Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Clientes, quem vai comprar o que temos para vender

Um dos aspectos importantes em qualquer negócio são os clientes, pois são os mesmos que vão pagar para adquirir o que temos para vender. Deste modo a atenção ao cliente e às suas necessidades são de extrema importância, mas até mais importante do que as necessidades do cliente, são os produtos que satisfazem essas necessidades. Para a satisfação de uma necessidade pode ser necessário recorrer a  mais do que um tipo de produto.

A importância dos clientes é imensa, na criação de um negócio podemos optar por seleccionar inicialmente o cliente ou público alvo que pretendemos atingir e só depois pensar no que se vai vender.

Tipo de cliente

No artigo triângulo de clientes com a categorização de clientes, vimos os 3 grandes grupos de clientes, consumidor final, empresas e Estado. Estes grandes agrupamentos de clientes podem ser subdivididos em grupos mais restritos onde cada grupo tem as suas nuances e particularidades, pois é diferente vender para uma pequena empresa ou para uma média empresa. Existem muitos tipos de consumidores, uns gostam e necessitam de determinados produtos/serviços enquanto que para outros as necessidades são distintas. É diferente vender um produto direccionado para uma senhora, para um homem ou para uma criança. Já no que diz respeito ao Estado é diferente vender ou fornecer uma ministério ou vender para uma Junta de Freguesia. Assunto a ser ainda desenvolvido.

Perfil do cliente

Existem muitos perfis de cliente, os decisores de uma empresa ou de uma familia impõem as suas escolhas, uns podem arriscar mais, outros são mais conservadores, uns gostam de comprar produtos baratos outros preferem comprar produtos com mais qualidade.

Vender artigos para crianças ou vender produtos para o mercado sénior é completamente diferente, existe um mundo de possibilidades. Um mundo de negócios que podem ser desenvolvidos.

Capacidade do cliente

Cada vez mais um factor a ter em conta na criação de um negócio pois vender a quem não possui capacidade financeira para fazer o pagamento, pressupondo entidades externas ou mesmo facilitar o pagamento, é cada vez mais arriscado. Esta condicionante determina, por exemplo as margens a practicar, pois se o cliente paga a 30 dias representa um custo financeiro diferente se o cliente efectuar o pagamento das compras a 180 dias. Muitos negócios onde o cliente é o consumidor final, o pagamento total é efectuado no acto da compra. Todas estes aspectos devem ser tomados em conta na hora de escolher o tipo de cliente.

Localização do cliente

A localização do cliente e como levar os produtos até ao cliente é a questão. Um espaço comercial físico impõe limitações, pois terá uma área de abrangência diminuta, expectuando alguns sectores ou nichos de mercado. Encontrar forma de chegar até ao cliente, seja através de vendas por encomenda, de catálogo ou loja online são algumas alternativas. A contrapartida é encontrar mecanismos para trazer o cliente até nós. Por vezes a localização do negócio pode ser uma variável estratégia do negócio.

Necessidade do cliente

Vender produtos alimentares é completamente diferente de vender vestuário, a cada tipo de necessidade corresponde uma solução. Uma solução é uma oportunidade de venda. Conhecer a necessidade que se pretende colmatar é fundamental para o desenvolvimento do negócio e para comunicar mais facilmente com o público alvo. Também se podem criar negócios com base na pirâmide das necessidades

Idade do cliente

Todos os clientes têm idade, podendo mesmo ser o contacto (comprador) com o qual nos relacionamos num processo de venda. No capítulo da idade é importante compreender que é diferente vender para uma empresa recém criada ou para outra já implantada e com fornecedores estabelecidos, não existem impossíveis, mas é diferente. No consumidor ou cliente particular a idade é ainda mais importante, pois afectará o estádio em que se encontra. É um adolescente? É adulto? As necessidade variam conforme a idade.

Chegar ao cliente

Depois de conhecermos bem o cliente e o produtos que queremos vender, temos de chegar até ao cliente, seja através de forças de vendas, de um website ou loja online ou através de comunicação e publicidade para dar a conhecer os produtos e levar o cliente a visitar um eventual espaço comercial destinado à venda.

O cliente é um elemento chave em qualquer negócio, pois é ele que regra geral vai trocar o seu dinheiro pela nossa oferta. Assim estar consciente da sua importância, valorizando-o como cliente pode conduzir ao aumento das vendas, facturação e resultados.


Siga-nos também em Follow

Comentários

Os comentários deste artigo estão fechados.