18 ideias para negócios rentáveis e sustentáveis

bons-negóciosIdeias de negócios existem muitas, mas nem todas são económicamente rentáveis o que as tornam não sustentáveis. A sustentabilidade é a sobrevivência do negócio, e para um negócio poder perdurar no tempo tem de ser rentável. Parece confuso, mas não é assim tanto!

Listar ideias que obedeçam a estes critérios não é fácil nem consensual, pois não é certo que todas as empresas nestes sectores consigam manter actividade. Mas por exemplo, acredito que haverá sempre produção de legumes e fruta, contudo isso não garante que todas as empresas que se dediquem à produção de qualquer um deles produtos, sobrevivam.

Um negócio para ser sustentável tem de ser rentável, mas um negócio rentável pode não ter sustentabilidade.

Um negócio sustentável é um negócio capaz de perdurar no tempo, num horizonte temporal alargado de 10 ou 20 anos.

Um negócio rentável é um negócio que gera lucros (resultados positivos). Podendo apenas ser um negócio de ocasião.

18 NEGÓCIOS RENTÁVEIS E SUSTENTÁVEIS

Produção de produtos agricolas

A alimentação pertence ao grupo das coisas não dispensáveis, só por isso é infinitamente sustentável. Falta saber apenas o que produzir e a que preços. Mesmo fora do âmbito dos negócios, a agricultura de subsistência pode ser um óptima forma de iniciar uma actividade.

  • Produção de fruta
  • Produção de legumes

Produção de energia

A energia é o motor do desenvolvimento, muitas são as formas de poder obter energia. As energias renováveis ocuparam lugar de destaque nos últimos anos e irão ocupar cada vez mais espaço.

Na minha opinião, considero que a melhor forma de produzir energia eletrica é através de centrais de biomassa. Centrais que funcionam com madeira ou lenha, ou seja, pode ser aproveitada a limpeza de matas para produzir electricidade.

  • Produção de matéria prima combustível: madeira
  • Produção de energia fotovoltaica.

Fabrico e comércio de vestuário e calçado

O vestuário e o calçado fazem parte das necessidades básicas dos individuos. Tal como o sector alimentar, é uma área que não pode deixar de existir. As pessoas vão continuar a necessitar de vestuário para se protegerem do frio ou simplesmente porque, a não ser no Meco, o vestuário e calçado fazem parte do dia a dia.

  • Fabrico de sapatos de senhora
  • Confecção de casacos

Produção e distribuição de informação

Apesar de nos dias que correm os Orgãos de comunicação social estarem a passar diversas dificuldades, estas só acontecem porque os responsáveis não conseguem encontrar um modelo de negócio sustentável para as suas empresas. A questão é que ainda não  conseguiram adaptar-se  às últimas mudanças tecnológicas mas isto não faz do negócio da comunicação um mau negócio. O negócio da comunicação e informação é sustentável. É um assunto para desenvolver em breve.

  • Jornal temático
  • Rádio segmentada

Cuidados pessoais

Existem actividades relacionadas com o bem estar dos individuos que irão permanecer, a procura por estes serviços será estável para o futuro. No caso dos homens cortar o cabelo é um bom exemplo, no meu caso pessoal ocorre todos os meses. No caso das senhoras, mesmo que não seja necessário cortar ou acertar as pontas do cabelo, as colorações (para tapar cabelos brancos) acontecem de forma regular logo desde os 30 anos, aproximadamente.

  • Cabeleireiros de homens
  • Cabeleireiros de senhoras

Transportes

O transporte é o que permite a existência de mercados, caso não houve meios para alterar a localização de materias, viveríamos em dependente do que produzíamos para sobreviver. Sem deslocalização, as coisas seriam complicadas. Por exemplo: as grandes cidades não podiam existir.

  • Transporte de mercadorias
  • Reparação de veículos

Reciclagem

Os negócios que aproveitam desperdícios, são normalmente lucrativos. Ao recolherem o que ninguém quer, conseguem obter bens/objectos por um custo baixo de aquisição. Por exemplo a recolha de uma veículo para abate por valores em torno dos 100 Euros. Bastará vender o motor por 300 euros para obter uma grande rendibilidade.

  • Sucatas
  • Venda de peças usadas

Negócios relacionados com a natalidade

A natalidade irá continuara a acontecer, mesmo que de forma decrescente, assim os negócios relacionados com a natalidade tendem a ser sustentáveis, pois é um acontecimento que sustenta as sociedades. Existem muitos bons negócios relacionados com as crianças, pois os pais dão cada vez mais atenção aos filhos. Os filhos são tudo, mas são também uma despesa.

