Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

4 formas de investir em moeda

O dinheiro assume a forma de moeda de metal ou papel, também pode ser apelidada de moeda papel.  Como meio facilitador das trocas comerciais a moeda representa um valor. Assim investir em moeda estamos a investir no valor associado a essa mesma moeda.

É possível realizar investimentos em moeda, seja aplicações em moeda  estrangeira ou apostar na valorização de uma moeda face a outra. Assim é possível obter rendibilidade, através de mais valias, juros ou reserva de liquidez.

Existem 4 formas diferentes de investir em moeda: 

Investir através do câmbio

Cada moeda possui um valor, esse valor oscila no mercado de divisas quando se coloca um moeda perante outra. A variação no valor das moedas está intimamente ligada ao interesse de compra ou venda. Os Bancos Centrais ou emitentes condicionam essa valorização através do estabelecimento da taxa de juro associada à moeda e também pelo número de divisas em circulação.

No mercado de divisas pode investir-se na valorização do Euro face ao Dolar ou pelo contrário. Este tipo de investimento gera mais ou menos valias. Não produz rendimento. Podemos realizar a operação no presente imediato ou para o futuro mais distante, conforme se assumam posições na mercado à vista ou de futuros.

Um tipo de investimento muito famoso está associado a este mecanismo, é o chamado Forex, que já foi explicado aqui. O investimento alavancado nos cambios.

Investir através de depósitos bancários

Constituir uma conta bancária denominada em moeda estrangeira ou uma conta de depósitos a prazo em moeda estrangeira é cada vez mais fácil, proporciona rendimento de acordo com a taxa de juro associada à moeda, por exemplo para o Euro essas taxas (Euribor) são determinadas pelo Banco Central Europeu (BCE), no caso do Dólar Americano, as taxas de juro de referência são determinadas pela FED.

A diversificação reduz os riscos associados às valorizações e desvalorizações da moeda e conserva património. Por exemplo e em contas redondas: se uma entidade possui 1.000 Dolares e 1.000 Euros é praticamente indeferente que o Euro se valorize ao desvalorize face ao Dolar, pois se se perde numa situação ganha-se na outra.

 Investir em moeda em espécie

Todas as pessoas podem comprar moeda estrangeira, não sendo um acto de investimento normal, pois não gera rendimento de qualquer espécie, expectuando ganhos de câmbio. É uma forma de conservar liquidez sem estar dependente de terceiros. Pode ser uma solução para tempos e climas de elevada incerteza e instabilidade política ou económica.

Possuir dinheiro e poder movimentá-lo livremente nem sempre acontece, o que significa que possuir dinheiro pode ser por si já um valor.

Investir em moedas antigas, numismática

Um investimento alternativo que pode gerar mais valias pela raridade e exclusividade das moedas e notas que se possui. O valor varia muitas vezes com a escassez. Um aspecto que pode ser importante é que no passado existiam moedas de ouro, o que para além do valor decorrente do objecto incorpora o valor do material com que foram cunhadas. Os metais preciosos são considerados reserva de valor, seja o ouro ou até mesmo a prata.

As 4 formas de investir em moeda destinam-se a tipos de investidores diferentes, se investir no diferencial de valorização ou desvalorização de uma moeda face a outra com alavanca financeira como no Forex pode ser apenas aconselhado a investidores agressivos, o investimento em  moedas de colecção pode ser adequado ao investidor mais moderado.


Siga-nos também em Follow

Comentários

  1. joao paiva diz:

    tenho centenas de moedas antigas de varios paises e tbm portuguesas como nao tenho muita paciencia para tratar delas vendo as a bom preco moedas e notas antigas.