Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Comprar casa versus arrendar casa

casa própriaAs vantagens de comprar casa são bem diferentes das de arrendar. Antes de enunciar propriamente os aspectos mais relevantes a ter em conta na hora da tomada de decisão, é importante destacar as vantagens e desvantagens associadas ao arrendamento, que podem ser lidas aqui e um outro conceito que importa ter em conta e que foi referido no artigo possuir ou utilizar.

A compra de casa é muitas vezes o maior investimento que uma pessoa faz na vida, sendo por isso imprescindível ter alguns cuidados, bem como ponderar muito bem a decisão que se vai tomar. Apesar de nada ser definitivo e tudo poder ser ajustado no futuro, saber o que se pretende na vida e como a mesma poderá evoluir nos próximos tempos é fundamental para poder assumir compromissos para o futuro. Estar consciente dos aspectos mais valorizados e o que é realmente importante na vida origina decisões mais coerentes.

Vantagens da compra de casa

  • Construção de património
  • Benefícios fiscais associados
  • Pode utilizar o imóvel como garantia

Vantagens de arrendar casa

  • Mobilidade geográfica
  • Não paga quotas de condominio
  • Não paga impostos sobre os imóveis
  • Não fica endividado (em caso de aquisição através de crédito)

Desvantagens de comprar casa

  • Elevada carga fiscal sobre proprietários de imóveis
  • Titular de crédito de longo prazo
  • Reduz a capacidade de investimento
  • Manutenção do imóvel

Desvantagens de arrendar casa

  • Paga por algo que nunca será seu
  • Pode pagar um valor superior ao que pagaria se comprasse o imóvel
  • Não constroi património

 Crédito condiciona decisões financeiras futuras

Um dos aspectos implícito à compra de casa, para a maioria das pessoas, é a constituiçãoo de um crédito habitação. Ser titular de uma obrigação de crédito condiciona decisões futuras e retira flexibilidade financeira, pois as prestações do crédito são por norma mensais e mais ou menos constantes, dependendo da maturidade da taxa de juro associada ao crédito (a variabilidade da prestação ocorrerá de 3 meses a 5 ou 10 anos através de taxa fixa)

Cuidados a ter, aspectos importantes

Existem situações da vida que podem influênciar e condicionar a decisão de comprar ou arrendar casa, por exemplo a situação profissional, o estado civil e até a idade. Uma situação profissional pouco estável não é propícia à compra de casa e no caso de profissões que exigem grande mobilidade a aquisição de casa pode não ser bom negocio, pois estaria a pagar por algo que não usufruía. Comprar casa antes de constituir família também pode ser uma decisão arriscada, pois se os 2 tiverem adquirido habitação própria, irá sobrar um imóvel que terá de ser vendido ou arrendado.

O que mais condiciona a escolha

Muitos são os factores que influenciam a decisão, o património que se possui é um deles, se se tem muito dinheiro compra-se a habitação a pronto. No entanto esta decisão reduz a capacidade de investimento noutras áreas visto que já foi utilizado na habitação.

As taxas de juro associadas ao crédito habitação e a disponibilidade de crédito por parte das instituições financeiras também podem condicionar esta decisão. Um outro aspecto muito relevante é o mercado de arrendamento, pois os valores das rendas também podem influenciar a tomada de decisão.

O português quer ser proprietário

Todos queremos ter uma habitação para viver, e possuir casa própria é o grande objectivo da maior parte dos portugueses, pois considera-se o investimento imobiliário como um investimento seguro. O que é verdade é todos queremos ter o nosso espaço, mesmo que não seja a decisão mais acertada financeiramente cada qual é que deverá decidir o caminho a tomar. Nunca podemos esquecer que existem investimentos que resultam numa fonte de despesas, o automóvel e as casas para habitação própria são alguns desses investimentos.


Siga-nos também em Follow

Comentários

Os comentários deste artigo estão fechados.