o que é mais valioso é uma arte. Neste artigo são sugeridas algumas ideias para gerir melhor o tempo. Tempo é dinheiro, então ganhe tempo.

Optimizar o tempo é fundamental pois ainda é impossível estarmos em mais do que um local ao mesmo tempo, assim o que podemos fazer é limitado pelas nossas escolhas.

Conclusão

Todas as nossas escolhas são passagens, não se pode voltar atrás, assim é bom estar consciente que quando se decide algo estamos a valorizar umas coisas em detrimento de outras e a traçar o nosso caminho. Avaliar as consequências das acções não é mais do que fundamentar as decisões. O bom senso é o factor chave para conseguir manter um equilíbrio saudável em tudo na vida.


Siga-nos também em Follow

Comentários

Os comentários deste artigo estão fechados.