  • Clínicas pediátricas
  • Vestuário infantil

Negócios relacionados com a morte

Todas as vidas têm um fim. Com base neste princípio é possível desenvolver diversas actividades.Mesmo que por vezes não seja para todos, é um negócio como outro qualquer, pois alguém tem de tratar dos falecidos. Como é uma actividade que cria algumas barreiras é preciso ter um perfil muito específico mas permite obter boas remunerações dos capitais investidos.

  • Agências Funerárias
  • Crematórios

As ideias apresentadas para serem totalmente sustentáveis necessitam de um modelo de negócio acertado, nem todas as empresas nas áreas referenciadas são sustentáveis, basta por exemplo possuir uma estrutura de custos desajustada para deitar por terra a sustentabilidade e fracassar. Nota: Mesmo os negócios rentáveis podem ser destruidos pelo excesso de oferta, se houver excesso de oferta, os preços caem, a rendibilidade de um negócio por força da concorrência desce. Este pormenor também afecta os negócios sustentáveis!

Possuir uma estratégia para o negócio, é também um imperativo.

Subscrever actualizações

rss

Comentários

  1. elsa teixeira diz:

    Estou a negociar o aluguer de um predio nos anjos em lisboa com quatro andares com 9 quartos cada andar estou a pensar abrir um motel ou um hostel o predio precisa de obras de adaptação mas o aluguer é por um preço muito bom …porvetura há alguém q queira entrar em parceria neste negocio ? Também gostatia de rcolher openioes para estes dois tipos de negocio pois nao consegui encontrar nenhum artigo sobre moteis ou hostels

    Obeigada

  2. Armanda diz:

    Boa tarde

    Pertenço a um escritório de consultadoria e contabilidade em que avaliamos a viabilidade dos projectos, como também os elaboramos ao abrigo dos incentivos existentes em Portugal ( PRODER, Etc.)
    Se alguém precisar de ajuda entre em contacto

    Obrigada

  3. Miguel Macedo diz:

    Boa tarde.
    Há dois anos que estou desempregado, trabalhava há vários anos no pós-venda e tinha sucesso, mas por razões pessoais despedi-me e ingressei noutra empresa, que me despediu e vários colaboradores passados 6 meses.
    Estou numa fase da vida, em que me sinto “tentado” em por em prática, ideias que ao longo destes anos tenho vindo a desenvolver.
    O que me impede de o fazer, é o investimento em qualquer uma das ideias, pois neste momento encontro-me sem qualquer subsídio e sem poupanças, voltei para casa dos meus pais e é deles que dependo.
    Por outro lado, tenho muito receio em fazer a apresentação das ideias, pelas mais diversas vias, a pessoas que não conheço e que até possam dizer que a ideia não lhes interessa, e mais tarde, ver as ideias a serem desenvolvidas por eles…
    Desassossega-me o facto de ter tanta ideias que penso serem boas e não conseguir “ignição” para elas.
    Não tenho património / garantias bancárias, e não vejo com bons olhos soluções do género business angels, de todo…
    Nem todas as ideias que tenho, são de investimento avultado, são elas de áreas bem diversas e algumas com um investimento muito pequeno; informática, restauração, lazer, animação nocturna, ensino e ocupação de tempos livres, hotelaria, desporto amador.
    Precisava de encontrar uma equipa onde me revisse e confiasse em algum dos projectos, assim como, estou em busca de ideias de financiamento para pessoas na minha situação.

    Obrigado

  4. alex diz:

    Tenho um Hotel na Guiné Bissau e outros investimentos interessantes, é a oportunidade para bons negocios uma vez que o país esta em vias de desenvolvimento.

  5. Pascoal diz:

    Boa noite trabalho na área do vending e da diversão e gostaria de encontrar distribuidores que queiram trabalhar com uma participação sem investimento que tenham grande vontade de trabalhar e ganhar um pouco mais , só no estrangeiro DÁ-SE PREFERÊNCIA a pessoas que estão em FRANÇA, SUIÇA, ALEMANHA, LUXEMBURGO, BELGICA, IRLANDA DO NORTE, HOLANDA, BRAZIL e talvez em países AFRICANOS. Pessoas que vivam nestes países e que tenham vontade de fazer o seu próprio negócio com todo o expírito que necessita. Contacte por email



AVISO:Todos os artigos publicados no blogue investidor.pt são puramente informativos e não podem ser confundidos com aconselhamento financeiro.