Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Arrendamento para férias, rentabilizar casas de férias

prédio habitacionalO arrendamento para férias é um dos negócios mais rentáveis para pequenos investimentos imobiliários, pois possibilita cobrar numa semana a renda de um mês!  Se em termos financeiros parece muito satisfatório em termos operacionais as coisas podem ser um pouco mais complicadas, pois é necessário a entrega das chaves e cuidar do apartamento, nomeadamente a limpeza. Sendo por isso uma ideia de negócio a avaliar para quem reside junto a zonas turísticas. Outro aspecto importante é que estas casas devem estar mobiladas e preparadas para receber utilizadores/turistas tal como acontece com o arrendamento de quartos. O que representa um custo extra face ao arrendamento convencional.

Ter uma casa de férias

Se possuir uma habitação própria é um investimento que só dá despesa, possuir uma casa de férias deve ser dos maiores erros que já vi, por 2 razões. Tempo de utilização (custo que origina) e pela falta de ideias. O maior erro ligado às casas de férias, é que depois de a ter, terá de a utilizar (em principio), assim passará as férias sempre no mesmo local sem motivações para conhecer outros lugares, já que têm à sua disposição essa casa “sem custos”.

Muitos podem ter uma casa de férias, a questão é saber têm capacidade para a ter. É que comprar com recurso a crédito transformou este tipo de ideias em algo comum, o que está longe de financeiramente acertado. Tudo depende do património de cada um. Ter 2 créditos habitação, um para a habitação própria e outro para a habitação de férias, não deve ser fácil de superar se o rendimento mensal do agregado familiar sofrer um quebra acentuada.

Atenção, que eu em tempos tive esta brilhante ideia! Felizmente não cometi esse erro.

Casa de férias para negócio

O que anteriormente disse sobre as casas de férias muda radicalmente se esta for adquirida com a perspectiva de negócio, pode sempre utiliza-la em tempos em que não está ocupada/arrendada e utiliza-la para troca em programas Exchange Houses, que permitem trocar casa com pessoas de outros países e assim viajar sem ter de gastar dinheiro em alojamento.

Arrendar a amigos

Uma ideia bem engraçada e que dependerá da rede de contactos de cada um, seria fazer o arrendamento a pessoas conhecidas, ou seja arrendaria ao circulo de amigos. Claro que este tipo de negócios (com amigos e familiares) podem não ser muito bem vistos, pois poderão surgir ideias por parte das pessoas de a utilizar sem pagar nada. Lá se vai o negócio!

Será rentável

Para ser sustentável pensar neste negócio será sempre necessário conseguir um taxa de ocupação de 25 %. Arrendando durante 12 semanas o apartamento por um valor de 400€, paga um crédito de aproximadamente 100.000. A considerar que o valor de uma renda pagará as quotas de condomínio e a uma última renda permitirá cobrir as despesas de água e electricidade. Isto são contas por alto, só para se ter uma ideia.

 Se conseguir arrendar é rentável, se não se conseguir pode ser um desastre.

Mesmo que não se ganhe muito dinheiro, esta técnica permite construir património, pois após a amortização total do crédito do imóvel, os seus rendimentos posteriores revertem como uma fonte de receita.


Siga-nos também em Follow

Comentários

  1. Carlos diz:

    boas, eu tenho 21 anos e já começei com esta ideia, comprei 2 apartamentos em projecto que são mais baratos e ao lado de uma univercidade, os apartamentos só esterão prontos para o ano e ainda tenho que pedir o emprestimo, mas sabendo que não sera dificil alugalos a renda reve-me dar para pagar a prestação, e com o meu salario ir amortizando todos os meses mais algum.
    cumprimentos

  2. Nuno diz:

    Olá Carlos
    Parabéns pela sua iniciativa e obrigado pelo comentário.
    Felicito-o pelo seu acto de empreendedorismo, utilizando o bom senso essa é uma boa localização. Já o negócio em si, só voce pode saber se será rentável.
    Na secção http://investidor.pt/assunto/investir/imobiliario/ pode encontrar alguns aspectos relacionados com o arrendamento.
    Votos de sucesso

  3. ERL Imobiliaria diz:

    A nossa Empresa está a dar os primeiros passos nesse sentido, com sucesso.
    Garantimos a parte”chata” os Check-in e Check – out a limpeza, a gestão de calendários, a divulgação dos imóveis e publicidade, etc.
    Para investidores que não têm tempo a perder.

    • Nuno diz:

      Olá ERL Imobiliária (o nome ficava tão bem :-()
      É um ideia de negócio, fazer a gestão de imóveis ao invés de mediar a compra e venda de imóveis. Aliás muito mais útil. Vou até escrever um artigo sobre essa ideia de negócio!
      Convinha também referir o ambito territorial onde actuam: zona norte!
      Votos de sucesso para o vosso negócio

      • ERL Imobiliaria diz:

        Olá Nuno,
        Peço desculpa por não me ter identificado, sou Ermelinda Rosinha, Gerente da ERL Imobiliária, Obrigada pela dica. Um dos nossos slogans é precisamente o de ” sermos uma Imobiliária com rosto” é um dos factores que nos distinguem. Em toda a nossa publicidade aos imóveis é inserida uma brochura com um cartão de visita.
        Quando respondi ao seu post, falhou-me esse pequeno grande pormenor. Obrigada.

  4. Carlos diz:

    Eu ja li todos os seus artigos.

  5. Carla diz:

    Olá, Nuno!
    Gostava de saber como funciona em termos fiscais o arrendamento de curta duração. Tem alguma ideia? Obrigada.

    • Nuno diz:

      Olá Carla

      Não tenho a certeza, mas talvez seja necessário possuir actividade aberta, pois penso que não se enquadra no arrendamento particular.

      Votos de sucesso