Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Como concretizar parcerias para desenvolver negócios

A ideia de juntar pessoas em torno de uma ideia de negócio é útil, mas por vezes é de difícil concretização, especialmente se não se dispuser de uma rede de contactos que complemente e que sejam as peças do puzzle que faltam para tornar a ideia num negócio vencedor. Assim temos de considerar as várias opções: oferecer parte do negócio através de convites, contratar pessoas ou simplesmente contratar os serviços que necessita.

O primeiro passo é listar o que se necessita, que tipo de recurso é necessário para avançar com a ideia de negócio: recursos humanos (competências e conhecimentos) recursos financeiros e os recursos materiais. Detectar as necessidades e encontrar as soluções possíveis para materialização da ideia ou do negócio.

Num artigo já foram abordadas algumas ideias sobre o tema da criação de sociedades ou parcerias em negócios que ainda são bem actuais e podem ser aplicados à generalidade das situações: partilhar um negócio. Onde se salienta a visão face ao negócio e a complementaridade entre parceiros de negócio.

Formas para concretizar negócios

Convidar pessoas

Encontrar as pessoas certas para partilhar um negócio não é tarefa simples, depois de as encontrar também é necessário que estas estejam inclinadas a acompanhar o empreendimento e investir no negócio. Convêm pensar o modelo de sociedade, tal como definir a percentagem que cabe a cada um. A divisão da sociedade através do capital próprio é a forma mais justa de estabelecer uma parceria. Os salários pode ser determinados de forma diferenciada para cada um dos elementos, caso estes façam parte da estrutura de recursos humanos da empresa.

Se existe algo complicado será fazer esta negociação, pois por vezes somos um pouco egoístas, o que não favorece nada a criação de negócios. Este aspecto deve ser ultrapassado, pois são pormenores que podem deitar abaixo um negócio. Do ponto de vista da riqueza é tão rico uma pessoa que possui 6o milhões de Euros como outra com 4o milhões, ou seja não precisam estar a contar os tostões. Mas a diferença é 50% ;-)

Dar sociedade num negócio nunca pode deixar de ser equacionado, pois existem diversas vantagens que não podem ser descuradas. Agregação de capacidades, determinação, partilha de risco, motivação, facilidade na superação de obstáculos, estratégia mais refinada, 2 cabeças pensam sempre melhor do que apenas 1.

Encontrar um sócio permite resolver vários problemas: sejam financeiros ou de operacionalidade.

Contratar pessoas

A versão mais simples e que de certo modo com menor riscos é a contratação directa de colaboradores que se transformarão nos recursos mais importantes para a materialização da ideia de negócio. Apesar de não haver partilha de risco , o investimento inicial também é mais volumoso (comparativamente), contudo o retorno do investimento e o resultado da ideia também caberá apenas ao empreendedor. É a situação mais comum nas pequenas empresas.

Contratar serviços

A subcontratação de serviços possui várias vantagens, menor risco, menor investimento, contudo pode ser complicado subcontratar serviços vitais à empresa. Ou seja, se se expõe demasiado a ideia de negócio pode revelar uma oportunidade de negócio que poderá ser aproveitada por outros. Alguns aspectos têm de ficar salvaguardados, nomeadamente as vantagens competitivas do negócio ou os aspectos que diferenciam da concorrência. Uma ideia é fazer a subcontratação a diferentes prestadores, assim permite uma gestão da ideia, expondo-a de forma parcial, nunca a sua totalidade. Especialmente se for na internet, onde copiar um projecto demora apenas algumas horas.

Todas as situações possuem as suas vantagens e desvantagens, se por um lado partilhar o risco é apetecível onde também se partilham os resultados, tal  como o sucesso ou o fracasso. Por vezes é preferível dividir 5 milhões do que ficar com 1 milhão só para si ou é preferível perder 100.000 Euros do que perder 300.000.

Trabalhar em equipa é sempre a melhor solução, seja qual for a estratégia para desenvolver o negócio.


Siga-nos também em Follow

Comentários

  1. Domingos Romão diz:

    Somos um grupo de 3 pessoas, temos uma Empresa constituída em Moçambique.
    Estamos a desenvolver dois projetos.
    Um na área do imobiliário, outro na área da restauração.
    Procuramos parceiro/investidor.
    Em caso de interesse agradecemos o contato.
    domingosromao@sapo.pt